Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 101

    relativamente a isto, nos países mais avançados (Suiça que já vi e Holnada que ouvi dizer) há sistemas de recuperação de águas dos prédios/urbanizações e incluem estações de tratamento

    isso é que é ambientalismo, não é regar à chuva ou no pico do calor como no meu Concelho
  2.  # 102

    Colocado por: NB_ViseuAo "de graça" já lhe respondi anteriormente... eu não pago aluguer do meu veículo (mas comprei-o a pronto) e a gasolina é paga pela empresa, logo, faço deslocações de graça, é isso?


    Colocado por: Dacepaai ser após os gastos iniciais tudo é viável.

    Após 3 anos é de graça. Até lá pagou-se.

    E mais o dinheiro no banco não rende nada, com o investimento que fiz está a render €60 mês. É maneira de ver as coisas.



    Colocado por: NB_ViseuMas então a máquina começa a funcionar 1h ou 2h antes de chegar a casa, correcto?
    Ora, a que horas chega a casa? Pelas 18h? Pelas 19h? Pelas 20h?


    Por acaso pelas 17 estou em casa. Mesmo nos meses mais agrestes de tempo como os que passamos era viável esta solução. Ainda assim não vejo o problema de antecipar tudo duas horas e a roupa ficar dentro da máquina após torção e estar lavada pelas 15 aproveitando mais a força solar. Existe ainda a hipótese de as máquinas serem de lavar e secar logo não há esse grandioso problema de a roupa ficar dentro do tambor.



    Colocado por: NB_ViseuIsto realmente, os fora-de-jogos da própria equipa são mais difíceis de ver.


    Ainda não vi nenhum.



    Colocado por: NB_ViseuAgora, permitam que quem leia o que escrevem, possa pensar, refletir, ajuizar e ponderar a realidade apresentada e a realidade factual...


    Sempre foi o que desejei dos fóruns. Não ver só o nosso lado.

    No meu caso temos então vários pontos:

    O dinheiro não fazia falta para outro lado.
    O retorno vai ser extremamente curto por ter aproveitado o fundo ambiental.
    Poupo €60 mensais (FV + BC) por fazer gestão dos equipamentos que já tinha.
    A partir daí é lucro se não houver avarias.
    Não acrescentei equipamentos para acrescentar poupança fictícia.

    No geral, e isto é o que interessa, eu achei ter feito uma boa decisão.

    NB_Viseu não me conhece mas eu não tenho problemas nenhuns dizer que errei se achar que o fiz. Aliás já o dissepor aqui se não fosse o Fundo não teria colocado BC mas teria apostado mais em FV e teria somente removido um dos 2 Termoacumuladores que tinha em casa. E provavelmente colocado um gestor de excedentes.

    De leitores novos ou velhos que tirem as conclusões.
  3.  # 103

    Colocado por: NB_Viseu

    Não percebeu... faz um programa de lavagem que dura 12h? Tem a máquina a funcionar 12h?

    Ou programa com a antecedência de até 12H para que a máquina desenvolva um programa de lavagem de 1h ou 2h para quando chegar a casa a máquina ter terminado há pouco tempo?
    Presumo que seja isso, não é?
    Mas então a máquina começa a funcionar 1h ou 2h antes de chegar a casa, correcto?
    Ora, a que horas chega a casa? Pelas 18h? Pelas 19h? Pelas 20h?
    Então a máquina comecou a trabalhar às 17h, digamos, por facilidade. Qual foi a energia solar que usou nessa máquina (até porque o aquecimento da água não acontece logo no início) durante o dia de hoje? :)

    Isto realmente, os fora-de-jogos da própria equipa são mais difíceis de ver.

    Trabalho em casa.
    • eu
    • 18 janeiro 2023

     # 104

    Colocado por: DacepaO dinheiro não fazia falta para outro lado.
    O retorno vai ser extremamente curto por ter aproveitado o fundo ambiental.
    Poupo €60 mensais (FV + BC) por fazer gestão dos equipamentos que já tinha.
    A partir daí é lucro se não houver avarias.
    Não acrescentei equipamentos para acrescentar poupança fictícia.


    E o burro é o Dacepa... ;)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Dacepa
  4.  # 105

    Colocado por: eu

    E quem lhe disse que ninguém vai usar AQS nas próximas 17 horas? Você quer à força convencer-se que os painéis não são uma boa opção e inventa todo o tipo de cenários para justificar a sua opinião.


    Mais uma novidade chocante para si: há casas que têm uma coisa chamada isolamento térmico, que mantêm a temperatura interior durante muito tempo - inércia térmica.


    Então e se a máquina começar às 15H00 e acabar às 18H00 quando nós chegamos a casa?

    Que mania que algumas pessoas têm de desacreditar quem aproveita e bem as energias renováveis. Só me ocorre uma palavra: patético.


    Só se tomar banho à noite... não estou a ver que use a água do termoacumulador para fazer de aquecimento central... Claro que há sempre a possibilidade de lavar a loiça à mão mas...

    E claro que existe isolamento térmico. Pelos vistos esse isolamento térmico é tão bom que, estando os estores fechados e a casa fechada durante o dia, ainda assim aquece bastante para ser necessário resfrescá-la quando vazia... mas já bom o suficente para permitir que esse arrefecimento não seja desperdiçado.
    Uma novidade para si, espere o pôr-do-sol, o vento habitual dessa altura do dia e abra as janelas de casa. Vai ver se não fica com a casa mais fresca do que estar com a AC ligado 5 horas antes de chegar a casa :):):):)

    E por fim, lá está. Um programa de lavagem habitual (para se considerado, tem de ser habitual) que dura 3 horas... :0:0

    Bem dizia o outro user, passam a gastar mais 200 kwh por mês para justificarem (a si próprios, porque ninguém lhe pede justificação alguma) as contas que fizeram. Já agora, aproveite para calcular "a poupança" com os tarifários indexados... a 0,02 cts o Kwh... Ah, claro, isso pode mudar, é incerto! Felizmente que a produção de energia solar nos próximos 25 anos é certa, no Kwh médio produzido a cada mês :):):)

    Que mania que alguns têm de enveredar por determinados caminhos, sem olhar a riscos, cair no chão e depois continuarem a afirmar que foram pelo caminho certo. E que os outros que já lá chegaram antes, afinal foram pelo caminho errado e que deviam ter ido com eles para caírem todos em conjunto. Cada qual com a sua mania mas umas são claramente mais "palermóides" que outras.
  5.  # 106

    Colocado por: Nostradamus

    Os programas mais longos até são os mais económicos a nível energético e de agua.

    A minha maquina permite poupar 20L de agua com o programa eco de 4h, face aos tradicionais programas de 2h ou 50 min. Ainda são bastantes metros cúbicos de agua no final de um ano.

    Posso carregar a maquina de manhã as 7h, ou mesmo às 20h do dia anterior, programar para começar as 12h, termina as 16h, e ainda tenho a opção de a meter a rodar o tambor X em X tempo até que alguém chegue a casa.


    Olhe, não sabia. A minha AEG com 3 anos não é assim.

    E a máquina nova (para poder adoptar esse sistema) entra para contas do cálculo com o valor que tenho da energia "gratuita" do sol?

    Já agora: qual o consumo dessa máquina (presumo que boa, moderna e nova) num desses programas de 4h? Ou seja, qual seria o custo por lavagem num desses programas... (só para saber quantos cêntimos é que poupa com a energia gratuita quando a coloca a trabalhar nesses termos)
  6.  # 107

    Colocado por: Sasapo
    Trabalho em casa.


    Ah, mas então os painéis solares são bons para quem trabalha em casa? Querem ver que afinal ainda chego à conclusão que não é dinheiro deitado à rua. É que eu também trabalho em casa e a minha mulher também. Ela desde 2017 e eu desde a pandemia...
    Pena é que não seja essa a generalidade dos 10M que habitam este país...

    Mas o que fazemos é colocar as máquinas a trabalhar fora do período de cheio... assim consigo uma poupança que corresponde a quase metade do custo por Kwh... ou seja, é gratuito a metade. E sabe quanto gastei para isso? 4000 euros? 5000 euros? 8000 euros (com baterias). Não, 1% da bateria do telemóvel numa chamada para a EDP... Acho que já atingi o ROI do meu sistema, não acha :):)
  7.  # 108

    Mas optando por tarifa bi-horaria, o vcalor do kWh nas horas de cheio, é muito superior... se trabalham em casa... veja se compensa. como climatiza a casa?
  8.  # 109

    Colocado por: Nostradamus
    Fazem toda a sua rotina em função do azimute solar.
    Que até tomam o pequeno almoço as 12h porque as 7h ainda não ha sol para ligar a maquina do café. Epa isto não.


    Desculpe lá mas não acredito que a cegueira vá tão longe... Que digam que o fazem, ainda vá lá. Mas que o façam efectivamente não acredito. Isso fazia eu quando, há mais de 20 anos, instalei painéis solares na minha casa de férias. Durante o dia não se ligava a TV para que a bateria aguentasse para uma hora de TV à noite (não havia rede pública de abastecimento disponível).
  9.  # 110

    Colocado por: Pedro BarradasMas optando por tarifa bi-horaria, o vcalor do kWh nas horas de cheio, é muito superior... se trabalham em casa... veja se compensa. como climatiza a casa?


    Compensa e muito. Porque temos um Mac com dois monitores ligados e um servidor com arrefecimento, 24h/7 dias semana. Em em dias de trabalho ligamos mais dois computadores. A climatização da casa é feita da seguinte forma: arrefecimento (janela entreaberta durante a noite e na hora de maior calor ligar o AC, que nem sempre é preciso). O escritório (espaço de trabalho) é de apenas 30 m2 e está bem isolado. O aquecimento era realizado por caldeira do prédio (custos de condomínio).

    Agora que mudámos de casa, iremos manter este sistema mas com aquecimento realizado por recuperador de calor (também o frio do Norte é bem diferente do friozinho de Lisboa).
  10.  # 111

    Tenho um sistema de 1100w (cerca de 1600€), com um ROI estimado para 5 anos. Uma casa habitada metade do ano, mas com consumos constantes diários ( motor piscina e frigorífico).

    No frigorifico não se pode fazer nada, mas quanto ao motor (700w), está o horário de funcionamento optimizado em função da necessidade de renovação de água e do horário solar.

    Tenho tido decréscimos da conta mensal a rondar os 20-30€.
    a casa tem tudo electrico.
  11.  # 112

    Colocado por: Dacepa


    Após 3 anos é de graça. Até lá pagou-se.

    E mais o dinheiro no banco não rende nada, com o investimento que fiz está a render €60 mês. É maneira de ver as coisas.





    Por acaso pelas 17 estou em casa. Mesmo nos meses mais agrestes de tempo como os que passamos era viável esta solução. Ainda assim não vejo o problema de antecipar tudo duas horas e a roupa ficar dentro da máquina após torção e estar lavada pelas 15 aproveitando mais a força solar. Existe ainda a hipótese de as máquinas serem de lavar e secar logo não há esse grandioso problema de a roupa ficar dentro do tambor.





    Ainda não vi nenhum.





    Sempre foi o que desejei dos fóruns. Não ver só o nosso lado.

    No meu caso temos então vários pontos:

    O dinheiro não fazia falta para outro lado.
    O retorno vai ser extremamente curto por ter aproveitado o fundo ambiental.
    Poupo €60 mensais (FV + BC) por fazer gestão dos equipamentos que já tinha.
    A partir daí é lucro se não houver avarias.
    Não acrescentei equipamentos para acrescentar poupança fictícia.

    No geral, e isto é o que interessa, eu achei ter feito uma boa decisão.

    NB_Viseu não me conhece mas eu não tenho problemas nenhuns dizer que errei se achar que o fiz. Aliás já o dissepor aqui se não fosse o Fundo não teria colocado BC mas teria apostado mais em FV e teria somente removido um dos 2 Termoacumuladores que tinha em casa. E provavelmente colocado um gestor de excedentes.

    De leitores novos ou velhos que tirem as conclusões.


    Se o dinheiro não lhe fazia falta noutro lado, então é porque não tem créditos que amortizar... Pensando bem não, porque:

    Supondo que gastou € 6.000,00 (terá gasto bem menos até mas só para facilitar as contas). Ora, poupando 60€ por mês, quer dizer que tem uma rentabilidade de, pelo menos, 1% ao MÊS!! Fantástico, uma taxa de rentabilidade de, pelo menos, 12% ao ano. E pode sempre reaver esse valor do capital inicial como sucederia com qualquer aplicação financeira sem risco... A não, afinal não pode... ganha (supostamente) 60€ ao mês mas o dinheiro que investiu ninguém lhe devolve... Por isso, afinal a rentabilidade é 0... Falava comigo,

    Já sei, daqui a uns anos está amortizado o valor e a partir daí é sempre a ganhar (a não se que lhe avarie o inversor... ou outra coisa qualquer). Portanto faz um investimento onde daqui a 10 anos (supondo) consegue reaver o capital nominal que investiu. Boa, eu arranjo-lhe um investimento onde consegue isso em 6 anos... Dê-me valor que "não lhe faça falta noutro lado" que daqui a 6 anos eu devolvo-lhe por inteiro, o mesmo valor nominal. :)

    Já agora as suas contas de ROI colocam o preço do KWH a que valor? Ao de 20 cts/Kwh como já vi por aqui escrito? Que tal meter a 50 cts, ainda recupera o valor mais depressa.

    Não colocaria aqui a questão do Fundo Ambiental... porque com esse apoio eu até forrava a casa com painéis, comprava duas BC, metia eólicas e forrava a casa a capoto por debaixo dos painéis(mesmo que a seguir fosse para retirar e vender... certamente não perdia dinheiro com financiamentos de 70% a fundo perdido). Mas isso sejam painéis fotovoltaícos, seja anzóis para a pesca...

    Como já disse e repito. Quem instalou FV desejo a melhor das sortes. Se recuperar o investimento, brutal, se poupar algum melhor ainda. Agora comparemos o comparável... não posso comparar uma realidade em que não me preocupo com os consumos com uma realidade em que meto as máquinas a lavar no pico do sol, mesmo que para isso a tenha de meter num programa mais longo e com 8 ou 9 h de antecedência com uma realidade em que metia a máquina a lavar quando chegava a casa às 20h, ao invés de também a programar para iniciar a sua lavagem no período fora do vazio...

    A poupança não resulta do FV, resulta de hábitos de consumo mais cuidados... E ainda bem que assim é. Mas não se ignore que o sal é salgado e o açúcar é doce! Se aparecer alguém (ou vários, porque não são 10 ou 15 que fazem uma estatística) que daqui a 10 anos já tenham recuperado o investimento e tenham mais 10 ou 15 anos de poupança efectiva dos custos energéticos (com os custos inerentes à manutenção, avarias do sistema, etc.) face ao que teriam com os mesmos hábitos cuidados no consumo energético que agora têm por via de terem um sistema solar, então digo: estou errado! Não tenho qualquer problema com isso, erro todos os dias.

    Até lá são só projecções baseadas numa realidade que cada um dá mais para o lado e pressupostos que quer...
  12.  # 113

    Colocado por: Pedro BarradasTenho um sistema de 1100w (cerca de 1600€), com um ROI estimado para 5 anos. Uma casa habitada metade do ano, mas com consumos constantes diários ( motor piscina e frigorífico).

    No frigorifico não se pode fazer nada, mas quanto ao motor (700w), está o horário de funcionamento optimizado em função da necessidade de renovação de água e do horário solar.

    Tenho tido decréscimos da conta mensal a rondar os 20-30€.
    a casa tem tudo electrico.


    Qual o valor Khw que baseou as suas contas?
    • eu
    • 18 janeiro 2023 editado

     # 114

    Colocado por: NB_ViseuSó se tomar banho à noite.

    E qual é o problema de tomar banho à noite ou até quando se chega a casa do trabalho. Mas vou dar-lhe outra novidade chocante: os termoacumuladores mantêm a água quente por mais de 24 horas.

    Colocado por: NB_ViseuUma novidade para si, espere o pôr-do-sol, o vento habitual dessa altura do dia e abra as janelas de casa. Vai ver se não fica com a casa mais fresca do que estar com a AC ligado 5 horas antes de chegar a casa :):):):)

    Então quem instala AC deve ser tonto, afinal não é preciso AC para nada. Outra novidade: os AC também servem para aquecer. Também abre as janelas no inverno para aquecer a sua casa?

    Colocado por: NB_ViseuE por fim, lá está. Um programa de lavagem habitual (para se considerado, tem de ser habitual) que dura 3 horas... :0:0

    Qual é o problema de um programa de lavagem de 3 horas? A máquina tem esse programa, é até o mais económico. O que interessa é chegar a casa e ter a roupa lavada. Nem sei porque fica melindrado.

    Colocado por: NB_ViseuQue mania que alguns têm de enveredar por determinados caminhos, sem olhar a riscos, cair no chão e depois continuarem a afirmar que foram pelo caminho certo.


    Que mania que algumas pessoas têm de criticar as escolhas dos outros, sem as conhecer de lado nenhum, sem saber que sistema têm, sem saber quanto estão a poupar, sem saber quanto tempo demoram a amortizar o investimento, no fundo, sem saber nada de nada.

    Estas pessoas querem à força acreditar que os outros fizeram uma má escolha. Isto parece que já nem é uma questão de contas ou amortizações, isto entra certamente no domínio da psicologia.
    Concordam com este comentário: Bruno.Alves
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bruno.Alves
  13.  # 115

    NB_Viseu

    Ainda bem que é sábio nas contas, isso ninguém lhe tira os meus parabéns.

    Agora gastei um total de €4850. Daí retiro 23% (€1.115) = €3.734. Daqui o fundo pagou 85% (€3.174) ficando a meu cargo €560. Somam-se os atrás referidos 23€ dá €1.675. ISto foi o que paguei por uma Bomba de Calor e FV.
    Tirei os decimais que também não é preciso tanto.
    Sendo que a poupança (não não vou ver as faturas anteriores já me basta pagá-las uma vez) é de +€50 por mês em pouco mais ou mesmo em 3 anos está paga.
    Cada 3 anos após isso encaixo +-€1500.

    Perdi o capital inicial mas vou recuperá-lo n x (só o futuro o dirá).
    Os relatos é que por 10 anos estou bem e os painéis continuam funcionais por 20 anos.

    Estou com o Kw a 0.15 isso dos 0.02 penso eu que não durará muito tempo, se assim for, olha demoro mais tempo a pagar painéis.

    Já reparei que não gosta muito de renováveis, é uma escolha sua, mas trabalhando em casa e podendo, meu amigo já tinha colocado uns painéiszinhos.

    Dos meus gastos e créditos, além dos que aqui mostrei, são meus para saber, novamente o dinheiro é meu faço o que quiser.

    Já o outro dizia, gasto em jogo, p*tas e vinho verde e o resto é mal gasto...
  14.  # 116

    E.... cá temos mais um colega forista a saber melhor da carteira dos outros que os próprios. Já há muito tempo que fazia falta, pois então...

    Colocado por: NB_ViseuNão colocaria aqui a questão do Fundo Ambiental... porque com esse apoio eu até forrava a casa com painéis, comprava duas BC, metia eólicas e forrava a casa a capoto por debaixo dos painéis

    Não colocava porque não lhe ajuda à narrativa. Porque se colocasse, veria que é um "no brainer" instalar 2000Wp por 1000€, que FACILMENTE retorna em 3-4 anos.
    E se ia fazer isso tudo com o FA boa sorte, porque no meu caso os montantes eram bem limitados dentro dos investimentos que fiz. O único apoio de facto percentualmente relevante são os painéis.
    Em 3-4 anos tenho os painéis pagos (fácil 20€/mês de poupança em média, muito mais na realidade, mas o que é que eu sei das minhas contas?), a partir daí poupo umas centenas por ano, correndo bem durante 25 anos. Mas o que é que sei das minhas contas?

    Colocado por: NB_Viseunão posso comparar uma realidade em que não me preocupo com os consumos com uma realidade em que meto as máquinas a lavar no pico do sol, mesmo que para isso a tenha de meter num programa mais longo e com 8 ou 9 h de antecedência com uma realidade em que metia a máquina a lavar quando chegava a casa às 20h, ao invés de também a programar para iniciar a sua lavagem no período fora do vazio...

    Esta discussão já aconteceu com os seus antecessores que sabem mais da carteira dos últimos que os próprios. Acredite, já cá passaram vários a saber mais da carteira dos outros, você não é nada exclusivo ;-)
    As pessoas que o fazem, com transtornos mínimos (ou até nenhuns) e poupam muito dinheiro estão satisfeitos. Como mais uma vez não ajuda à sua narrativa, faz parecer que é um trauma gigante quando QUEM O FAZ não tem problema nenhum com isso.

    Colocado por: NB_ViseuSó se tomar banho à noite...

    Em minha casa toma-se banho (geralmente) só à noite há 10 anos. Antes da BC aquecia água com um recuperador a lenha que tinha de ser "ligado" todos os dias. Aquecia, tomava-se banho, ficava frio. Só se voltava a aquecer no dia a seguir (obviamente que pontualmente usava-se a resistência de backup, mas tão raro quanto possível). Agora a BC aquece a água durante o dia, à noite toma-se banho, no dia a seguir aquece outra vez.
    Este conforto também vale dinheiro, certo? Não ter de acender a lareira todos os dias, inclusivamente verão? Ah e a lenha também custava dinheiro. E se a água for aquecida gratuitamente, se precisar de água quente num instante é só carregar num botão, não é melhor do que antes? Assim já vale a pena aproveitar o sol?

    Tome conta da sua carteira, deixe os outros tomarem conta da deles.
    Concordam com este comentário: eu
  15.  # 117

    Colocado por: NB_ViseuQual o valor Khw que baseou as suas contas?

    Arrendondando.( sem 14% d desconto)..
    0.15€/ kW
    0.14€/ dia o termo de potencia (6.9kVA)

    apartir de fevereiro já mudaram tudo (penalizam quem gasta menos! com esta historia de não aplicar a MIBEL e etc...), será:
    0.14€/ kW
    0.32€/ dia o termo de potencia (6.9kVA)

    fora outras taxinhas e IVA.
    • Sasapo
    • 18 janeiro 2023 editado

     # 118

    Colocado por: NB_ViseuPena é que não seja essa a generalidade dos 10M que habitam este país...

    Acho que está confuso , alguém aqui afirmou que o autoconsumo é perfeito para 100% da população? Está a arranjar problemas só mesmo para ser do contra, se não serve para si, ponha na beira do prato e siga em frente.
    Concordam com este comentário: Bruno.Alves
  16.  # 119

    Colocado por: eu
    E qual é o problema de tomar banho à noite ou até quando se chega a casa do trabalho. Mas vou dar-lhe outra novidade chocante: os termoacumuladores mantêm a água quente por mais de 24 horas.


    Então quem instala AC deve ser tonto, afinal não é preciso AC para nada. Outra novidade: os AC também servem para aquecer. Também abre as janelas no inverno para aquecer a sua casa?


    Qual é o problema de um programa de lavagem de 3 horas? A máquina tem esse programa, é até o mais económico. O que interessa é chegar a casa e ter a roupa lavada. Nem sei porque fica melindrado.



    Que mania que algumas pessoas têm de criticar as escolhas dos outros, sem as conhecer de lado nenhum, sem saber que sistema têm, sem saber quanto estão a poupar, sem saber quanto tempo demoram a amortizar o investimento, no fundo, sem saber nada de nada.

    Estas pessoas querem à força acreditar que os outros fizeram uma má escolha. Isto parece que já nem é uma questão de contas ou amortizações, isto entra certamente no domínio da psicologia.
    Concordam com este comentário:Bruno.Alves
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Bruno.Alves


    Se ligam o AC, CINCO horas antes de chegarem a casa... Sim, são tontos.
    O AC serve para aquecer. Onde está o argumento que não o vejo...

    Não fico melindrado... só não percebo porque é que não programam essa lavagem para as horas de vazio... Para poderem dizer que estariam a pagar X cts/Khw e que é esse o valor que estão poupar? Pois...
    Já outros parecem que querem forçar aos restantes a demonstração de que fizeram uma boa escolha... ainda que não tenham de demonstrar nada a ninguém...

    Será para obterem uma pseudo-validação das suas escolhas?
    Será porque querem afirmar que tomaram uma boa decisão (ainda que verifiquem que não foi tão boa assim e até pode mesmo vir a ser má)?
    Ou será que querem que as suas escolhas sejam replicadas, ainda que "sem as conhecer de lado nenhum", sem saber que s consumos que têm, sem saber quanto estão a poupar por não terem realizado investimentos que não são amortizáveis, mesmo desconsiderando o custo de oportunidade, "no fundo, sem saber nada de nada".

    É claro que não se pode ser bem recebido quem faz as perguntas certas... porque normalmente, as respostas são as erradas (não é neste assunto em particular, é em tudo).

    A que valor de Kwh simulou o plano de amortização do equipamento?
    Qual o seu consumo se adoptasse os hábitos de consumo que agora se vê "obrigado" a aceitar por via da necessidde de aproveitar as horas de maior produção?
    Que valor considerou para manutenção e falhas do equipamento?
    Tem o equipamento seguro? Qual o acréscimo de valor do prémio?
    Adquiriu outros equipamentos para atingir os valores de "poupança" criados pelo sistema solar? Como faz a sua amortização no plano de investimento?
    etc, etc, etc,

    P.S.: a propósito, estou certo que devem existir aqui pelo fórum, mas ainda não vi ninguém referir que elaborou um plano de investimento e rentabilidade considerando o apoio do Fundo Ambiental que afinal não lhe veio a ser concedido...
  17.  # 120

    Colocado por: DacepaNB_Viseu

    Ainda bem que é sábio nas contas, isso ninguém lhe tira os meus parabéns.

    Agora gastei um total de €4850. Daí retiro 23% (€1.115) = €3.734. Daqui o fundo pagou 85% (€3.174) ficando a meu cargo €560. Somam-se os atrás referidos 23€ dá €1.675. ISto foi o que paguei por uma Bomba de Calor e FV.
    Tirei os decimais que também não é preciso tanto.
    Sendo que a poupança (não não vou ver as faturas anteriores já me basta pagá-las uma vez) é de +€50 por mês em pouco mais ou mesmo em 3 anos está paga.
    Cada 3 anos após isso encaixo +-€1500.

    Perdi o capital inicial mas vou recuperá-lo n x (só o futuro o dirá).
    Os relatos é que por 10 anos estou bem e os painéis continuam funcionais por 20 anos.

    Estou com o Kw a 0.15 isso dos 0.02 penso eu que não durará muito tempo, se assim for, olha demoro mais tempo a pagar painéis.

    Já reparei que não gosta muito de renováveis, é uma escolha sua, mas trabalhando em casa e podendo, meu amigo já tinha colocado uns painéiszinhos.

    Dos meus gastos e créditos, além dos que aqui mostrei, são meus para saber, novamente o dinheiro é meu faço o que quiser.

    Já o outro dizia, gasto em jogo, p*tas e vinho verde e o resto é mal gasto...


    Podia colocar não... vou colocar, por certo. Assim, exista Fundo Ambiental como sucedeu no seu caso.

    Como disse atrás, o Fundo Ambiental altera totalmente a lógica do reeinvestimento. Se continuar a existir (mesmo que não fosse a esses 85%, até forrava a casa a painéis e comprava logo duas BC e tudo o mais que pudesse... ainda que aquilo não ficasse lá por casa muito tempo...

    Mas até que enfim: está com os Kw a 0,15 (certo é um valor aceitável). Mas como diz e bem, e se colocasse a 0,02€. Mais uns anos diz o caro forista?
    Pois bem, então faça-me um favor (só se quiser, está claro), para simular as condições actuais:
    a) retire o apoio do Fundo Ambiental;
    b) coloque o valor do Kw a € 0,03;
    c) veja o número de anos em que recupera o investimento (recuperar o dinheiro que gastou... pode mesmo ignorar custo de oportunidade, manutenções e avarias, etc, etc.)
    d) em %, qual o acréscimo que isso resulta para o seu plano de investimento;
    e) imagine que era o consultor de uma grande empresa e propunha um investimento com retorno a 4 anos (deve ser o seu prazo actual, imagino). E passado uns dias de realizar o investimento, vai ter com o CEO e diz-lhe que afinal, o retorno é 0 e não vai conseguir recuperar o investimento (o Kwh a € 0,03 é impossível recuperar no tempo de vida útil
    do equipamento). Acha que mantinha o emprego...?

    claro que o valor de 0,03 (actualmente até inferior) não vai permanecer no mercado indexado para sempre, nem se calhar já para meio deste mês... O que pretendo demonstrar é que "as contas" só demonstram os pressupostos que utilizamos e há por aí muita gente a fazer contas com os pressupostos necessários para que elas batam certo...

    Fiz-me entender?
 
0.0371 seg. NEW