Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    Estou numa situação semelhante e é possível sim reinvestir numa casa doada, no entanto com as seguintes condições (não exaustivo e confirmado pela AT):
    -Imovel alienado era de HPP;
    -Imovel doado é para fins de HPP dentro do prazo estabelecido para o reinvestimento;
    -Reinvestimento é feito com o "devido licenciamento" (retirado do CIRS) da câmara municipal: aberto a interpretação. Pode ter sorte como pode não ter e não ser chamado/a para fiscalização para o ano em que declarar o reinvestimento. Para jogar pelo seguro, a obra deverá ser licenciada ou ter tido comunicação prévia, pelas informações vinculativas da AT, este requisito é apertado sempre que há fiscalização, sendo necessário mesmo para obras isentas de licenciamento.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Palhava
  2.  # 22

    Colocado por: frpin

    Nesse mesmo link tem isto: "O imóvel vendido é a morada própria e permanente e as mais-valias (o valor de venda deduzido da amortização de eventual empréstimo contraído para a aquisição do imóvel)são totalmente reinvestidas na compra, construção ou reabilitação de outra habitação destinada a morada própria e permanente, no prazo de 24 meses anteriores ou 36 meses posteriores à venda da casa;"


    Não vejo contradição nenhuma com o caso exposto: aplicação do dinheiro em casa doada.

    Se aplicar TODO o dinheiro da venda do apartamento inicial NÃO PAGA MAIS VALIAS.

    Mas se só se aplicar parte do dinheiro na nova casa(seja comprada ou doada---tendo em conta o post# 21 é realmente possível) vai sempre pagar PROPORCIONALMENTE. E essas despesas que a AT aceite serão importantes para abater.

    Seja como for pode-se colocar a questão no e-balcao.
  3.  # 23

    Colocado por: PalhavaNão dá.As finanças não aceitam.
    Teria de aplicar numa nova casa comprada com o dinheiro da primeira.


    Foi você que disse isto!