Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 101

    Bem falamos de baixos orçamentos, orçamentos altos, e tambem más execuções. Mas será isso argumento para dizer que não se deve fazer casas com certas opções ao nivel da arquitectura???
    Não será melhor dizer ( e alertar as pessoas ) sempre, que as opções devem ser tomadas mediante orçamentos correctos e boas execuções?? e já agora previligiar um projecto pensado mediante a exposição solar em vez das opções meramente esteticas ou duvidosamente mais funcionais??

    já agora nessa das caleiras, tinham o chamado tubo ladrão ?? como terão sido executados os ralos??
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 102

    Colocado por: marco1Bem falamos de baixos orçamentos, orçamentos altos, e tambem más execuções. Mas será isso argumento para dizer que não se deve fazer casas com certas opções ao nivel da arquitectura???
    Não será melhor dizer ( e alertar as pessoas ) sempre, que as opções devem ser tomadas mediante orçamentos correctos e boas execuções?? e já agora previligiar um projecto pensado mediante a exposição solar em vez das opções meramente esteticas ou duvidosamente mais funcionais??

    já agora nessa das caleiras, tinham o chamado tubo ladrão ?? como terão sido executados os ralos??


    O problema, é garantir que o orçamento, mesmo o mais correcto e/ou caro e de empresa conceituada, vai ser bem executado. Como essa garantia não existe, e tendo em conta as adicionais exigencias deste tipo de construcção para garantir qualidade e futuro conforto, eu por ex, actualmente se fosse eng ou arq, tendo em conta o que vejo por aí, diria e frizava as vezes necessarias isto mesmo ao meu cliente. A partir daí, se o cliente pretende-se na mesma esse tipo de obra, projectava-a com todo o gosto, mas de consciencia tranquila e com certeza de que o tinha informado 100% do panorama nacional. Passam 5 anos, casa feita, sem problemas, ok cliente satisfeito com eng/arq e empreiteiro. No caso de problemas, cliente a lamentar, mas com grande consideração pelo eng/arq.

    Quanto á casa das caleiras, não sei qual era o problema, só sei que estava ali á vista. Uma coisa é certa, se o dono soubesse o que o esperava, aquela casa hoje era outra...

    Abraço e boa noite, Pedro
  4.  # 103

    bom dia, como já informei em outros tópicos vou construir a minha casa em sistema de construção LSF, a cobertura será em chapa perfilada dupla com lã mineral de 80 mm no meio, as caleira serão em aço lacado com a particularidade de serem desniveladas e as saídas de diâmetro relativo á área de escoamento.Os tubos de descarga terão uma entrada de ar para eliminar o tal problema que falaram de não escoamento assim evito o efeito de vácuo e as tampas de saída vão ter um fusivél de emergência á altura de dois terços, assim penso que as águas em excesso não infiltrarão no interior.
  5.  # 104

    Por acaso conheço as casas de águeda e acredite Pedro que aquilo que se vê por fora e o valor que elas custaram nada tem a ver com a qualidade de construção.
    Este é o grande problema. A forma como se constroi e não as opções arquitectónicas.
    Já agora em Aveiro é como em todo lado. Constroi-se bem mas tb se constroi muito mal.
  6.  # 105

    Colocado por: zedasilvaPor acaso conheço as casas de águeda e acredite Pedro que aquilo que se vê por fora e o valor que elas custaram nada tem a ver com a qualidade de construção.
    Este é o grande problema. A forma como se constroi e não as opções arquitectónicas.
    Já agora em Aveiro é como em todo lado. Constroi-se bem mas tb se constroi muito mal.


    Concordo consigo, é exactamente o que disse que eu defendo. Gosto muito das casas tipo modernas, aliás a minha tem alguns pormenores desse tipo, mas tendo em conta a sensibilidade e formação que não existe em grande parte das empresas/empreiteiros em Portugal, e repito, e tendo em conta as adicionais exigencias deste tipo de construcção para garantir qualidade e futuro conforto, eu não aconselho este tipo de construcção, para já, a ninguem, na minha opinião é sempre um risco...

    Apenas falei dos valores envolvidos porque há quem defenda que a culpa é das pessoas que vão ao mais barato... A culpa é de todos, menos dos donos das casas. Nenhum dono diz para o empreiteiro:- olhe, solde/isole isso +/- e depois logo se vê se mete água...

    Eu falei de casas de Agueda pq são casos que conheço bem. Outras vejo pelo país, que embora sem conhecer bem, apresentam "sintomas" identicos, como seja, uma escada encostada numa parede para aceder á cobertura, uma parede encharcada, enquanto por ex as restantes já secas, etc.

    Abraço, Pedro
    • GA
    • 24 Março 2010

     # 106

    Ainda não construi mas já tenho o projecto terminado e aprovado. Uma das situações que me deparo actualmente, e que partilho aqui no forum por poder ajudar alguém que passe pelo mesmo no futuro, é relativa ao tamanho dos vãos.

    Quando pedi orçamentos de caixilharia (PVC) verifiquei que as medidas dos vãos talvez pudessem ter sido projectadas de acordo com os tamanhos dos modelos das marcas do PVC, isto porque às vezes por uma diferença de 10/20cm entre altura do vão projectada e altura máxima de um modelo de janela acontece o seguinte:
    ou ficamos com o modelo mais barato mas que não dá garantia porque o vão passa 10/20cm do limite máximo desse modelo, ou temos que escolher o modelo de janela "acima" que é obviamente mais caro, ou baixamos os tais 10/20cm do próprio vão em obra, para que possa ficar com o modelo mais barato e com garantia.

    Ou seja, se fosse hoje talvez tivesse pensado melhor na altura que quis para 2 vãos em particular (ambos com 2,40m de altura) pois a marca do PVC que escolhi não tem janelas/portas corredoras até essa altura, daí que tive que ser obrigado a contratualizar 2 corredoras paralelas, bem mais caras. Assim se vê que por uma questão de poucos centimetros foram necessários mais euros.

    Cumprimentos
  7.  # 107

    GA

    simplesmente porque o quis.
    um bom projecto tambem tem de ser um projecto que "afine" certas situações e duvido que se tivesse metido esses vãos com menos x cm, a casa ficasse disfigurada pois há sempre formas de equilibrar o desenho de um alçado.
    • GA
    • 24 Março 2010

     # 108

    Claro que sim, foi uma opção que tomei entre as possíveis.
    Do ponto de vista estético, reduzir os vãos não me agradou muito até porque já os achava um pouco baixos para o desejado. Além disso, não se esqueça que o projecto já está aprovado, portanto não posso fazer assim tantas alterações para "remediar".
    Onde concordamos é de facto no "afinar" o projecto tendo em conta as características do material a colocar.

    Por exemplo, de que vale projectar um vão de 3m de altura e 3m largura para PVC, se depois não há estrutura em PVC que "aguente" essas dimensões sem ser com uma bandeira superior? E quem não gosta de ver as bandeiras e quer apenas 2 folhas?
  8.  # 109

    se fosse hoje talvez tivesse pensado melhor na altura que quis para 2 vãos em particular (ambos com 2,40m de altura


    Mas isto toda a gente aprende quando começa a pedir orçamentos. Menos, os arquitectos, que esquecem-se de duplicar o valor da caixilharia para essas medidas.......
  9.  # 110

    Na Technal esse preço não duplica.
  10.  # 111

    50% a 70%. Desculpem a imprecisão....
  11.  # 112

    nos meus projectos, a dimensão das janelas "só segue" com a aprovação do cliente.
    • GA
    • 24 Março 2010

     # 113

    Tudo certo Marco, mas o profissional (que tem toda a informação e conhecimento técnico) é que deve estar atento e responsável por reparar nestes pormenores. Também é por isso que é pago ;)
    Se não informar os clientes previamente dos prós e contras, das opções que se podem executar, o cliente aprova o que vê e não conhece... só depois (como no meu caso) é que se depara com a situação.
    Concordam com este comentário: two-rok
  12.  # 114

    Colocado por: LucilioBoa noite;
    ...
    - Colocava granito na fachada onde existe o recuperador de calor (parede sempre suja), brevemente lá terei de o fazer.
    ...
    Cump.
    Lucilio

    É o segundo comentário referente ao recuperador de calor. Realmente os recuperadores de calor sujam? Como? Como resolver?
  13.  # 115

    Colocado por: aprendiz2
    Colocado por: Miguel SeabraClaro que sim, mas será que consegue repor a energia em tempo real nesse volume todo de ar? Possivelmente terá que ter um sistema de aquecimento muito potente e com consumos elevados, não concorda?


    como aqueceria uma nave de uma igreja ou Mosteiro??

    ou um pavilhão??

    que sistema usava ou propunha??


    A maioria das igrejas em Inglaterra tem aquecimento. Lembro-me de uma em particular (e não é nada pequena) que me apercebi do quentinho que estava, pois estava a nevar quando lá fui e era com radiadores a água, muito bem disfarçados na arquitectura.
    http://www.pictures-of-york.com/york-minster/
  14. Ícone informação Anunciar aqui?

  15.  # 116

    Ainda não construí, mas já posso dizer o que teria mudado...(para já)
    Teria sido mais criteriosa na escolha do terreno, pois fomos movidos pela "paixão" campestre e tinha algumas desvantagens imptes, nomeadamente:
    A exposição Solar (é pouca devido a ficar ao lado de um monte com um pinhal)
    As temperaturas locais são amenas no Verão graças ao denso arvoredo mas gélidas no Inverno tb devido ao mesmo factor (temos árvores lindíssimas: azinheiras com 50 anos, loureiros, tílias, azevinhos, carvalhos, sobreiros, todos de grande porte)
    O árvoredo fez-nos gastar uma pipa de massa em abates e limpeza de ramos para assegurar a segurança para o inicío da obra (tb não pensamos nisto: são muito bonitas mas têm o seu custo; obviamente que a manutenção não é anual senão matava-me!!! :) )

    Por outro lado tem já o aspecto de quintinha como queríamos, com entrada já pronta (era uma propriedade abandonada).

    Mas de facto o Sol é o que me preocupa mais de momento; Por isso optei por uma arquitectura sóbria, com envidraçados amplos mas q.b., só uma varanda, pardes interiores e tectos em pladur com isolamento, parede dupla com isolamento...

    Espero ter ajudado... Suponho que fomos muito impulsivos, eu e o meu marido. Mas agora sendo o terreno nosso vamos prosseguir... Agora só tenho medo do preço final...

    Um abraço a todos
  16.  # 117

    Mais ninguém está interessado em partilhar as más experiências?
    Esta discussão parece-me das mais interessantes do fórum para quem pretende construir uma casa.
    Abraço!
  17.  # 118

    Colocado por: pcarneiroBoas,

    O que fazia de diferente se fosse hoje era definir o quanto antescomo queremos a cozinha e respectivo layout.
    Tinha um desenho, mandei o electricista chumbar as tomadas, o picheleiro os respectivos tubos e agora, vou mudar o layout.
    Chiça! toca a fazer rasgos e a trocar tomadas.
    Para quem vai construir, pode achar-nos malucos ao pensar:
    "Esta malta não sabe o que quer... Parte, Abre e fecha rasgos, etc..."

    Mas estas coisas acontecem mesmo.
    A mim aconteceu apenas por 1 pormenor que não gosto. E se nao gosto e como a casa é para mim e para toda a minha vida, tenho de ter as coisas como gosto.
    O que se passou foi o facto de no desenho 3D vermos 1 cozinha com os armários todos alinhados e agora na realidade o frigorífico estimado vai ficar cerca de 10 cm de fora para que as portas possam abrir... BAH.
    Imaginem um conjunto de armários que preenchem uma parece com 4,5m todos alinhados e na zona do frigorifico ficar de fora?
    Cheguei à conclusão de encastrar o frigorifico nas portas do armario, mas assim o desenho fica feio. Fica um bloco com 120cm com portas, outro igual e depois 1 de 60 com o forno e microondas e depois o resto dos armarios.
    por isso, toca a distribuir os electrodomesticos novamente...
    é assim mesmo a vida...

    Cheers,

    Estas pessoas agradeceram este comentário:cpplrc



    existem frigorificos especificos para este tipo de paredes.. com profundidade quase igual aos armarios. ver AEG ou Lieberr.
  18.  # 119

    Estou a ver que os tempos de "Agora é que eu devia estar a começar a minha obra..." acabaram, é bom sinal!
  19.  # 120

    Colocado por: MrRIPEstou a ver que os tempos de "Agora é que eu devia estar a começar a minha obra..." acabaram, é bom sinal!


    Antes fosse verdade...

    Eu se fosse agora escolhia melhor o arquitecto, o fiscal de obra e o empreiteiro. Penso que todos me aldrabaram.
    Pois foram muitos os erros que eles poderiam ter evitado: escadas fora do sítio, palas mal fixas à estrutura...

    E ainda só vou a meio...
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">