Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boas tardes!

    Venho pedir ajuda pois encontro-me num situação um tanto ao quanto que complicada.
    Eu Adoptei um cão a cerca de ano e meio no canil de Lisboa.
    Em Fevereiro mudei-me e a pouco tempo comecei com problemas por causa do mesmo.
    O meu cão ladra apenas ocasionalmente, ou quando nos sente a porta do prédio (a mim ou a minha esposa) ou quando passa um cão na rua que não é assim tantas vezes. Passa os dias a dormir e a única actividade que o animal tem é quando estamos em casa. (a partir das 17/18h).
    A crise é que o meu vizinho de baixo se queixa do barulho. O meu cão não é mudo logo é normal que ele o ouça mas a uns dias ele fez queixa a policia e eles foram la notificar-nos e avisar que seriamos multados se algo similar se repetisse. Eu digo que é pura implicância uma vez que o prédio tem 3 cães, e a policia só foi notificada por causa do meu.

    O que é que eu posso fazer ou como me posso defender desta situação?
    Estou como se costuma dizer: com um grande pó ao homem. não sei o que fazer nem como fazer uma vez que as queixas dele são infundamentadas, mas como a policia quando foi a minha casa ao tocar a campainha fez o meu cão ladrar e eles deram a queixa como valida.

    Agradeço desde já a vossa ajuda.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

    • eu
    • 12 Agosto 2011

     # 2

    É por isso que nunca tive animais enquanto vivia no apartamento.
    Concordam com este comentário: luisamiranda
  3.  # 3

    Colocado por: RicardoRmas como a policia quando foi a minha casa ao tocar a campainha fez o meu cão ladrar e eles deram a queixa como valida.


    Faça queixa do seu vizinho ladrar, quando o policia lhe tocar à porta e ele perguntar "Quem é?" o Sr. responde "Está a ver? Está a ver?"
    Concordam com este comentário: Luis K. W., Isis, Jorge Rocha, gonzales, Oliveir@, SofiaPaula, joah, sisu

  4.  # 4

    Não sei como pode resolver o problema, sinceramente... mas procure uma associação de defesa dos animais, que devem ter experiência no assunto.
    Entretanto, e se conseguir (ou a sua mulher) fale com o vizinho e procure apelar-lhe ao coração (pronto, eu sei que é um sapo que engole, mas...).
  5.  # 5

    Mas o canito ladra durante a noite, por exemplo? Algum outro vizinho se queixa? Sinceramente acho isso muito estranho... A polícia deu a queixa como válida e ameaçou multar só porque o animal lhes ladrou a eles, desconhecidos? Se o cão não tem realmente, como diz, comportamentos que incomodem os vizinhos a ponto de haver queixas, e se trata apenas de implicação, então não percebo com que fundamentos o podem multar! Olhe, se puder ligue uma câmara ao pc e deixe-a a gravar durante a vossa ausência para perceberem se de facto há barulho fora do normal ou se o bicho realmente está sossegado a maior parte do tempo, já é um ponto de partida. Sinceramente não percebo certas pessoas... Já um cão não pode abrir a boca para falar de vez em quando?!?
  6.  # 6

    Colocado por: euÉ por isso que nunca tive animais enquanto vivia no apartamento.


    Nas moradias não é assim tão melhor, as pessoas queixam-se na mesma porque os bicho ladram, e não são raros os casos em que arranjam maneira de os envenenar fazendo com que tenham uma morte horrível e cruel, já para não falar do desgosto dos donos... Sei do que falo pois tem acontecido na zona onde agora habito, e não só... Sinceramente acho que as pessoas perdem a cabeça com pouco... Eu oiço os cães das moradias à minha volta ladrar e nunca perdi um minuto de sono com isso. São cães, se miassem é que era estranho!
    Concordam com este comentário: raulschone
  7.  # 7

    Dou razão ao seu vizinho: cães em apartamentos, a menos que sejam treinados ou nascidos nesse ambiente, provocam distúrbios.

    Se o cão ladra qdo os outros passam, isso diz tudo, esse cão está aquilo que se chama "verde" e está provavelmente em sofrimento,e o seu vizinho tb, pois ninguém gosta de ter um cão a ladrar ao lado, seja de meia em meia hora, seja de hora a hora, não tem que sujeitar o seu vizinho a isso.

    Acho que deverá desistir desse cão enquanto tiver apartamento ou treiná-lo para para tal, o que poderá ser uma tarefa difícil (e cara) dependendo da raça e da idade do cão.

    Mas faça o que fizer não abandone esse cão, arranje-lhe novo dono ou retorne-o ao canil.
    Concordam com este comentário: Luis K. W., Pedro Fernandes, Layman, virtualpraxis
  8.  # 8

    Colocado por: ParamonteDou razão ao seu vizinho: cães em apartamentos, a menos que sejam treinados ou nascidos nesse ambiente, provocam distúrbios.
    .


    Não me leve a mal Paramonte, mas neste momento, por exemplo, estou na minha sala e alguns cães das moradias em frente à minha casa estão a ladrar. Estão a provocar distúrbios? Serei eu que não sou normal por não me incomodar? E nem sequer tenho cães!
  9.  # 9

    Tive, na família (eu, irmã, pais), ao longo de muitos anos, 5 Boxers.
    Eram muito brincalhões, poderosíssimos (para o tamanho), e não tinham medo de nada.
    Os meus Boxers nunca perderam uma luta contra outros cães lá da rua. Mas só lutavam contra cães maiores que eles - como que a disputar o título de «rei da rua» (havia um que era o terror dos Doberman, que até se escondiam quando o viam).
    Nenhum deles gostava de ladrar.
    Era muito mais frequente ouvi-los a rrrrrosnar (de maneira aterradora, diga-se).
    Mas, ok, podemos dizer que isto - de não ladrar - tem a ver com a raça.

    Mais tarde, tive também no meu apErtamento, durante alguns (poucos) anos, 2 pastor-alemães.
    Eram cães imponentes, inteligentes e muito obedientes.
    Quando corriam lado-a-lado, enormes, em direcção a alguém (ou a algum cão) metiam medo.
    Curiosamente, estes também raramente ladravam.
    E foram, durante anos, os guardas-nocturnos das minhas obras. E que guardas!

    Isso de o seu cão ladrar terá a ver com a educação que os donos lhe dão?

    No prédio de uma pessoa amiga, de cada vez que alguém entra no prédio (nem que seja às 4 da manhã) os caniches do 1.º e 2.º andares desatam a ladrar e ACORDAM o prédio todo.
    O seu cão faz-me lembrar esses caniches, pelo que sou solidário com a "sorte" do seu vizinho.

    1. desadopte o cão.
    2. compre uma coleira que dá choques ao cão de cada vez que ele ladrar.
    3. ofereça um protector auditivo (daqueles que se usam nas pistas dos aeroportos) ao seu vizinho.
    Concordam com este comentário: Jorge Rocha, Layman
  10.  # 10

    Sofia Paula:

    Eu tive um cão na moradia ao lado da minha que ladrava toda a noite, e eu vivia bem com isso pois o quintal ainda fazia uma certa distância,e enfim, atenuava até gostava do bicho (foi abandonado e toda a nossa rua adotou o cão) e era eu que o alimentava.

    Mas agora num apartamento aquilo faz caixa de ressonância e é horrivel. Alem de que uma coisa é o ladrar natural de um cão num quintal, outra coisa é que os cães fechados têm tendência para fazer o ladrar pânico, ou ladrar ganir, o que é uma história à parte. Vai-me desculpar mas um cão fechado em casa todo o dia que não tenha sido habituado a isso é obra para a vizinhança, e quando chega o cio, uhiii uhiii
  11.  # 11

    Ainda acerca desse cão, ele não tolerava ficar fechado em parte alguma, pois nem nos nossos quintais admitia que o fechassem, entrava qdo lhe apetecia e saía do mesmo modo.

    Uma ocasião uma alma piedosa veio buscar o cão, o q nos deu um certo alívio, pois o bicho ainda ladrava bastante, essa pessoa tinha quintal e morava a cerca de 10 km de distância. Passado uma semana o animal voltou pelo seu pé à nossa rua!! A mesma pessoa voltou e levou-o de vez, imagino o bicho em sofrimento aí amarrado em algum quintal.

    Agora imaginem aquele bicho num apartamento!!!
  12.  # 12

    Paramonte,
    Também já estive nessa situação: prédio + cão histérico = caixa de ressonância... A minha vizinha de baixo, na altura, tinha um cão assim, o Pantufa... Admito que acordei em pânico algumas vezes até que me habituei e simplesmente deixei de o ouvir (deve ser alguma capacidade tipo super-herói que tenho). No entanto este era um caso mesmo extremo de "cão histérico" =0)
    A minha questão é se será mesmo esse o caso do RicardoR... Porque também sei o que são vizinhos implicativos/paranóicos, e esses sim aborrecem-me a valer!
    De qualquer forma e acima de tudo, como já o Paramonte tinha dito, abandono é que não, por favor!
  13.  # 13

    Uma coisa é um animal ou outra coisa qualquer fazer barulho á noite, outra é fazer durante o dia...
    se o cão apenas faz barulho (e nem deve ser por aí além) durante o dia, então mande o vizinho ir ás couves...

    Fale com a gnr e explique-lhes isso mesmo...não se pode multar uma pessoa por ela ter um animal que durante o dia ladra...e nem vale a pena falarem em apartamentos...tanto em apartamentos como em moradias a **** é a mesma...

    Se assim fosse, então haveriam ainda mais animais abandonados e no canil só porque os donos não os podiam ter em casa porque incomodavam os vizinhos durante o dia...haja paciencia...

    Adorava estar na sua situação, acredite que sim!
    Concordam com este comentário: raulschone, SofiaPaula, home_sweet_home
  14.  # 14

    Eu moro numa rua muito pacata e aí por volta de junho/julho (começo de férias) é ver um espectáculo horroroso: carros a pararem a meio da noite, abre-se uma porta e sai de lá um cão corrido a pontapé. O animal fica ali vários dias pois pensa que o dono (a quem o cão deu amor e carinho) vai voltar para o vir buscar. Depois quando percebem que isso não vai acontecer, vão normalmente para imediações de restaurantes onde lhes cheira a comida, muitos acabam por ter uma morte horrível, atropelados, com fome pois vomitam a comida dos restaurantes, ou tão simplesmente com sede.

    Portanto àqueles que abandonam cães, vocês são tão somente energumenos.

    É muito bonito ver os animais numa vitrina e comprá-los para dar aos filhos, mas os cães não são de peluche, tem os seus direitos e necessidades e sofrem como nós.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Layman, SofiaPaula, angelaval
    • kami
    • 12 Agosto 2011

     # 15

    Boas

    Se calhar o melhor é comprar-lhe uma coleira que dá um pequeno choque sempre que ele ladra! Ou então acho que há também outras coleiras que libertam um cheiro que eles não gostam nada (cães)...

    Dizem que é eficaz... que após algum tempo deixam de ladrar com medo de levar um choque ou um cheiro desagradável.

    Cumps
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

  16.  # 16

    =0(
    Que tristeza de gente...

    Edit: referia-me ao último comentário do Paramonte
  17.  # 17

    Ao ler alguns dos comentários, só me vem à mente aquela frase do: Quanto mais tempo estou com certas pessoas, mas gosto dos meus cães.
    Sempre tive a sorte de morar em casas isoladas e assim sempre posso conviver com os meus cães.
    PARA QUEM VISITAR A MINHA CASA e reclamar dos meus cães, eu explico: 1º - Eles moram aqui, tu não! 2º - Se não queres pêlos na roupa, não me venhas visitar e nao te metas com eles! 3º - Para ti é um animal... Para mim são irmãos cabeludos, que caminham em quatro patas, comunicam claramente e sentem como as pessoas sentem!
    Estas pessoas agradeceram este comentário: SofiaPaula, sisu
  18.  # 18

    Colocado por: Luis K. W.Isso de o seu cão ladrar terá a ver com a educação que os donos lhe dão?


    Penso que também é da raça. Todos os serras da estrela que tive ladravam à noite. 3 boxers, nenhum deles ladrava.
  19.  # 19

    É um ruivinho muito giro!
    Gosto da manchinha branca na testa
    =0)
  20.  # 20

    por aqui tambem moram bastantes animais...tenho um casal de yorkshires, um golden retriever e um border collie. ;)
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">