Iniciar sessão ou registar-se
  1. Ainda diz o Joel que era falso aquele relato de os médicos irem para casa receber... Lembra-se Joel? Pelo visto nem era preciso o covid, já é do sistema mesmo...
  2. Colocado por: JoelM

    exacto... mas isto nada tem a ver com COVID ou sem COVID! E nem todos os médicos sao especialistas.... (felizmente)

    mas que estou estupefacto com a leviandade com que se reconhece fazer ilegalidades, lá isso estou...


    Nem todos os médicos são especialistas??!

    Só há médicos especialistas e internos...os internos para especialistas caminham em 4, 5 ou 6 anos (dependendo da especialidade).

    De resto há uma minoria de tarefeiros - médicos que não tiveram nota para entrar na especialidade ou estrangeiros cuja especialização não é reconhecida. E eu não recomendo "cair" nas mão de tarefeiros! Já nas dos internos enfim...depende muito, mas cada vez mais têm formação deficitária e dependência do especialista (são demasiados).
  3. Colocado por: manelvcAinda diz o Joel que era falso aquele relato de os médicos irem para casa receber... Lembra-se Joel? Pelo visto nem era preciso o covid, já é do sistema mesmo...


    Claro que estivemos muito por casa! Se fecharam os blocos e cancelaram as consultas, só nos restava fazer urgnecia da especialidade e urgência COVID (se quisessemos).
  4. Colocado por: JoelM

    exacto... mas isto nada tem a ver com COVID ou sem COVID! E nem todos os médicos sao especialistas.... (felizmente)

    mas que estou estupefacto com a leviandade com que se reconhece fazer ilegalidades, lá isso estou...



    Que ilegalidades são essas?
  5. Colocado por: JoelM



    exacto!


    Os internos são pouco "capazes", estão em formação...não é boa ideia ter muita fé num! Tenha atenção!
  6. Colocado por: Gambino


    Que ilegalidades são essas?

    O que você faz !
    Isso pode ser a norma no seu sítio .... mas não venha com coisas a dizer que todos fazem ...
  7. Colocado por: JoelM



    esta!



    Nestes anos já ouvi muitas vezes colegas e o advogado da ordem que nos representa...

    Isso não é contra uma lei propriamente dita.

    É uma violação de conduta laboral, por norma (pelo que já expliquei de falta de tarefas) "...sem impacto no funcionamento do serviço porque o ausente não se revela determinante naquele período para execução de quaisquer funções, nem quaisquer lhe estavam atribuídas..."

    Mais ainda acresce que "...não há comprovação de qualquer ausência, pois não há incumprimento de nenhuma tarefa ou objectivo na data em causa e o ponto está assinado/marcado..."
  8. Colocado por: JoelM

    a discussao era se os hospitais tiveram fechados e o pessoal (nao só médicos) esteve em casa sem fazer nenhum. Isto porque eu disse que deviamos estar agradecidos aos trabalhadores do SNS durante a pandemia.


    Sim muitos estiveram em casa.

    Os hospitais não estavam fechados, mas as consultas de rotina estavam canceladas, assim como os blocos de rotina, as listas de espera e tudo o que não fosse urgência. Basicamente só funcionavam urgências.
  9. Colocado por: enf.magalhaes
    O que você faz !
    Isso pode ser a norma no seu sítio .... mas não venha com coisas a dizer que todos fazem ...


    Já estive em "vários sitios" e todos funcionam assim e não me venha com moralismos baratos que não tenho idade nem pachorra para isso.

    E por favor leia mais abaixo sobre "ilegalidade".
  10. Colocado por: JoelM

    por outras palavras, é ilegal mas nao tera problemas com isso!


    Ilegal segundo o antigo advogado da ordem que se reformou era "oposto a uma lei", mas não existe essa lei. Logo isto é "anti-regulamentar" pois é contra regulamentos.

    E sim, impossível de comprovar, pelo que sempre percebi, se você está vazio de funções e objectivos...lá está, se não tem consulta, se não tem bloco, se não urgência, se não tem tarefa atribuída, vão dizer que você não fez o quê?! É a tal coisa, vão acusa-lo de não estar na máquina de café? De não andar a passear? De nao ir ao refeitório??
  11. Colocado por: JoelM

    por outras palavras, é ilegal mas nao tera problemas com isso!

    essa de só haver ausência se houve rincumprimento de alguma tarefa é mesmo descricao à medida que dá jeito...



    as urgências funcionam sem gente? o pessoal internado que nao foi mandado para casa, deixou de receber tratamento? comida? etc?

    os hospitais para COVID nao tinham pessoal?


    As urgências de cada especialidade não têm lá toda a gente da especialidade. Por exemplo na minha, e muitas outras, a urgência é assegurada por 1 elemento. 1 - 24h.

    Os internados começaram a reduzir, ou tinham alta ou morriam...e não entravam novos porque deixou de haver afluência que não fosse COVID.

    Os hospitais COVID tinham pessoal, muito em casa. Algum na urgência propria do COVID, sobretudo internos e especialistas de algumas especialidades ligadas ao COVID e outros que se voluntariassem (mas não eram obrigados).
  12. Colocado por: JoelM

    ainda nao percbeu que o problema nao é o que nao faz, mas estar a receber de 2 lados ao mesmo tempo?!?!

    é o que eu digo, a ética há muito que se perdeu quando se justifica com contorcionismos de palavras!


    Eu?! Então eu estou a denunciar a situação! Acha que não percebo?!

    Mas se acha isso o maior problema do SNS e da medicina devia ler os problemas que elenquei ontem por aqui nesta tópico. Esses sim são...
  13. Colocado por: JoelM

    entao chamou moralista ao enfermeiro...

    nao é maior nem menor, é um problema, está apenas a tentar relativizar a situacao, e nao é problema do SNS, é da falta de ética e profissionalismo das pessoas! Sei que lhe é "estranho", mas tem de tentar que isso lhe entre!

    onde trabalho nao temos horario de entrada nem de saída, cada um chega e saí à hora que quer isto porque confiam que os trabalhores sao sérios!


    Acho que ainda não entendeu que eu posso ficar no hospital e não se confunda já fiquei muitas vezes nesses dias, mas tem de se mentalizar que não tenho mesmo o que fazer, nem onde permanecer!

    Dê-me um gabinete, um bloco, vagas no internamento e na UCI e vai ver que eu e muitos colegas passamos a estar no hospital mais tempo. Não digo o tempo todo porque como actualmente somos tantos colegas, rapidamente, com esses meios adequados para todos, esgotaríamos as listas de consultas e cirurgias.
  14. Colocado por: JoelM

    mais uma vez relembro o cerne da questao:



    Às vezes também não estou, vou tratar de coisas e dos filhos. Mas se não estiver eu a ganhar, está outro colega, os doentes não querem saber, querem é a consulta ou a cirurgia no privado com celeridade.

    Tem de fazer mais uma denuncia à ordem...

    Exercício: O bastonário alguma vez esteve na privada no horário do SNS por estar vazio de tarefas?

    Vai ser uma razia nas carteiras profissionais!
  15. Outro problema: se estivermos todos no hospital que estamos vazios de funções nesses dias...nem o refeitório e a cafetaria vão chegar. Acho que vamos ter de tomar de assalto as salas de espera!
  16. Que façam contratos a part time então...
  17. Acho que esta "confirmação" abriu a caixa da Pandora na cabeça do Joel 😁
    Concordam com este comentário: Gambino
  18. Colocado por: manelvcQue façam contratos a part time então...


    Dado o volume de pessoal existente e não despedindo ninguém era uma possibilidade, mas não dispensaria mais meios na mesma.
  19. Colocado por: JoelM

    isto justifica alguma coisa?

    mais uma vez é o mesmo argumento que os politicos usam para nao serem sérios, "ah mas os outros também fazem..." "é pratica comum" "se estivesses no meu lugar fazias igual", etc etc etc...

    nada legitima a falta de ética!



    Então tenho de levar "tau-tau".

    Não preciso do SNS, é verdade, não é "bluff", não treta, não é mentira...
  20. Colocado por: JoelM

    acabei de mandar sms a uma amiga que trabalha no s joao a perguntar se é assim tao generalizado...

    estou sem palavras!


    Médica?
 
0.6682 seg. NEW