Iniciar sessão ou registar-se
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 1

  1.  # 2

    que azeiteiro, isso veio da casa do tony?
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 3

    Sem contexto, assumiu desde logo que é azeiteiro, assim de chapa (?).
    Eu, antes de ter o contexto, assumi interessantíssimo o contraste branco vs dourado.
    Não sei que é o Tony.
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 4

    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 5

    Depuradíssimo.
    Arquitectura Aires Mateus
    Fonte : https://www.architectural-review.com/today/house-in-alcobaca-portugal-by-aires-mateus
    Concordam com este comentário: joaosantos
      dezeen_House-in-Alcobaca-by-Aires-Mateus_24.jpg
      136_290500701.jpg
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 6

  2.  # 7

    Sim, assumi porque não gosto e adjectivei da forma que mais me parece correcta, já as restantes estão com bem melhor aspecto. No hard feelings.

    O Tony é o segundo presidente de Portugal, não conheces mesmo?! Fez cá uma excelente carreira.
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 8

    Colocado por: TicMicSim, assumi porque não gosto e adjectivei da forma que mais me parece correcta, já as restantes estão com bem melhor aspecto. No hard feelings.
    Nenhuns mesmo !
    São "post its".
  3.  # 9

    Estamos a reinventar o passado.
    Interessante esta coisa das modas que vão e voltam como o vento, por vezes acho que é tudo uma questão de marketing e mentalismo.
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 10

    A qual moda se refere rjm ?
    De qualquer forma, penso que o mais importante é a pessoa encontrar a "sua" própria moda, o seu estilo, que o realiza, faz feliz, e com o qual se sente bem. E vivê-lo na sua casa.
    Assim sendo, e com essa segurança nas suas preferências (e sabemos sempre as nossas preferências no nosso íntimo) não haverá marketing ou mentalismo que tire o estilo pessoal. É preciso é ter-se essa segurança, do que efectivamente, nos faz felizes.
    Mas, por outro lado, há o lado técnico da matéria, que já não tem a ver com o simples gostar ou não. Mas isso é como tudo, tudo tem um lado técnico : como um meio para atingir um fim.
  4.  # 11

    Colocado por: CMartininteressantíssimo o contraste branco vs dourado.

    Em perspectiva : minimalismo. E o poder da cor.
  5.  # 12

    A moda do branco e preto e do branco e dourado já foi moda, depois ficou desactualizado, agora está na moda outra vez. Tipo as calças à boca de sino 😛
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 13

    Solid Surface-Luxolid® é um composto sintético baseado em resinas poliacrílicas altamente selecionadas e carregado com minerais (trilhidrato de alumínio), feitos no molde através de um processo polimérico.
    O resultado é um material com uma estrutura uniforme, de um nível de qualidade superior em comparação com os produtos produzidos pela placa: a partir da superfície interna, o Luxolid® não apresenta diferenças de cor ou compactação.
    Os produtos da Luxolid® são fabricados na Itália: desde a escolha da matéria-prima, até a mistura de acordo com fórmulas exclusivas, desde o estudo dos modelos até a realização no molde para finalmente passar ao acabamento feito em grande parte à mão.
    Produtos que sofreram danos, como arranhões profundos ou lascas, podem ser reparados. Para a limpeza, sugere-se secar os produtos para evitar que a água estagnada forme anéis de calcário (que, no entanto, não é capaz de atacar o produto). A limpeza diária pode ser feita com detergentes normais.
    Fonte : https://www.archiexpo.com/prod/relax-design/product-152786-1944761.html
      b_icon-relax-design-488425-reldf2368b0.jpg
      152786-124492452.jpg
      shell-2.jpg
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 14

    Colocado por: rjmpiresA moda do branco e preto e do branco e dourado já foi moda, depois ficou desactualizado, agora está na moda outra vez. Tipo as calças à boca de sino 😛

    É verdade, e todos sabemos, que existem tendências. As tendências e modas são supostamente resposta aos desejos e necessidades dos consumidores, que são estudados e colocados à disposição. Pode ser mais do que isto, é natural que seja também forma de impulsionar e manter os níveis de consumo. Uma coisa que alimenta a outra.
    Mas acho que, tendo um estilo próprio, por exemplo, isso diz-nos mais do que as modas. Difícilmente a intemporalidade valorizada será substituída por modas. As modas vêm e vão, a intemporalidade existirá para além disso, e, também acho que quem preza a intemporalidade no design, dificilmente se tentará unicamente por modas. Procurará, antes, um design com um valor maior e mais duradouro, constante.
    Assim, o preto, dourado e branco, agora uma tendência, nunca passou de moda, passa é a estar mais divulgado, acessível e massificado, durante um tempo pelo menos. Até à próxima moda. Estar à altura das modas será algo cansativo, nesta perspectiva - amanhã estará datado, desactualizado e esgotado como gosto nosso.Gosto que um dia tivemos.
    Não inventamos a roda, mas, sendo fiéis ao nosso estilo próprio em design de interiores, com técnica e intemporalidade, pode coincidir com uma moda numa determinada tendência numa determinada altura, mas, mesmo passando a moda, o estilo continuará a ser actual, contemporâneo, sustentando-se até enquanto correm outras modas.
    Se algo será apenas moda efémera em design ou se durará para além da moda, terá a ver, na minha opinião, com a forma clássica de a sua interpretação : se cumpriu ou não as regras (ou talvez a palavra melhor será as características) da beleza clássica, são elas : equilíbrio, simetria, harmonia e proporcionalidade. Esta é a parte técnica.
    Mas, há lugar, de forma técnica, para materializar de forma personalizada os tais equilíbrio, simetria, harmonia e proporcionalidade. Cumprindo as características não significa, na minha opinião, que não haja lugar ao individualismo ou personalização do ambiente.
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 15

    Preto, branco, dourado em ambiente Boca do Lobo.
    Fonte : https://www.bocadolobo.com/en/
      supernova-chandelier-08-zoom-boca-do-lobo.png
      ^6C66885C05ACDF8EA8C0B39093CC96EEF4DDCCA3A35E6BE55D^pimgpsh_fullsize_distr.jpg
  6.  # 16

    des goûts et des couleurs, on ne discute pas 😇
    Esse dourado...
    •  
      CMartin
    • 14 fevereiro 2021 editado

     # 17

    Je discute tout ☺️! Se calhar não está bem a ver o potencial da coisa :o) Betão e dourado. Oh la la 😊 O que se fazia com betão e um boa viga revestida a dourado. O contraste destas duas coisas tão diferentes. Que até representam linguagens tão opostas.
  7.  # 18

    Eu gosto do bling bling, mas nada de exageros, dourado e preto é sexy!

    Colocado por: CMartinMas acho que, tendo um estilo próprio, por exemplo, isso diz-nos mais do que as modas

    Por vezes também tem a ver com as fase da vida de cada um, hoje gostamos de uma coisa mas passados 10 anos já gostamos de outra coisa.
  8.  # 19

    Colocado por: rjmpiresPor vezes também tem a ver com as fase da vida de cada um, hoje gostamos de uma coisa mas passados 10 anos já gostamos de outra coisa.

    Eu achava que não, mas agora tenho a opinião que há uma idade, na transição para a maturidade, em que se dá um assentamento de ideias e de gostos. Deixamos de andar perdidos por modas apenas.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: mcc7
  9.  # 20

    Colocado por: rjmpiresdourado e preto é sexy!

    Muito !
 
0.0234 seg. NEW