Iniciar sessão ou registar-se
    •  
      GMCQ
    • 17 Janeiro 2017

     # 121

    Colocado por: enf.magalhaesEstou a construir a 4 km da cidade . Vejo a cidade da minha futura casa , tenho as comodidades perto , mas sem os stresses do estacionamento ou das compras em várias em viagens , etc


    4 km da cidade é pertíssimo! Você deve ter um pouco dos dois mundos.
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

    •  
      GMCQ
    • 17 Janeiro 2017

     # 122

    Colocado por: emad
    Relativo é tudo neste mundo. Falei no meu caso. Os meus sogros e os meus pais sempre foram e serao uma ajuda grande nesta materia e noutras. Isso de A não se dar com B é como tudo na vida.
    O meu filho gosta de estar na casa quer dos avós maternos quer paternos. Sempre fomentamos isso.
    Os valores passam-se de geração em geração.
    Quando as zangas acontecem é mau para todos.


    E ainda bem que o faz. É bom sinal.
  2.  # 123

    GMCG
    Em termos de localização é Top . À noite vejo a cidade iluminada , vejo as luzes no vale todo . E pego no carro e 5 min estou no trabalho. E tenho uma entrada da A3 a 2 km ....
    1160 metros de terreno oferecido pelo sogro porque se tivesse de comprar o sonho de construir ficava um bocadinho mais complicado.
    Concordam com este comentário: espt, GMCQ
  3. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  4.  # 124

    Colocado por: enf.magalhaesGMCG
    Em termos de localização é Top . À noite vejo a cidade iluminada , vejo as luzes no vale todo . E pego no carro e 5 min estou no trabalho. E tenho uma entrada da A3 a 2 km ....
    1160 metros de terreno oferecido pelo sogro porque se tivesse de comprar o sonho de construir ficava um bocadinho mais complicado.
    Concordam com este comentário:espt


    Esse, é estimá-lo!!!
    Concordam com este comentário: two-rok
  5.  # 125

    Sim os meus sogros sao impecáveis !
  6.  # 126

    Gosto muito do seu projecto. parabéns e boa sorte para esta aventura ;)
    • LeaR
    • 7 Fevereiro 2017

     # 127

    Sofreu algumas alterações, diminuido algumas áreas... criando uma área de circulação directa da cozinha para o hall, e casa de banho de serviço sem ser directo para o hall também... Algumas mudanças na suite, em especial closet e wc...

    Regra geral, estamos satisfeitos. Agora é esperar que me entreguem tudo da arquitectura e dar entrada na Câmara...
    • LeaR
    • 28 Março 2017

     # 128

    Aproveito para avisar que esta semana deverá dar entrada a arquitectura... Devia ter sido a semana passada, mas como pedi mais uma coisinha, acabou por atrasar.

    Sei que varia de Câmara para Câmara, mas quanto tempo demorou a resposta aos vossos? Dado que vivo num meio pequeno, e com poucas entradas do género, julgo que não deverá demorar mais que um mês... A ver vamos!
    •  
      GMCQ
    • 28 Março 2017

     # 129

    Colocado por: LearodAproveito para avisar que esta semana deverá dar entrada a arquitectura... Devia ter sido a semana passada, mas como pedi mais uma coisinha, acabou por atrasar.

    Sei que varia de Câmara para Câmara, mas quanto tempo demorou a resposta aos vossos? Dado que vivo num meio pequeno, e com poucas entradas do género, julgo que não deverá demorar mais que um mês... A ver vamos!


    Boa sorte e que corra tudo bem! :)
    • Amgr
    • 28 Março 2017

     # 130

    Dirigi-me à repartição de finanças para ver como proceder para alteração de parte do terreno de rústico para urbano. Foi-me dito que só com o alvará de utilização é que podia fazer esse pedido, e que teria de preencher o Modelo 1 de IMI (julgo que era esse) e preencher com áreas de construção, nº de pisos, etc. Ora isso são dados que ainda não tenho em concreto... e que só serão definidos de agora em diante com o arquitecto. É de facto assim? Tinha impressão que tinha 30 dias após a resposta da câmara um PIP para proceder a essa alteração.


    Desde já as minhas desculpas pela minha intervenção tardia, mas aconselhava a dirigir-se novamente a uma repartição de finanças e colocar novamente a questão, eu próprio tive esse mesmo problema e paguei coima no valor de 75€
  7.  # 131

    Colocado por: emadUm dos requisitos na escolha do terreno foi a proximidade com a cidade e as futuras escolas. Não queremos o filho a estudar nase aldeias. Porque quando crescerem e misturarem -se com a malta da cidade já levam um atraso de desenrascanco. Os muitos de hoje não crescem só em.casa, também crescem na escola e no ambiente exterior que os rodeia.


    Preconceito!
    Concordam com este comentário: M.Dias, mhpinto, two-rok
  8.  # 132

    Colocado por: LuisPereira

    Preconceito!


    E errado. Quanto mais urbanos somos, mais atados nos tornamos!
    • emad
    • 28 Março 2017

     # 133

    Não tenho preconceito nenhum.
    Eu sou da aldeia. Falo por mim.
    Não falei por ninguém.
  9.  # 134

    Colocado por: emadNão tenho preconceito nenhum.
    Eu sou da aldeia. Falo por mim.
    Não falei por ninguém.


    Acha-se, usando a sua terminologia, um enrascado?
  10.  # 135

    Colocado por: Skinkx

    E errado. Quanto mais urbanos somos, mais atados nos tornamos!
    Concordam com este comentário:LuisPereira,jorgferr,branco.valter,RCF

    A minha esposa morava no centro de Viseu, quando veio para Lisboa tinha andado meia dúzia de vezes de transportes públicos e nem um taxi sabia chamar....era a bons modos uma enrascada
    Concordam com este comentário: emad
  11. Ícone informação Anunciar aqui?

  12.  # 136

    Um advogado todo “da linha de Cascais” vai caçar patos para o Alentejo. Já na caça, dá um tiro e acerta num pato, mas o bicho cai dentro da propriedade de um lavrador. Enquanto o advogado saltava a vedação, o lavrador alentejano chega no tractor e pergunta-lhe o que estava ele a fazer.
    O advogado respondeu:
    - Acabei de matar um pato, mas ele caiu na sua terra, e agora vou buscá-lo.
    O alentejano responde:
    - Esta propriedade é privada, por isso não pode entrar.
    O advogado, indignado:
    - Eu sou um dos melhores advogados de Portugal! Se não me deixa ir buscar o pato eu processo-o e fico-lhe com tudo o que tem!
    O alentejano sorriu e disse:
    - O senhor não sabe como é que funcionam as coisas no Alentejo. Nós aqui temos o Código Napoleónico, ou seja, nós resolvemos estas pequenas zangas com a Regra Alentejana dos Três Pontapés: primeiro eu dou-lhe três pontapés; depois você dá-me três pontapés; e assim consecutivamente até um de nós desistir!
    O advogado já se estava a sentir violento há um bocado, olhou para o velho e pensou que era fácil dar-lhe uma carga de porrada. Por isso, aceitou resolver as coisas segundo o costume local.
    O alentejano, muito lentamente, saiu do tractor e caminhou até perto do advogado. O primeiro pontapé, dado com uma galocha bem pesada, acertou directamente nas bolas do advogado, que caiu de joelhos e vomitou. O segundo pontapé quase arrancou o nariz do advogado. Quando o advogado caiu de cara, com as dores, o lavrador apontou o terceiro pontapé aos rins, o que fez com que o outro quase desistisse.
    Contudo, o coração negro e vingativo do advogado falou mais forte. Ele não desistiu, levantou-se, todo ensanguentado, e disse:
    - Bora, velhote! Agora é a minha vez!
    O alentejano sorriu e disse:
    - Nah… Eu desisto! Leve lá o pato!
    Concordam com este comentário: tozepalma, two-rok
  13.  # 137

    Colocado por: jorgferrA minha esposa morava no centro de Viseu ... e nem um taxi sabia chamar..

    Eu vivi 2 anos no centro de Viseu nos anos 80, aquilo acho que ainda nem tinha táxis.
    :)
    • emad
    • 28 Março 2017

     # 138

    O Luís está a viver em Londres e conhece melhor do que ninguém como é viver numa cidade que depende dos transportes públicos.
    Agora mande um jovem fazer erasmus em Londres da Covilha e outro de Lisboa. Qual o que irá desenrascar-se melhor?
  14.  # 139

    Colocado por: emadO Luís está a viver em Londres e conhece melhor do que ninguém como é viver numa cidade que depende dos transportes públicos.
    Agora mande um jovem fazer erasmus em Londres da Covilha e outro de Lisboa. Qual o que irá desenrascar-se melhor?


    Não vivo em Londres, vivo bem mais a norte no meio das ovelhas e do verde!
    Já fui a Londres e não tive qualquer problema nem me perdi.
    Já fui muitas vezes a Lisboa e não tive qualquer problema nem me perdi.
    Já percorri todos os continentes, mais de duas dezenas de países e suas capitais e encontrei sempre o caminho para casa para as ovelhas e os campos verdejantes da província.
    O desenrascar ou o enrascar nada tem a ver onde se nasce e onde se vive, tem a ver com a educação a personalidade que se tem.

    O preconceito que quem vive na "santa terrinha" é um provinciano e um saloio não passa disso mesmo um preconceito.

    Conheço muito boa gente nascida e criada em Lisboa e arredores e são as pessoas mais enrascadas que conheço.
    Concordam com este comentário: RCF, Skinkx, skypt, larkhe, mhpinto, Victor Ribeiro, two-rok
  15.  # 140

    Colocado por: emadQual o que irá desenrascar-se melhor?

    O que falar melhor Inglês...
    Concordam com este comentário: emad, Skinkx, espt, two-rok
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">