Iniciar sessão ou registar-se
    • LeaR
    • 11 Outubro 2016 editado

     # 1

    Boa noite,

    Comprei há meses um terreno com 13000m2, no qual pretendo construir uma moradia. Antes de comprar, procedi a alguns cuidados, consultando PDMs, técnicos da Câmara local, etc... Foi-me sempre dito verbalmente que podia construir, e hoje recebi a resposta ao meu pedido de informação prévia, com a resposta positiva para construção.

    1 - Dirigi-me à repartição de finanças para ver como proceder para alteração de parte do terreno de rústico para urbano. Foi-me dito que só com o alvará de utilização é que podia fazer esse pedido, e que teria de preencher o Modelo 1 de IMI (julgo que era esse) e preencher com áreas de construção, nº de pisos, etc. Ora isso são dados que ainda não tenho em concreto... e que só serão definidos de agora em diante com o arquitecto. É de facto assim? Tinha impressão que tinha 30 dias após a resposta da câmara um PIP para proceder a essa alteração.

    2 - em anexo envio imagens - do terreno, da orientação solar, e de uma ideia base para o projecto. De notar que o terreno tem algum declive, e a casa poderá ter de acompanhar esse declive de 1m - 1.5m assentando por exemplo a garagem ou a cozinha e garagem num patamar mais elevado. Fico à espera de críticas ;)


    Planta
    orientaçãosolar
    Terreno
    Legenda da última imagem:
    A vermelho o terreno, e a roxo a possível área de implantação.
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

  2.  # 2

    Boa tarde,

    Ponto 1 - faz apenas a alteração após concluir a moradia, a questão que levanta dos 30 dias e do PIP deve ser alguma informação errada que obteve.

    Ponto 2 - o projeto parece ter algumas áreas mal calculadas assim como a funcionalidade da planta, veja por exemplo o percurso que faz desde porta de entrada até à sala, ou a forma como a circulação da zona privada da casa se cruza com circulação da área social.

    Boa sorte
    Nuno Costa
    Www.doisarquitectos.com
  3.  # 3

    é pena esses degraus dentro de casa. eu fugia deles
  4.  # 4

    1º nasce a planta depois nasce a planta no terreno,....depois dá nisto.

    eu pelo menos não consigo perceber o que é que essa casa tem a ver com esse terreno, assim como acho um enorme desperdício de áreas e com uma péssima interligação de áreas.
    por exemplo recebe alguém em casa e o percurso até á sala ou é feito pelo escritório (?) ou pela zona das refeições, depois ainda com uma cozinha enorme possivelmente para ter uma mesa no meio e com uma sala de refeições logo ali ao lado, ou seja duplicação e desperdício de áreas.
    precisa de tantos alpendres a ladear a casa??
    peça ao arquiteto para fazer uma implantação perpendicular á estrada ou seja não fazer a frente da casa paralela á estrada, ele que tente orientar a casa a sul pois tem terreno para isso.
    Concordam com este comentário: CMartin, nunogouveia, box
  5.  # 5

    Acho a área dos quartos excessiva.
    Eu também prescindiria dos degraus.
    • LeaR
    • 11 Outubro 2016 editado

     # 6

    Colocado por: marco1
    eu pelo menos não consigo perceber o que é que essa casa tem a ver com esse terreno, assim como acho um enorme desperdício de áreas e com uma péssima interligação de áreas.


    Acha as áreas demasiado grandes em que divisões? O que sugere para melhor interligação de áreas?

    Colocado por: marco1por exemplo recebe alguém em casa e o percurso até á sala ou é feito pelo escritório (?) ou pela zona das refeições, depois ainda com uma cozinha enorme possivelmente para ter uma mesa no meio e com uma sala de refeições logo ali ao lado, ou seja duplicação e desperdício de áreas.
    precisa de tantos alpendres a ladear a casa??


    Ora, de facto não pretendemos a disposição da sala de estar desta forma por essa mesma razão - não gostamos de termos de passar pela sala de jantar. será um ponto a mudar.

    Colocado por: marco1peça ao arquiteto para fazer uma implantação perpendicular á estrada ou seja não fazer a frente da casa paralela á estrada, ele que tente orientar a casa a sul pois tem terreno para isso.
    A casa ficará mais elevada que a estrada, uma vez que o terreno está 1 metro aproximadamente mais elevado que a estrada, e com uma frente de 10 a 12 metros para jardim. Assim nem me preocupa a entrada ser paralela à estrada. por último, deixámos também cair a ideia de tantos alpendes pela moradia. Irá ficar só na área da sala e possivelmente cozinha.

    Colocado por: doisarquitectosPonto 2 - o projeto parece ter algumas áreas mal calculadas assim como a funcionalidade da planta, veja por exemplo o percurso que faz desde porta de entrada até à sala, ou a forma como a circulação da zona privada da casa se cruza com circulação da área social.


    A área privada não cruza com área social... Pelo que percebi da planta, tem umas escadas, e esse corredor das escadas tem uma parede, que serve de separação física até ao hall.
  6.  # 7

    learod

    quanto á implantação eu ter dito que não ficava bem a fachada paralela á estrada, não era por razões estéticas, mas sim por se for perpendicular, orientar melhor a casa ao sol. e tirar melhor partido da configuração do terreno e declive.
    tal como está a pensar vai ter uma garagem na parte de trás na zona mais alta, o que pressupõe contornar a casa apartir da estrada e rampear.
    quanto ás áreas, eu até sou adepto de áreas generosas mas com sentido, a sua casa aparentemente tem quartos grandes, cozinha enorme, mas tudo bem cada um +e que sabe até onde pode ir.
    agora tem é de ver consoante o seu estilo de vida se pode cortar em algo, pois cada m2 custa dinheiro que pode fazer falta para investir em boas caixilharias por exemplo e outras coisas mais.
    enfim não estou a dizer que essa planta não possa ser exequível com os devidos afinamentos mas em termos de implantação ao terreno não gosto.
  7.  # 8

    Colocado por: Learod
    1 - Dirigi-me à repartição de finanças para ver como proceder para alteração de parte do terreno de rústico para urbano. Foi-me dito que só com o alvará de utilização é que podia fazer esse pedido, e que teria de preencher o Modelo 1 de IMI (julgo que era esse) e preencher com áreas de construção, nº de pisos, etc. Ora isso são dados que ainda não tenho em concreto... e que só serão definidos de agora em diante com o arquitecto. É de facto assim? Tinha impressão que tinha 30 dias após a resposta da câmara um PIP para proceder a essa alteração.



    Tem 30 dias após a aprovação do projecto (arquitectura e especialidades) para proceder a essa alteração. Passados esses 30 dias, incorre em coimas.
    O que você tem em mãos é um parecer favorável a um pedido de informação prévia. De seguida tem que aprovar o projecto de arquitectura e os projectos de especialidades, por fases ou duma vez só. Após a Câmara aprovar as especialidades e lhe enviar o respectivo ofício é que você pode e deve proceder à alteração do terreno de rústico para urbano na respectiva repartição de finanças.

    Isto tanto quanto é o meu melhor endendimento.
  8.  # 9

    Colocado por: SkinkxTem 30 dias após a aprovação do projecto

    Eu acho que são 60 dias !!
  9.  # 10

    Atenção o prazo é após conclusão das obras de edificação, portanto após a emissão da autorização de utilização e não tem haver com aprovação da arquitectura ou especialidades. Quantos projetos são aprovados e não se segue para a sua edificação?
  10.  # 11

    Colocado por: doisarquitectosAtenção o prazo é após conclusão das obras de edificação

    Isso é para o registo da casa, a alteração de terreno rústico para urbano, é após a aprovação dos projectos.
    Concordam com este comentário: Skinkx, ultrahipermega
    • LeaR
    • 22 Dezembro 2016 editado

     # 12

    Boa noite,

    Depois de 2 meses de interregno neste tópico, que volte à vida :D

    Venho mostrar a ideia base, o desenho inicial do gabinete de arquitectura, completamente diferente do inicial... Isto porque não se trata do arquitecto inicial, já que por motivos de saúde do mesmo, tivemos de mudar.


    Assim, venho pedir observações e críticas.

    A esclarecer:

    1 - A casa ficará paralela à estrada como sugerido atrás.
    2 - dado que temos imenso terreno para o lado direito, e muito mais plano (o lado esquerdo tem algum declive) optámos por ter a sala e zona de lazer para esse lado, de forma a mais tarde poder implementar uma piscina e ter uma área mais "aberta", mais ampla.

    Planta
    (abrir a imagem noutro separador para ver em maior)

    Fico a aguardar pelo descascanço!!!
  11.  # 13

    Muito parecida com uma planta que tinha para um certo terreno inviável para construção mas "on steroids". Gosto do conceito, muito!

    edit: Já tem 3D disto?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: LeaR
  12.  # 14

    Para mim não se aproveita nada, (começa a tornar.se um rotina!!), excesso de áreas, não gosto da planta, um degrau no meio da sala!!! acho que isso até é proibido!

    Como os arquitectos já desistiram (excepto o marco1), alguém tem que falar mal ;-))
    Concordam com este comentário: jfsmoreira
    Estas pessoas agradeceram este comentário: LeaR
  13.  # 15

    Colocado por: Learod2 - dado que temos imenso terreno para o lado direito, e muito mais plano (o lado esquerdo tem algum declive) optámos por ter a sala e zona de lazer para esse lado, de forma a mais tarde poder implementar uma piscina e ter uma área mais "aberta", mais ampla.


    e fica com a zona de lazer virada a norte?
  14. Ícone informação Anunciar aqui?

  15.  # 16

    Esta planta está confusa, mas gosto mais do que da 1ª.
    Muita área de circulação.
    O corredor que passa da garagem para a sala podia ser uma despensa.
    Também gosto de ver o desnível na sala, mas não o faria.
  16.  # 17

    são muitos os erros, vou destacar apenas dois, que mostram a qualidade do "artista"
    A porta 1, deveria abrir para a esquerda. Um erro inaceitável.
    A porta 2, tem dois degrau do lado da abertura, convém colocar um colchão no pavimento para apoiar nas quedas....por mim o arquitonto era logo despedido!
    Concordam com este comentário: Luis K. W.
      xxxxxx.JPG
    • emad
    • 22 Dezembro 2016 editado

     # 18

    Eu apenas vou descacar na escolha do título do tópico."SONHO"?
    O Learod sabia que:
    - vai iniciar um processo bastante complexo?
    - vai começar a gastar o que tem e o que nao tem?
    - vai chatear-se com o seu arquitecto?
    - vai chatear-se com a sua cara metade?
    - vai chatear-se com o construtor?
    - vai chatear-se com o electricista?
    -vai chatear-se com o picheleiro?
    -vai chatear-se com o carpinteiro?
    -vai chatear-se com a Camara?
    -vai chatear-se com o pintor?
    -vai chatear-se com o serralheiro?
    - vai chatear-se com o engenheiro?
    - vai perder a paciência para aturar os seus amigos e familiares?
    - vai começar a medicar-se para a hipertensão?
    - vai perder cabelo?
    Bem a única coisa que vai ganhar mesmo mesmo sao cabelos brancos. Agora concretizar um sonho, nao sei!
    Depois quando estiver o sonho concluido, vai pagar impostos, e nunca mais vai deixar de gastar dinheiro na manutenção e melhoramento do seu sonho.
    Nao quero desanima-lo, mas ainda vai a tempo de substituir esse pesadelo por um verdadeiro sonho.
    Concordam com este comentário: tipla
    Estas pessoas agradeceram este comentário: EFHV
  17.  # 19

    Colocado por: emad- vai chatear-se com o seu arquitecto?
    - vai chatear-se com a sua cara metade?
    - vai chatear-se com o construtor?
    - vai chatear-se com o electricista?
    -vai chatear-se com o picheleiro?
    -vai chatear-se com o carpinteiro?
    -vai chatear-se com a Camara?
    -vai chatear-se com o pintor?
    -vai chatear-se com o serralheiro?
    - vai chatear-se com o engenheiro?

    Falta aí a Picareta ;-))
    Concordam com este comentário: emad, two-rok
    • NBA
    • 22 Dezembro 2016

     # 20

    Colocado por: Learod1 - Dirigi-me à repartição de finanças para ver como proceder para alteração de parte do terreno de rústico para urbano. Foi-me dito que só com o alvará de utilização é que podia fazer esse pedido, e que teria de preencher o Modelo 1 de IMI (julgo que era esse) e preencher com áreas de construção, nº de pisos, etc. Ora isso são dados que ainda não tenho em concreto... e que só serão definidos de agora em diante com o arquitecto. É de facto assim? Tinha impressão que tinha 30 dias após a resposta da câmara um PIP para proceder a essa alteração.


    Ainda nem comecei a ler o seu tópico no entanto posso dizer por experiência própria que tem 3 meses a partir da data de emissão da licença de construção para passar o terreno de rústico para urbano. A partir dessa data paga coima que também já lhe digo não é nenhuma fortuna (70 Euros Penso)pelo menos foi o que me disseram nas Finanças.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">