Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Venho aqui apenas para alertar para não fazerem contratos de exclusividade.
    Passou-se comigo e a Remax onde tenho um apartamento á venda.
    Aconteçe que eu próprio arranjei um cliente para comprar o meu apartamento, como tenho contrato com a Remax para o vender levei o cliente á Remax para que o negocio se realiza-se. O apartamento estava á venda por 92.000 mil euros e esta em saldo pois antes estava á venda por 97.500, ( comissão da Remax são 7.500 ),
    acontece que o cliente só podia dar 83.000 euros, dinheiro na mão, como tinha urgência em vender aceitei em baixar o valor para 78.000 de modo a vender o apartamento se a Remax baixa-se também a comissão para 5.000 (78.000+5.000=83.000 )visto ter sido eu a arranjar o cliente( acho que seria justo).
    Para meu espanto recusaram-se a baixar o valor da comissão em 2.500 dizendo que só baixavam 1.000, fazendo assim eu perder este negócio que era tão importante para mim.
    agora não sei quando vai aparecer outro comprador.
    É isto que eles fazem aos clientes, ganham milhões e por 2.500 euros não vendem uma casa o que seria bom para eles e para mim. Tenham atenção.
  2.  # 2

    O que aconselho é a rescindir de imediato o contrato com eles.
    Diz que já não está interessado na venda.
    Concordam com este comentário: joba68
  3.  # 3

    É chato, mas a imobiliaria não tinha de aceitar a sua proposta.
    O negocio tanto era importante para si como para a imobiliaria.
    Porquê que celebrou um contrato com exclusividade com a Remax?
    Concordam com este comentário: desofiapedro
    Estas pessoas agradeceram este comentário: joba68
    • eu
    • 10 Fevereiro 2019

     # 4

    Este fórum está cheio de exemplos que ilustram bem o ENORME erro que é celebrar contratos de exclusividade com imobiliárias.

    Nunca celebrem esse tipo de contrato. Aliás, precisam da imobiliária para quê? Porque não vendem diretamente? Hoje em dia com as ferramentas que existem para anunciar os imóveis na Internet, não precisamos de imobiliárias para quase nada.

    Eu vendi um apartamento diretamente, só com anúncio online e demorou uma semana. Não tive o menor problema, nem com o comprador, nem com o banco nem com a escritura. Tudo limpinho.
    Concordam com este comentário: 21papaleguas
  4.  # 5

    Colocado por: euEste fórum está cheio de exemplos que ilustram bem o ENORME erro que é celebrar contratos de exclusividade com imobiliárias.

    Nunca celebrem esse tipo de contrato. Aliás, precisam da imobiliária para quê? Porque não vendem diretamente? Hoje em dia com as ferramentas que existem para anunciar os imóveis na Internet, não precisamos de imobiliárias para quase nada.

    Eu vendi um apartamento diretamente, só com anúncio online e demorou uma semana. Não tive o menor problema, nem com o comprador, nem com o banco nem com a escritura. Tudo limpinho.

    Este forum está cheio de exemplos que qualquer negócio através das imobiliarias tem tudo para dar m e r d a.
    Concordam com este comentário: eu
    • zed
    • 10 Fevereiro 2019 editado

     # 6

    Amigo, se foi você que arranjou comprador então não tinha nada que meter a agência ao barulho...

    Mas tenho boas notícia para si: a exclusividade prende-se somente com o direito de promover o imóvel. Se, por exemplo, o potencial comprador veio até si através de conhecidos ou porque lhe bateu à porta então pode muito bem concretizar o negócio e a mediadora não tem direito a um tostão.

    Leve o seu contrato de mediação a um advogado e explique-lhe a situação para que ele lhe confirme isto e lhe explique como proceder para efectuar a venda.

    Os tribunais têm confirmado isto. Aconselho a leitura do seguinte artigo.

    No entanto – e aqui está o detalhe que muita gente não sabe – o cliente é livre de, durante o período de exclusividade, celebrar o negócio com terceiro que não lhe tenha sido apresentado pela mediadora, sendo que, nesse caso, esta não tem direito a qualquer comissão.

    Era já esse o entendimento da jurisprudência dos tribunais superiores sobre este assunto, concretizado neste acórdão do Tribunal da Relação de Guimarães de 20/4/2010. E muito recentemente, no passado dia 5/11/2015, o Tribunal da Relação de Évora veio pronunciar-se no mesmo sentido, solidificando essa linha de interpretação jurisprudencial.

    http://pedroluz.pt/2016/01/07/exclusividade-mas-nao-tanto/
    Estas pessoas agradeceram este comentário: eu, joba68
  5.  # 7

    Diogo999
    há 10 horas editado


    concordarremover agradecimento# 3citar

    É chato, mas a imobiliaria não tinha de aceitar a sua proposta.
    O negocio tanto era importante para si como para a imobiliaria.
    Porquê que celebrou um contrato com exclusividade com a Remax?


    Porque a Remax só faz contratos com exclusividade.
  6.  # 8

    Colocado por: zedAmigo, se foi você que arranjou comprador então não tinha nada que meter a agência ao barulho...

    Mas tenho boas notícia para si: a exclusividade prende-se somente com o direito de promover o imóvel. Se, por exemplo, o potencial comprador veio até si através de conhecidos ou porque lhe bateu à porta então pode muito bem concretizar o negócio e a mediadora não tem direito a um tostão.

    Leve o seu contrato de mediação a um advogado e explique-lhe a situação para que ele lhe confirme isto e lhe explique como proceder para efectuar a venda.

    Os tribunais têm confirmado isto. Aconselho a leitura do seguinte artigo.


    http://pedroluz.pt/2016/01/07/exclusividade-mas-nao-tanto/
    Estas pessoas agradeceram este comentário:joba68
    Obrigado pela informação, o que fiz foi, como falta apenas um mês para terminar o contrato, combinei com a pessoa interessada que fecharíamos o negócio dentro de um mês caso a mediadora não o consiga vender entretanto.
    • zed
    • 11 Fevereiro 2019

     # 9

    Já enviou carta registada de oposição à renovação do contrato de mediação?
    • joba68
    • 12 Fevereiro 2019 editado

     # 10

    Colocado por: zedJá enviou carta registada de oposição à renovação do contrato de mediação?

    Estou a tratar disso , o contrato só acaba dia 15 de Março, tenho de enviar pelo menos 10 dias antes de terminar.
  7.  # 11

    30 dias.
    Está no contracto.
    Leia bem o que está escrito.
    Se rescindir antes dos 30 dias também não vem mal ao mundo. Mais vale antes do que tarde.
    Concordam com este comentário: ADROatelier
  8.  # 12

    Os senhores da Remax são os mais chatos que encontrei no mercado imobiliário. Queriam à força toda convencer-me que era o melhor para mim, o contrato de exclusividade. Claro que expliquei 3 vezes (a 3 agentes) o meu ponto de vista, ao 4 desisti e nem me justifiquei.
  9.  # 13

    Para haver lugar ao pagamento da comissão imobiliária, a agencia tinha que provar que aprsentou o imóvel ao comprador.
    Pelo que refere, tal não sucedeu.
    Concordam com este comentário: Diogo999
  10.  # 14

    Vendemos o nosso apartamento a pouco tempo e fomos sempre contra os contratos de exclusividade com qualquer imobiliária. Tínhamos anúncios próprios em sites de compra e venda com valor algo mais baixo do que nas imobiliárias que celebramos contrato. Colocamos a venda em 5 ou 7 imobiliárias e correu muito bem, nada a reclamar. O problema que tivemos foi sempre a questão financiamento mas isso a culpa é de quem quer comprar (o que não pode) e não das imobiliárias.
    Não aconselho exclusividade a ninguém! Todas as semanas ligavam me dá Remax e KW, sempre a insistir a dizer que só com exclusividade se conseguia melhores resultados mas não nós podemos queixar das outras imobiliárias. Com a Era não celebramos contrato pois compramos a casa que acabamos por vender com a Era e não gostamos nada (e fomos compradores).
    Agora não entendo como as pessoas não procuram anúncios do particular que vende e vão apenas as imobiliárias, a nível particular tivemos 2 visitas e por imobiliárias 40! Se eu vendesse particularmente ficava mais barato para quem compra e nós ainda podiamos ganhar mais dinheiro, ou seja, todos ganhavam
    Concordam com este comentário: eu
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">