Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 141

    Colocado por: marco1CMartin credo, entre uma ilha e uma mesa ter 1 m acho que não é bom. é daquelas coisas em que em obra de raiz não vejo razão para tanto aperto.

    Podemos concordar e não achar o ideal, mas está ergomicamente definido como medida mínima necessária entre os móveis soltos os 60cm para a passagem de pessoas.
    Agora, até esta medida, que é a mínima, em design de interiores, tem flexibilidade, em que pode diminuí-la entre zonas de menor corredor de passagem (entre dois cadeirões por exemplo, entre uma mesa de centro e a TV, entre uma mesa de apoio lateral e um sofá, etc...) e aumentá-la entre zonas de maior fluxo de passagem, entre zonas de cozinha, jantar e estar.
    Até porque este maior espaçamento, possibilita outra coisa que é o "zoneamento" entre os diversos espaços de diferentes funções : cozinha, jantar e estar, em estética.
    •  
      CMartin
    • 20 dezembro 2020 editado

     # 142

    Colocado por: DR1982Essa tabela vale pouco Cmartin, até pelas margens que apresenta que são enormes!
    Eu sei que é possível, ja vivi em casas com a tv a 2m de distância, possível é.

    As margens são enormes porque são flexíveis, o design de interiores cria o que as pessoas querem e precisam/necessitam em termos de ergonomia, e o design de interiores não condiciona as pessoas, ao que elas não precisam/necessitam nem querem.
    Falamos de ergonomia, portanto, o que o DR, eu ou qualquer um acha, pouco impõe à realidade do que é necessário ou adequado.
    O Dr pode até por o seu sofá a 5m da TV, mas a ergonomia aconselha, um mínimo entre 1 ou 2m entre sofá e TV, tendo em consideração uma TV com as medidas mínimas.
    O que cada um acha, e quer e precisa para si, pede ao seu arquitecto e ou ao seu designer de interiores, dentro do programa da casa que pretende.
    Dar opinião, não é regra...de que, com que pena temos que não tenha isto e aquilo na sua planta :o)
    Concordam com este comentário: tiagosp90
    •  
      CMartin
    • 20 dezembro 2020 editado

     # 143

    Colocado por: DR1982Agora começo a entender porque nao consigo uma planta com as areas pequenas que por aqui se fala, eu de um dos lados do sofa da sala tenho 90cms de passagem e acho pouco...

    Foi o que eu lhe disse esta manhã, e acho que ficou sentido comigo.
    Veja ou estude um pouco sobre o assunto, da ergonomia DR, talvez possa formar (ou não) mais umas ideias que o ajudem.
    •  
      CMartin
    • 20 dezembro 2020 editado

     # 144

    Colocado por: N Miguel OliveiraQue pena, os espaços nobres mereciam mais.


    Colocado por: Paulo_SantosCompletamente de acordo! A zona nobre da habitação foi a mais "ratada".

    Alguém me explique espaços nobres por favor :o)
    Vou contestar a perspectiva :o)
    • viarq
    • 20 dezembro 2020 editado

     # 145

    Colocado por: marco1eeheh, se quer falar de acessibilidades....acho que tinhamos muito que partir por ai casas.


    eu não falei de nada, o marco1 é que decidiu referir-se ao meu comentário como não sendo legalmente possivel para logo a seguir fazer a mesma recomendação.

    Colocado por: marco1acha que não está a ver bem , é que até por lei o espaço entre bancadas tem de ser 1.2




    Colocado por: marco1
    mas fica á frente da sua ergonomia que por acaso fora as acessibilidades até recomendam 90 cm


      a ergonomia não é minha, o marco1 se é arquitecto imagino que também tenha estudado ergonomia tal como eu e a ergonomia indica medidas minimas de conforto.



      Colocado por: DR1982Agora começo a entender porque nao consigo uma planta com as areas pequenas que por aqui se fala, eu de um dos lados do sofa da sala tenho 90cms de passagem e acho pouco...


      as pessoas têm gostos diferentes, terão é de os ajustar (ou não) ao orçamento.
      Concordam com este comentário: CMartin, tiagosp90
    •  # 146

      E não só ajustar ao orçamento viarq, para além desse orçamento, ajustar ao que se pretende, realmente, por vezes não é questão de preço, mas também de objectivo pessoal. Todos temos direito ao nosso programa pessoal, em arquitectura. Sim.
      Concordam com este comentário: tiagosp90, viarq
    •  # 147

      Porque não esquecer a lavandaria e fazer a cozinha lá?
      A máquina de lavar roupa pode ficar dentro de armário de cozinha que não se vê e mal se ouve (tenho assim no apartamento)

      Tb acho que a cozinha + sala é pequeno. Eu no meu apartamento que não é nada de especial tenho, 41m2 de sala e quase 17m2 de cozinha (com maquina de lavar, não tenho lavandaria)

      Tenho o sofá a pouco mais de 3m e não acho mal, fica uma boa zona em frente ao sofá para colocar uma mesa de centro (sou contra nunca tive) com uns snacks para quando temos visitas (tenho uma de fazer legos do miúdo no quarto dele, qd tenho visitas vou buscar e com uma toalha bonitinha, já faz de mesa de centro :) )
    •  # 148

      Colocado por: CMartin
      Foi o que eu lhe disse esta manhã, e acho que ficou sentido comigo.
      Veja ou estude um pouco sobre o assunto, da ergonomia DR, talvez possa formar (ou não) mais umas ideias que o ajudem.
      Nao fiquei nada sentido CMartin, quanto ao que diz, de pouco me serve as regras da ergonomia, para mim, faz me mais sentido guiar-me por aqueles que sao os meus minimos.
      Como disse atrás, a discussão para mim terminou quando o Tiago disse que 1m entre a ilha e mesa é suficiente, e que a TV a 2m fica bem, estando o DO ciente disso tudo esta bem!
      Concordam com este comentário: CMartin
      •  
        CMartin
      • 20 dezembro 2020 editado

       # 149

      Vou mostrar-vos o meu "sai sempre" (e é o "sai sempre" porque é o que mostro como um exemplo, de cada vez que no fórum referem dimensões dos espaços ou áreas em open space). Portanto, alguns já estarão cansados da imagem :o)
      De novo, open space de cozinha, estar e jantar em que, a área total, não chega sequer a 20m2 (19 e picos m2).
      (Entre ilha e armários de cozinha, 90cms.)
        FB_IMG_1606671953466.jpg
        FB_IMG_1606673307285.jpg
    •  # 150

      pois viarq

      pelas acessibilidades fala lá de 1.2 mas aqui numa tentativa de ajudar sem excesso de zelo propus 1.1

      essa minha referencia á lei sobre os 1.2 foi porque já aqui se falava em 1 m que chegava ou menos, lá chegar chega mas vamos encontrar uma medida "funcional" para este caso entre a bancada e ilha ( 1.1 ) penso que dá para entender onde quero chegar.
      Concordam com este comentário: Pedro Barradas
      •  
        marco1
      • 20 dezembro 2020 editado

       # 151

      CMartin

      isso é uma remodelação, numa obra de raiz não passa.
      estamos a misturar questões e disposições completamente diderentes da mobilia
      no seu caso ai apenas tem circulação logo a seguir á ilha.

      em todo o caso penso que aqui apenas se está a alertar o DO para que tenha consciência que aquilo vai ficar apertado, se ele quer assim siga mas depois a culpa não pode ser do arquiteto :))
      Concordam com este comentário: DR1982, Paulo_Santos
      •  
        CMartin
      • 20 dezembro 2020 editado

       # 152

      Colocado por: marco1CMartin

      isso é uma remodelação, numa obra de raiz não passa.
      estamos a misturar questões e disposições completamente diderentes da mobilia

      Sim, marco1, claramente, mas serve de exemplo, trazido não propriamente pela planta do Tiago, necessariamente, mas antes por este comentário generalista, entre muitos, por exemplo.

      Colocado por: paulosTb acho que a cozinha + sala é pequeno. Eu no meu apartamento que não é nada de especial tenho, 41m2 de sala e quase 17m2 de cozinha (com maquina de lavar, não tenho lavandaria)


      Para quem queira como referência também, esta ilha em concreto, tem 90cm de profundidade, se bem me lembro, com 240cm de largo, integra placa, exaustor embutido, e cuba, e por baixo, máquina de lavar loiça, e gavetas para arrumação.
    •  # 153

      Esse exemplo está muito bom, gosto, talvez porque essa é a disposição que mais gosto das salas/cozinha, a ilha a par das salas.
      Como ja se tinha dito, possível é
      Estas pessoas agradeceram este comentário: CMartin
    •  # 154

      CMartin

      sim essa sua sala ficou excelente no entanto repare que no dia em que for preciso andar de cadeiras de rodas por algum acidente ou coisa do genero, vai ser complicado transitar e trabalhar nesses 90 cm
      Concordam com este comentário: CMartin
      Estas pessoas agradeceram este comentário: CMartin
    •  # 155

      Colocado por: CMartinAlguém me explique espaços nobres por favor :o)


      É subjectivo. No meu caso refiro-me à "sala/quartos" de uma casa, ao "salão nobre/aula magna" de uma escola, ao "foyer/sala" de um teatro, à "sala dourada" do palácio da bolsa do Porto, etc... No fundo, espaços mais cuidados, de materiais mais "ricos", melhor iluminados, etc.

      Nesta casa, os espaços nobres são claramente os quartos, pela dimensão, pelos vãos, pelo alpendre, etc. Dá a sensação que os espaços comuns mereciam ter igual protagonismo... Serem nobres também, visto que é aí que se reune a familia, entre si, com os amigos, e com o exterior... No fundo, é o que distingue esta moradia térrea de um qualquer apartamento no oitavo piso.
      Concordam com este comentário: Paulo_Santos
      • vcd
      • 20 dezembro 2020

       # 156

      Colocado por: marco1vcd

      não parecem mas é.

      8.5 m X 4.5 m para uma sala, mesa de refeições ( 4 lados), cozinha com ilha e circulações, "parece" que vai ficar tudo muito em cima de tudo.

      essa casa precisa que o open space estique no sentido da lavandaria de forma a ficar com um comprimento interior de pelo menos 9 m e para o lado direito tal como fez o Miguel, ficar com pelo menos 5 m
      Concordam com este comentário:DR1982

      Eu tenho 8X4,5 e não acho pequeno. Contudo optei por não ter ilha e coloquei uma mesa um pouco maior, as máquinas estão uma sobre a outra dentro do armário.
      Concordam com este comentário: tiagosp90
    •  # 157

      Eu na minha opinião, se tivesse de sacrificar área preferia sacrificar aos quartos do que sala e cozinha, afinal de contas é onde mais passamos o tempo, para dormir tanto faz o quarto ter 15m2 como 13m2...
      Concordam com este comentário: Paulo_Santos
    •  # 158

      Colocado por: marco1vai ser complicado transitar e trabalhar nesses 90 cm

      Sim, verdade.
      Por isso, estou claramente de acordo que, podendo, se cumpra sempre a legislação das acessibilidades, especialmente ou nomeadamente, em nova construção será assim.
      Em remodelação, nem sempre é possível ou nem sempre é possível sem prejuízo de outros factores. Tem que se, depois, adaptar a casa havendo essa necessidade futura, para albergar uma nova realidade de acessibilidades.
    •  # 159

      vcd

      precisamente, o pequeno tem a ver com o que está lá dentro tambem, portanto no seu caso se pusesse lá a ilha penso que iria sentir que precisava ali de mais alguma coisa em termos de espaço.
      Concordam com este comentário: DR1982
      •  
        CMartin
      • 20 dezembro 2020 editado

       # 160

      Colocado por: N Miguel OliveiraÉ subjectivo. No meu caso refiro-me à "sala/quartos" de uma casa, ao "salão nobre/aula magna" de uma escola, ao "foyer/sala" de um teatro, à "sala dourada" do palácio da bolsa do Porto, etc... No fundo, espaços mais cuidados, de materiais mais "ricos", melhor iluminados, etc.

      Sim, para mim, os espaços nobres serão, nas casas em concreto, as salas de estar e de jantar. Não o sabia, ou, melhor, para lhe ser sincera, não o reconheço como subjectivo, na perspectiva de que, na minha opinião, o espaço de estar e o espaço de jantar, serão sempre os espaços nobres. Isto, num ponto de vista clássico, tradicionalmente assim o é.

      Colocado por: N Miguel OliveiraNesta casa, os espaços nobres são claramente os quartos, pela dimensão, pelos vãos, pelo alpendre, etc. Dá a sensação que os espaços comuns mereciam ter igual protagonismo... Serem nobres também, visto que é aí que se reune a familia, entre si, com os amigos, e com o exterior... No fundo, é o que distingue esta moradia térrea de um qualquer apartamento no oitavo piso.

      Aqui, Nuno, é que, para mim, está a subjectividade, em que, a nobreza do espaço pode ser garantida pela arquitectura, pelo design de interiores e pela decoração, não implica necessariamente uma questão de espaço. Mas um conjunto, de protagonismo que o destaque.
      Concordam com este comentário: N Miguel Oliveira
     
    0.0548 seg. NEW