Iniciar sessão ou registar-se
    • AMVP
    • 30 agosto 2022

     # 61

    Quanto a pagar 400 ou 600 euros, olhe é o que é. É a mui famosa Lei da procura e da oferta.
    Tb não acho aceitável o preço por noite dos alojamentos, mas olhe é o que e para quem quer.

    Colocado por: Reduto25Qual e a família Portuguesa que tem capacidade para uma despesa dessas muito poucas concerteza

    Pelo que observo, muitas!
    Se os pais e os avós comem para os meninos estarem onde querem, e às vezes em condições que não considero as melhores, isso já não sei.
  1.  # 62

    Eu já oiço falar aqui no fórum de Odivelas como se estivéssemos a falar do Restelo ou das Avenidas novas devo viver num mundo paralelo.

    Ou então o sentido de apreciação e da sua qualificação mudou completamente
    • AMVP
    • 30 agosto 2022

     # 63

    Colocado por: Reduto25Eu já oiço falar aqui no fórum de Odivelas como se estivéssemos a falar do Restelo devo viver num mundo paralelo

    E pq não? Eu tb vejo falar de marvila (chelas) como se fosse a Lapa.
  2.  # 64

    Se demolir tudo e construir de novo e capaz de chegar lá . E eu nem sou apreciador do bairro da lapa
    • AMVP
    • 30 agosto 2022

     # 65

    Colocado por: Reduto25Se demolir tudo e construir de novo e capaz de chegar lá . E eu nem sou apreciador do bairro da lapa

    Onde, em Marvila? Chegar à Lapa?
    Pois eu sou, se tivesse dinheiro adoraria viver num palacete na Lapa, já o Restelo podia deixá-lo para si.
  3.  # 66

    Colocado por: AMVP
    Onde, em Marvila? Chegar à Lapa?
    Pois eu sou, se tivesse dinheiro adoraria viver num palacete na Lapa, já o Restelo podia deixá-lo para si.


    So se for mesmo num palacete com garagem porque eu já vivi no bairro da lapa e arranjar estacionamento e um verdadeiro desafio principalmente se estiver disposto a chegar ao carro com riscos.

    Não trocava a zona onde moro por nenhuma dessas
  4.  # 67

    Colocado por: N Miguel Oliveiranão é vergonha alguma ser visto como lugar de lazer, de descanso, seguro, tranquilo... e ter uma economia voltada para os serviços.
    Não é vergonha, mas pode ser um problema se passar de moda, se as alterações climáticas acabarem com o clima que nos torna um destino de eleição. Até lá criamos uma sociedade de pobres, que se desabitua completamente de produzir algo de valor. Peço desculpa se queria um Portugal mais voltado para a produção do que para os serviços. Uma economia baseada em serviços é de país de terceiro mundo.


    Colocado por: N Miguel OliveiraNem tem que ter pena dos seus amigos ou de quem emigra, são opções.
    Percebeu mal. Eu não tenho pena dos meus amigos (alguns estão bem melhor que eu). Tenho é pena das circusntâncias que levam o país a perder toda aquela mão de obra qualificada, pessoas que já só voltam na velhice para aproveitar os serviços que temos para oferecer.


    Colocado por: N Miguel OliveiraAcha que todo o dinamarquês vive bem? O cidadão comum? Ao contrário de nós, ele se sai do seu país, o mais provável é ganhar menos até...
    Por isso é que não sai... Nunca estive na Dinamarca, mas nãos consta nas estatísticas que por lá se viva mal (falo dos cidadão dinamarqueses e não dos imigrantes- esses devem ser tão explorados lá como nos outros sítios).
  5.  # 68

    Colocado por: N Miguel OliveiraEsse português, em vez de ir para a Amadora, pode comprar a mesma moradia de luxo ou barraco em zona nobre em qualquer país com menos rendimentos que Portugal, tal como o dinamarquês que supostamente vem para Portugal.
    Onde? Mas que ofereça qualidade de vida equiparável à que o Dinamarquês vem ter por cá, mudo-me já.
  6.  # 69

    Colocado por: N Miguel Oliveiravocê acredita que vive no melhor país do mundo?
    sobrevive.....(aqui é que está o busílis da questão. Mas percebo a confusão. Vive e sobrevive À primeira vista parecem iguais, mas não são.
  7.  # 70

    Para mim e o melhor país do mundo
  8.  # 71

    Colocado por: HAL_9000Por isso é que não sai... Nunca estive na Dinamarca, mas nãos consta nas estatísticas que por lá se viva mal (falo dos cidadão dinamarqueses e não dos imigrantes- esses devem ser tão explorados lá como nos outros sítios).

    Claro, mas por isso disse, você não pode usar os mesmos argumentos a favor e contra em simultâneo.
    Nem comparar o rico de lá com o teso de Portugal.
    Para que o nativo tenha acesso a determinadas coisas a determinado preço, alguém teve que sujar as mãos.

    Colocado por: HAL_9000Peço desculpa se queria um Portugal mais voltado para a produção do que para os serviços.

    Todos queremos. Mas como quer fazer isso sem mão de obra imigrante?
  9.  # 72

    Colocado por: N Miguel Oliveira
    Claro, mas por isso disse, você não pode usar os mesmos argumentos a favor e contra em simultâneo.
    Nem comparar o rico de lá com o teso de Portugal.
    Para que o nativo tenha acesso a determinadas coisas a determinado preço, alguém teve que sujar as mãos.


    Todos queremos. Mas como quer fazer isso sem mão de obra imigrante?


    Fazer isso com salários enquandrados com a realidade actual e garanto lhe que não faltaram pessoas para trabalhar
  10.  # 73

    Colocado por: HAL_9000Onde? Mas que ofereça qualidade de vida equiparável à que o Dinamarquês vem ter por cá, mudo-me já.


    Colocado por: Reduto25Para mim e o melhor país do mundo


    Então porque se queixam tanto?
    Ora se é tão atrativo para vocês, qual o problema de outros quererem o mesmo?
    O problema é por terem mais capital? Na minha terra "inveja" é o nome que dão a isso.
    Aproveitem mas é o facto de haver dinheiro a entrar na economia portuguesa.
    O problema é a descaracterização das nossas cidades? Não, esperem que estavam lindas há uns anos atrás, a cair de podres e deixadas ao abandono. Mas querem o quê? Que se renovem as construções mantendo as rendas de cento e tal euros?

    Preso por ter cão, preso por não ter...

    Colocado por: HAL_9000Uma economia baseada em serviços é de país de terceiro mundo.

    Vá ver os túneis que há na Madeira e diga-me se são de terceiro mundo...

    Já agora, viver num país de terceiro mundo não significa que você em particular viva pior.
    Aliás, o mesmo deve pensar o dinamarquês sobre Portugal.
  11.  # 74

    Eu deixei claro que a mim não me afecta diretamente sendo um ser sensível aos que me são próximos obviamente são questões que me incomodam
  12.  # 75

    Colocado por: Reduto25Fazer isso com salários enquandrados com a realidade actual e garanto lhe que não faltaram pessoas para trabalhar


    Tome a iniciativa, crie emprego, ofereça bons salários... venda o produto/serviço ao preço que acha que merece, etc, etc...
    Não faltam clientes a chegar...
  13.  # 76

    Colocado por: N Miguel Oliveira

    Tome a iniciativa, crie emprego, ofereça bons salários... venda o produto/serviço ao preço que acha que merece, etc, etc...
    Não faltam clientes a chegar...


    Eu não abro nenhum tipo de negócio se não tenho capacidade de dar condições aos meus trabalhadores
    Estas pessoas agradeceram este comentário: N Miguel Oliveira
  14.  # 77

    Colocado por: DR1982Digo o mesmo em relação à França, as compras de supermercado ficam muito semelhantes a Portugal, infelizmente em Portugal temos um custo de vida semalhante ao resto da Europa,
    E os salários são o que sao… e duvido que algum dia isso mude infelizmente.


    O custo das compras de supermercado é quase igual em todo o mundo. Se for a um supermercado na Colombia ou na Namíbia vai pagar o mesmo que em França, e eles ainda ganham menos que os portugueses!
    As cadeias de distribuição são globalizadas, as marcas são globalizadas, porque é que o custo seria tão diferente? O conflicto russia/ucrania interrompeu a distribuição de cereais porque são os principais exportadores mundiais, então porque é que o preço tem de ser diferente entre França e Portugal se os cereais são comprados ao mesmo país? Isso apenas faria sentido se tudo o que comprasse fosse produzido no propio país.
  15.  # 78

    Bom dia, trabalho numa multinacional alemã em lisboa. Temos pessoas de todo o mundo lá. Um dos meus colegas é sírio que é engenheiro informático está em Portugal com visto gold pois adquiriu uma casa do cais do Sodré há uns anos. Ele estava a viver no Dubai (não sei desde quando) e mudou-se para lisboa definitivamente este ano e aguarda que os filhos e a mulher (que ainda estão no Dubai) se juntem a ele. Perguntei lhe porquê ter escolhido Portugal para viver quando poderia estar numa Suíça ou num outro qualquer país nórdico com melhor qualidade de vida, uma vez que tem dinheiro para isso.
    Ele disse me que para além da questão fiscal, Portugal é o país europeu mais parecido à Síria em termos de clima e de pessoas (realmente ele parece português fisicamente ). Para além disso referiu que era um país seguro!
    Portanto nem todos os casos são iguais!
    • donn
    • 31 agosto 2022

     # 79

    Por SEF 'Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo 2019", os 10 origems maiores: Brasil (37.8%), Reino Unido (6.5%), Itália (6.1), India, Nepal, França, Angola, Cabo Verde, Guíne Bissau, e Espanha (2.5%.) EU todo, era mais do que Brasil, por pouco.
  16.  # 80

    Colocado por: N Miguel OliveiraMas querem o quê? Que se renovem as construções mantendo as rendas de cento e tal euros?
    Não. Mas diria que uma renda que representasse cerca de 30% do rendimento médio da região já não era mau.



    Colocado por: N Miguel OliveiraJá agora, viver num país de terceiro mundo não significa que você em particular viva pior.
    Não refiro aminha situação particular que interessa pouco para o caso. Refiro a qualidade de vida geraldo país. Que qualidade de vida oferece um país, cuja economia é baseada em serviços? Podemos ver os carros e as casas bonitas dos estrangeiros, enquanto demoramos 2h para chegar a casa num metro ou comboio apinhado (quando não estão em greve)? Parece-me bem, mas ao menos temos divisas estrangeiras a entrar que sustentam a nossa economia de salários mínimos.

    Veja a evolução do poder de compra nos últimos anos, e tem uma ideia da enorme evolução que o turismo está a trazer para a qualidade de vida dos Portugueses.

    Agora é certo, as cidades estão mais bonitas. Pena se ouvir falar cada vez menos português.
 
0.0363 seg. NEW