Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 161

    Colocado por: ultrahipermegaIsto já vai aqui muita coisa e muita confusão.

    O que ser quer é um sistema simples e que trabalhe com eficacia. nada de grandes confusoes.

    Antes de montar o alarme ou sensores ou seja lá ele o que for temos de pensar como ladrão, observr varios casos de assalto e entender as falhas


    É difícil entender os atacantes, porque são para todos os gostos:

    - Entram porque a porta/ janela está aberta;

    - Tocam à campainha, alguém abre a porta e entram de repente;

    - Fazem-se passar por prestadores de serviços ou de demonstração de serviços;

    - Arrombam a porta;

    - Arrombam a janela;

    - Destroem a parede;

    - Furtam ou fazem cópias das as chaves ou comandos remotos de acesso ao local;

    - Usam um cartão de crédito ou uma radiografia para abrir fechaduras mal instaladas que estão no trinco mas que pode ser empurrado para fora da posição devido ao facto de estar exposto a saliência de deslize;

    - Abrem fechaduras normais e de alta segurança sem deixar marcas visíveis, ou destroem as mesmas quando desconhecem técnicas para abrir a fechadura em questão;

    - Entram pelos telhados;

    - Raptam o(s) proprietário(s) ou utilizador(es) legítimo(s);

    E a lista continua....

    Por isso, é difícil imaginar tudo o que eles podem fazer. Estar atento às notícias, é sempre uma boa ideia.
  2.  # 162

    Colocado por: ultrahipermegaO que ser quer é um sistema simples e que trabalhe com eficacia. nada de grandes confusoes.


    Penso que não há.
  3.  # 163

    Dar dá, só precisamos de ser creativos e não fazer como os outros só porque dá trabalho pensar numa solução diferente.
  4.  # 164

    Se estivermos a pensar num sistema contra tudo e contra todos... É de facto impossivel.

    Mas dentro do razoavel é possivel proteger.

    Pelo raciocinio de alguns se calhar era melhor deixar a porta da frente aberta quando se sai para o trabalho... Experimentem e depois venham cá dizer se correu bem.
    Concordam com este comentário: ultrahipermega
  5.  # 165

    Já tenho orçamento para o material todo.

    Alarme com 8 detectores volumétricos, sirene exterior e interior, 1 teclado e marcador telefónico
    Sistema de vídeo com 4 câmaras de exterior, sem disco (tenho muitos lá por casa), faz detecção de movimento, interliga com o alarme e acesso remoto se ligado á net.

    sem montagem.

    Tudo 950€.

    A este sistema falta adicionar cabo, fichas e umas horas de trabalho, mas não deve passar os 1000€ pois as câmaras vou trocar porque não preciso que sejam á prova de água e o vídeo tb é o mais caro e não preciso de algo tão dispendioso.
    • Gex
    • 8 outubro 2012

     # 166

    Quanto é que custaria a montagem de um sistema desses?

    Foi o ultrahipermega que "idealizou" essa configuração para o sistema, ou aconselhou-se com algum profissional?
  6.  # 167

    Ouvi vários profissionais e varias opiniões, mas nenhuma no seu todo me agradou.
    Juntei o que me interessava e idealizei o sistema, pedi preços e características a vários fornecedores mas só 2 é que responderam porque a maior parte deles não domina o assunto e para não dizerem asneiras ficaram calados.

    O alarme vai ficar tb a detectar incêndio e inundação, mas isso é para uma outra fase.
  7.  # 168

    Colocado por: GexQuanto é que custaria a montagem de um sistema desses?

    Foi o ultrahipermega que "idealizou" essa configuração para o sistema, ou aconselhou-se com algum profissional?


    A montagem ainda não tenho ideia certa de valores, mas com 100€ acho que se consegue montar.

    Pois o que fica a faltar é o cabo de ligação dos detectores e das câmaras.
  8.  # 169

    Colocado por: ultrahipermegaJá tenho orçamento para o material todo.

    Alarme com 8 detectores volumétricos, sirene exterior e interior, 1 teclado e marcador telefónico
    Sistema de vídeo com 4 câmaras de exterior, sem disco (tenho muitos lá por casa), faz detecção de movimento, interliga com o alarme e acesso remoto se ligado á net.

    sem montagem.

    Tudo 950€.

    A este sistema falta adicionar cabo, fichas e umas horas de trabalho, mas não deve passar os 1000€ pois as câmaras vou trocar porque não preciso que sejam á prova de água e o vídeo tb é o mais caro e não preciso de algo tão dispendioso.


    pode indicar as marcas/modelos que escolheu?

    cumps
    • Gex
    • 27 outubro 2012

     # 170

    O que me dizem dos alarmes Easy Series da Bosch?
  9.  # 171

    Já andei a ver esse sistema da Easy Series da Bosch, na Internet... está certificado como sendo seguro até ao nível 2 (de 4) o que é um bocadito fraquito. Mas o que me deixou mais preocupado foi ser as etiquetas de aproximação aparentemente a principal maneira de activar e desativar o sistema... ora se lhe roubarem as chaves provavelmente roubam também a etiqueta e desativam tudo. Outro problema é que trabalha apenas na banda dos 868 Mhz (em 8 canais) o que significa que é relativamente fácil de interferir e não é fácil de ter a certeza que seja propositado... logo mais facilmente é ignorado.


    Não sei se está ainda disponível em Portugal, mas os produtos com a tecnologia "PowerG" da Visonic (http://www.visonic.com/products) parecem mais prometedores a nível de segurança.

    A saber porque em principio o primeiro método é a utilização de código numérico. E sim também tem os "aproximadores" RFID, e comandos remotos para quem quiser.

    - Outra vantagem é que transmite os sinais em 3 bandas de rádio diferentes, logo ficarem todas bloqueadas em simultâneo é uma (quase) garantia que alguém está a interferir no sistema. E tem mais outras técnicas de transmissão que são interessantes tais como o salto constante de frequência entre as diversas bandas, modo de sincronização, utilização de encriptação AES de 128 bits (normalmente considerado seguro até 2020).

    - Supostamente confirma que a central de alarme de facto recebeu o sinal de activação (comunicação nos dois sentidos).

    Mas não tenho a certeza que seja totalmente seguro:
    - Deveria usar AES-256 com chave completa de pelo menos 40 caracteres ASCII.
    - Supostamente o processo de adicionamento de novos sensores é feito à distância a partir do painel de controlo... e isto faz lembrar-me do protocolo usado nas redes sem fio para configurar mais rapidamente: WPS (Wi-Fi Protected Setup) que basicamente é considerado inseguro. Se tiverem implementado este protocolo, é provável que exista mais um ponto de vulnerabilidade no sistema... mas não há maneira de saber, porque não dizem nada sobre o protocolo/processo em si.
    - Apesar de usar 3 bandas de rádio e estar constantemente a mudar de frequência, nada impede alguém de bloquear as três bandas todas em simultâneo... e não sei que sinal de alarme fará disparar.
    - Nada é dito sobre o tempo de monitorização dos componentes... se alguém bloquear o envio de sinal de um determinado sensor (bloqueando as onda de rádio, ou usando um dispositivo EMP... destruição de componentes electrónicos) quanto tempo vai demorar a que a central de monitorização da casa a dar pela falta do sensor? Pode ser 3 segundos, 9 minutos, 1 hora, nada é dito sobre o assunto, quanto ao tempo, e se é seleccionável a gosto.


    Seja como for... eu preferia usar componentes que usem a tecnologia PowerG da Visonic aos da Bosh, pois a menos que tenham feito porcaria com o configuração do adicionamento de novos sensores, parece ser melhor que o da Bosh.

    Se vai montar o seu alarme, por favor, monte a central do alarme num local não acessível aos intrusos! Use antes teclados remotos e/ou comandos remotos para comandar o sistema... porque muitos sistemas como os vendidos pelos chineses, trazem apenas uma central de alarme... se destruírem a central na maior parte das vezes ninguém vai saber de nada até chegar ao local protegido. Se destruírem o teclado remoto o alarme vai tocar na mesma, e informar para o telemóvel, central de alarme, etc. partindo do principio que os intrusos não cortam a linha telefónica e a rede GSM/GPRS/3G/4G em simultâneo, claro.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: electrao, Gex
    • Gex
    • 28 outubro 2012

     # 172

    Obrigado pela descrição. Confesso que até fiquei cansado ao lê-la, pois fiquei a perceber que não percebo nada do assunto :)

    Os alarmes que tenho visto à venda, sejam Powermax ou Bosch são de 868mhz. Esses PowerG não se vendem por cá? Qual o que usa em sua casa?
    • Gex
    • 28 outubro 2012

     # 173

  10.  # 174

    Colocado por: GexObrigado pela descrição. Confesso que até fiquei cansado ao lê-la, pois fiquei a perceber que não percebo nada do assunto :)

    Os alarmes que tenho visto à venda, sejam Powermax ou Bosch são de 868mhz. Esses PowerG não se vendem por cá? Qual o que usa em sua casa?


    Também pesquisei bastante sobre o tema. Andei muito interessado nos sistemas Easy Series da BOSCH, mas acabei por descobrir alguns problemas com eles, nomeadamente com detectores via rádio. Existiam alguns temas de fiabilidade nas séries Easy, que nao se verificam no entanto com outros equipamentos da BOSCH, mas que por outro lado eram mais limitados em termos de integração/comunicação/reporting.

    No final, venceu o sistema da Visonic com a POWERMAX PRO, para já só com módulo GSM. Muito bom e estou perfeitamente satisfeito. Muito flexivel e completa a nivel de funcionalidade, vários tipos de acessorios disponivies, vários tipos de sensores, e módulos de expansão GSM, WEB, X10. Ainda me falta montar 2 sensores adicionais que deixei para depois. Poder consultar o estado do sistema, arma-lo ou desarma-lo por SMS é para mim uma funcionalidade quase obrigatória.

    Não é no entanto uma solução barata. Uma coisa em condições para uma moradia de 2 pisos andará sempre na ordem dos 1000 €.

    A dica do josexy para montar a central num local de acesso menos óbvio é algo que todos devemos ter em conta. Com os acessórios disponiveis, pode controlar-se (quase) tudo por comandos remotos.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: electrao, Gex
    • miky
    • 28 outubro 2012

     # 175

    Colocado por: electrao

    Pode inclusivé estar dentro de casa (dormir) e com o alarme ligado. Situação esta, com os detectores de movimento, parece-me impossível.

    cumps


    Nada disso. É possivel dormir com o alarme ligado, sem stress.
  11.  # 176

    Quanto a mim, a casa não é minha, não me deixam colocar alarmes.

    O que me diz deste?
    http://www.stocksensor.pt/product.php?id_product=1230


    É um produto PowerG, logo a nível de segurança parece mais prometedor.

    Note que o produto anunciado é o modelo com a central PowerMaster-10, e já existe a central PowerMaster-30, que tem como principais diferenças: possibilidade de mais comandos remotos; ligação a sirene por cabo (com módulo opcional); mais códigos de utilizador; mais zonas sem fio podem ser adicionadas (até 64)... ou seja a central PowerMaster-30 permite uma maior expansibilidade ao longo do tempo... pode comprar dois sensores agora e depois ao longo dos próximos anos ir acrescentando sensores sem que exista facilmente o perigo de o sistema não permitir adicionar novos. Aplicável se tiver uma casa grande, para uma casa pequena ou com poucas portas e janelas, esse modelo (PowerMaster-10) que permite até 30 zonas (/sensores) pode ser mais do que suficiente.

    Se adquirir esse kit com o PowerMaster-10, lembre-se que os módulos GSM/SMS e GPRS são comprando à parte (a menos que a empresa garanta por escrito que esses módulos já estão incluídos na central desse kit), se quiser ligar posteriormente a uma central de alarmes, ao seu telemóvel, etc. terá de ter esse(s) módulo(s) instalados na central PowerMaster-10 (ou PowerMaster-30).

    Se o local a proteger for muito grande, com muitas paredes, paredes espessas... pode ser necessário usar repetidores (modelo: RP-610 PG2), se os sensores tiverem longe da central de comando principal.
    • mmrc
    • 28 outubro 2012

     # 177

    Boa noite,

    na minha opinião esta http://www.casautomatica.net/produtodetalhe.asp?id=1085 é uma central muito facil de instalar, mesmo para quem tem conhecimentos básicos. È lógico que deve-se ter o mínimo de noção do que é um sistema de segurança bem como a noção da linguagem técnica da respectiva programação.

    MC
  12.  # 178

    Colocado por: mmrcBoa noite,

    na minha opinião estahttp://www.casautomatica.net/produtodetalhe.asp?id=1085é uma central muito facil de instalar, mesmo para quem tem conhecimentos básicos. È lógico que deve-se ter o mínimo de noção do que é um sistema de segurança bem como a noção da linguagem técnica da respectiva programação.

    MC


    Não é tecnologicamente tão segura como a nova gama que usa tecnologia PowerG da mesma marca (Visonic).
    Quem puder, dê preferência ao equipamento PowerG da Visonic, em detrimento de tecnologias mais antigas da mesma marca, pois a segurança será menos elaborada.

    Naturalmente que quem puder opte antes por instalações por cabo em vez de sem fios, pois por cabo costuma ser mais seguro e menos susceptível a problemas (interferências propositadas ou não; falhas nas baterias dos componentes; alguns componentes mais pequenos logo menos susceptíveis de serem detectados; se os componentes forem alimentados pela central de controlo do alarme, pode eventualmente ligar-se a mesma a uma unidade de energia ininterrupta com bateria "de camião" que em vez de horas (da bateria interna), dura antes dias ou mesmo semanas).
  13.  # 179

    Colocado por: miky

    Nada disso. É possivel dormir com o alarme ligado, sem stress.


    quer desenvolver?
  14.  # 180

    Boa noite

    Um dos sistemas apresentados, foi da marca Paradox... diz-vos alguma coisa?

    cumps
 
0.0431 seg. NEW