Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 141

    Boa noite, FD
    Tenho um problema para pedir as suas ajudas. Comprei uma casa há novo anos. O muro de jardim foi construido em cima de outro muro já existente e que pertence à Câmara municipal. O que é que acontece é que o muro que pertence à Câmara já não está em condições e vai ruir em qualquer instante. Se este muro cai, a minha garagem também vai ao baixo. Gostava de saber quem vai ter resposabilidade para repara o muro? Câmara, Vendedor de casa ou eu próprio. Agradecia muito a sua resposta.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

    •  
      FD
    • 26 Novembro 2009

     # 142

    Colocado por: ljmengBoa noite, FD
    Tenho um problema para pedir as suas ajudas. Comprei uma casa há novo anos. O muro de jardim foi construido em cima de outro muro já existente e que pertence à Câmara municipal. O que é que acontece é que o muro que pertence à Câmara já não está em condições e vai ruir em qualquer instante. Se este muro cai, a minha garagem também vai ao baixo. Gostava de saber quem vai ter resposabilidade para repara o muro? Câmara, Vendedor de casa ou eu próprio. Agradecia muito a sua resposta.

    Se o muro pertence à Câmara, é a Câmara que o deverá reparar.
    • naar
    • 26 Novembro 2009

     # 143

    Colocado por: FD
    Colocado por: ljmengBoa noite, FD
    Tenho um problema para pedir as suas ajudas. Comprei uma casa há novo anos. O muro de jardim foi construido em cima de outro muro já existente e que pertence à Câmara municipal. O que é que acontece é que o muro que pertence à Câmara já não está em condições e vai ruir em qualquer instante. Se este muro cai, a minha garagem também vai ao baixo. Gostava de saber quem vai ter resposabilidade para repara o muro? Câmara, Vendedor de casa ou eu próprio. Agradecia muito a sua resposta.

    Se o muro pertence à Câmara, é a Câmara que o deverá reparar.


    Resta saber é se o ljmeng podia fazer o muro dele em cima do da Camâra.

    • J.Q.
    • 7 Janeiro 2010

     # 144

    Boa tarde! Estou em vias de comprar uma casa, a primeira da minha vida! Trata-se de uma moradia nova e por isso creio que gozará de uma garantia de 5 anos. Estarei correcto?
    No entanto, e depois de ler o contracto de promessa compra e venda da imobiliária promotora, questionei se o mesmo não deveria incluir uma referencia à garantia do imóvel. Como resposta, disseram-me que esta não costuma vir escrita em qualquer contracto já que por se tratar de um imóvel novo, implicitamente,este está abrangido por uma garantia. Acrescentaram ainda que essa garantia por escrito é feita apenas entre a imobiliária e o empreiteiro...Desejava que me elucidassem este procedimento está correcto ou não? Se a garantia deve estar escrita em algum sitio ( e se sim, onde)?
    E em relação aos prazos, é de 5 anos a garantia sobre a casa? Ou este diz respeito so ás estruturas básicas da casa e os restantes itens (ACABAMENTOS, CANALIZAÇÕES) têm prazos diferentes?
    obrigado pela atenção
  3.  # 145

    Boas,

    Não posso ajudar a 100% porque não sou entendido, mas pelo que sei ou pelo qual me regulo com algum fundamento, é o seguinte:

    - por norma, a garantia é de 5 anos sobre a data da escritura;
    - cobre defeitos de fabrico, onde se inclui desgastes mais rápidos que a vida expectável do material (mas que não tenha a ver com o uso);
    - não cobre defeitos causados pelo desgaste normal dos materiais ou por má utilização;
    - aqui vai uma parte importante, por vezes desconhecida ou ignorada: após comunicação de um defeito, tem 1 ano para que ele seja reparado, caso contrário já não pode accionar a garantia sobre esse defeito, ou seja, compra a casa em 2010, garantia até 2014, em 2011 comunica um defeito (racha na parede por exemplo) e descuida-se e não anda atrás do construtor, em 2013 a garantia já não cobre esse defeito

    Alguém mais entendido pode confirmar e complementar.

    1 ab

    RG

    http://montedoregato.blogspot.com
    •  
      FD
    • 8 Janeiro 2010

     # 146

    Colocado por: J.Q.Desejava que me elucidassem este procedimento está correcto ou não?

    Está correcto.

    Colocado por: J.Q.E em relação aos prazos, é de 5 anos a garantia sobre a casa? Ou este diz respeito so ás estruturas básicas da casa e os restantes itens (ACABAMENTOS, CANALIZAÇÕES) têm prazos diferentes?

    5 anos sobre tudo o que seja imóvel.
  4.  # 147

    Boa tarde,

    Necessitava que alguém com conhecimento no assunto me elucidasse acerca de 2 situações:

    1.º Comprei uma casa (abril de 2008) a um Banco (Caixa agricola). No Inverno de 2008 passei nesta instituição para informar que a casa (último andar do prédio) estava com humidade. Passado algum tempo fui contactada pelo construtor do imóvel que foi ver a casa e me disse ser Condensação.
    Este ano a situação voltou a manifestar-se sendo que falei com um construtor que me disse que o problema era do mau isolamento da Placa.
    A minha dúvida é se posso exigir, neste caso à Caixa Agricola, conforme me foi sugerido, um isolamento mais eficaz???

    2.º Hà cerca de 3 semanas houve mau tempo na zona e o telhado do prédio ficou parcialmente sem telhas. Foi exposta a situação à empresa que gere o condominio sendoi que recebi hoje uma carta destes a indicar que os custos do arranjo do telhado teriam de ser pagos pelos condónimos (moradores). Solicito que me esclareçam, por favor, se sou responsavel por este pagamento ou se o mesmo, no meu caso (por ter a casa somente desde abril/2008) deve ser imputado à Caixa agricola (entidade vendedora do imóvel).

    Agradeço a vossa ajuda
    •  
      FD
    • 18 Janeiro 2010

     # 148

    Colocado por: carlab1.º Comprei uma casa (abril de 2008) a um Banco (Caixa agricola). No Inverno de 2008 passei nesta instituição para informar que a casa (último andar do prédio) estava com humidade. Passado algum tempo fui contactada pelo construtor do imóvel que foi ver a casa e me disse ser Condensação.
    Este ano a situação voltou a manifestar-se sendo que falei com um construtor que me disse que o problema era do mau isolamento da Placa.

    Se o problema se verifica apenas num ponto, em princípio tal deve-se à existência de uma ponte térmica: há uma parte da "parede" que não foi isolada (normalmente um pilar ou viga).
    Se o imóvel está em garantia, sim, pode exigir a resolução do problema (e não do sintoma como é costume).

    Colocado por: carlab2.º Hà cerca de 3 semanas houve mau tempo na zona e o telhado do prédio ficou parcialmente sem telhas. Foi exposta a situação à empresa que gere o condominio sendoi que recebi hoje uma carta destes a indicar que os custos do arranjo do telhado teriam de ser pagos pelos condónimos (moradores). Solicito que me esclareçam, por favor, se sou responsavel por este pagamento ou se o mesmo, no meu caso (por ter a casa somente desde abril/2008) deve ser imputado à Caixa agricola (entidade vendedora do imóvel).

    Você, como proprietária, é que é responsável pelo pagamento assim como os restantes condóminos/proprietários.
  5.  # 149

    Boas

    Se o problema se verifica apenas num ponto, em princípio tal deve-se à existência de uma ponte térmica: há uma parte da "parede" que não foi isolada (normalmente um pilar ou viga).

    Atenção às datas: antes da entrada em vigor do actual RCCTE não era obrigatório considerar a correcção das pontes térmicas, pelo que a construção até pode estar de acordo com o projecto. Se comprou em 2008 e se atendermos ao tempo de licenciamento e construção, é provável que essa construção tenha sido feita de acordo com a legislação anterior.

    cumps
    José Cardoso
    • ac02
    • 2 Fevereiro 2010

     # 150

    Ola,

    Comprei uma vivenda nova há 3 meses. Logo no primeiro mes apareceram-me varias infiltraçoes extensas em 4 paredes da sala, cozinha provocadas por maus isolamentos do exterior e pelo mau tempo que tivemos nestes ultimos meses- diz o construtor. Também tenho infiltrações provocadas por mau isolamento de torneiras das WC em 3 paredes de outras divisoes da minha casa, em corredores, na parede das escadas. E, como se nao chegasse, colocaram mal uma telha e tive agua a pingar no tecto do meu quarto.

    A questão é a seguinte: tendo em conta que só la estou há 3 meses e já tenho problemas em praticamente todas as divisoes da minha casa, problemas estes que devem persistir para a vida- existe alguma regulamentação que me permita "devolver" a casa ao construtor??
    Ele tem-se predisposto a arranjar tudo, mas em 3 meses, contam-se os dias que nao tenho algum tecnico lá em casa a arranjar qualquer coisa.... Tenho sempre algum estranho enfiado na minha casa....

    Agradeço a atençao,
    • naar
    • 3 Fevereiro 2010

     # 151

    Colocado por: ac02Ola,

    Comprei uma vivenda nova há 3 meses. Logo no primeiro mes apareceram-me varias infiltraçoes extensas em 4 paredes da sala, cozinha provocadas por maus isolamentos do exterior e pelo mau tempo que tivemos nestes ultimos meses- diz o construtor. Também tenho infiltrações provocadas por mau isolamento de torneiras das WC em 3 paredes de outras divisoes da minha casa, em corredores, na parede das escadas. E, como se nao chegasse, colocaram mal uma telha e tive agua a pingar no tecto do meu quarto.

    A questão é a seguinte: tendo em conta que só la estou há 3 meses e já tenho problemas em praticamente todas as divisoes da minha casa, problemas estes que devem persistir para a vida- existe alguma regulamentação que me permita "devolver" a casa ao construtor??
    Ele tem-se predisposto a arranjar tudo, mas em 3 meses, contam-se os dias que nao tenho algum tecnico lá em casa a arranjar qualquer coisa.... Tenho sempre algum estranho enfiado na minha casa....

    Agradeço a atençao,


    Penso que não!

    É realmente uma situação muito desagradável mas não creio que lhe vá durar uma vida, senão vejamos:

    A agua a pingar no tecto -Telha mal colocada, se já a colocaram bem, problema resolvido.

    Torneiras mal vedadas - Se já as vedaram bem, problema quase resolvido, falta deixar secar bem as paredes, lixar e pintar.

    Impermeabilização exterior deficiente - Se já foram detectadas as zonas de infiltração, esperar por bom tempo e reparar todas as zonas (aqui já será mais complicado)

    Entretanto tem um construtor que nem será dos piores e que se prontifica a reparar tudo, conforme disse! Há os que desligam o telefone, os que fogem para o Brasil, os que não levantam as cartas registadas, etc; esses são bem piores.

    Espero que dentro do possível, corra tudo pelo melhor.
    •  
      FD
    • 3 Fevereiro 2010

     # 152

    É possível devolver uma casa mas, só recorrendo ao tribunal, se o construtor não o quiser fazer de livre vontade.
    E, como é lógico, no tribunal tem que mostrar a impossibilidade da casa ficar como devia ficar. Se o construtor fizer todas as reparações e mostrar boa vontade e boa fé, o tribunal não lhe deverá dar essa possibilidade.
  6.  # 153

    e assim vai o desenvolvimento do nosso pais (garantia 5 anos defeitos visiveis ),os problemas "defeitos"escondidos nao estao cobertos por nenhuma garantia?
  7.  # 154

    Os defeitos escondidos são em geral fruto de maus projectos, más fiscalizações e maus construtores.
    Em resumo maus Donos de obra.
    Aqueles que apregoam aos quatro ventos que preferem dar 100.000€ a um construtor. Aquele que já fez a casa da prima e é amigo do cunhado da irmã da vizinha de cima, que 5000€ por um bom projecto e uma boa fiscalização.
    Sim pk esse são uns comedores que vão ás obras de sapatinhos de vela e camisinha engomada.
    Comedores deviam era ir todos trabalhar para as obras.
    • zé79
    • 3 Fevereiro 2010 editado

     # 155

    Colocado por: zedasilva
    Os defeitos escondidos são em geral fruto de maus projectos, más fiscalizações e maus construtores.
    Em resumo maus Donos de obra

    primarios "esolantes"para pintura . pri.para cimento cola para tijoleira e azuleijo. pri. para estuque a colecar directamente placa betao,muros betao.......
    Para(até) um bancario se deixa enganar muitas das vezes nao t. conheçimento, das matérias a aplicar.
    Paga-se um almoço ao arqu.... uma "pequena" comiçao por mais 1obra.
    ( isto sao os maiores defeitos na construçao,corrupçao e trafulhise)
    viva portugal ...p.das.mara.....
  8. Ícone informação Anunciar aqui?

  9.  # 156

    Colocado por: zé79
    Colocado por: zedasilva
    Os defeitos escondidos são em geral fruto de maus projectos, más fiscalizações e maus construtores.
    Em resumo maus Donos de obra

    primarios "esolantes"para pintura . pri.para cimento cola para tijoleira e azuleijo. pri. para estuque a colecar directamente placa betao,muros betao.......
    Para(até) um bancario se deixa enganar muitas das vezes nao t. conheçimento, das matérias a aplicar.
    Paga-se um almoço ao arqu.... uma "pequena" comiçao por mais 1obra.
    ( isto sao os maiores defeitos na construçao,corrupçao e trafulhise)
    viva portugal ...p.das.mara.....


    Peço desculpa, mas não percebi nada deste post, quer melhorar?
  10.  # 157

    Boa noite

    Em primeiro lugar queria felicitar os colaboradores deste fórum pelos esclarecimentos prestados...
    Tentei pesquisar e verificar se haveria alguma questão colocada semelhante à que queria colocar mas não encontrei... Espero não estar a repetir algum pedido de esclarecimento já anteriormente respondido.

    Compre um apartamento em Setembro de 2005 (data da escritura), entretanto só lá ia esporadicamente, e só este último ano passei a ir lá mais assiduamente, habitando o mesmo ao fim de semana. Comecei a detectar humidade em várias divisões especialmente na cozinha, onde a tinta de uma das paredes já descascou totalmente.
    Um dos problemas mais graves (pelo menos no que concerne à comodidade e gastos de energia) são problemas de caixilharia. Sente-se que o vento entra pela caixilharia de todas as habitações, forçando muitas vezes a abertura das portas. Quando chove a caixilharia deixa passar a chuva para o lado interior do parapeito de algumas janelas e portas.
    Por tudo isto, pensei tenho de fazer alguma coisa. Contactei o condomínio (visto que os espaços comuns também apresentam alguns problemas) e perguntei o que se deveria fazer. Disseram-me que era dificil fazer alguma coisa porque a empresa que vendeu os apartamentos (repare-se que os individuos que faziam parte desta empresa que me vendeu são os construtores, mesma morada, até o mail é comum) já fechou.
    O que posso fazer...vou notificar quem? Se a empresa já não existe... apesar da morada ser a mesma dos construtores (só a empresa de actividades imobiliárias é que fechou)
    Sei que o tempo está a correr e não sei o que fazer

    Obrigada (acho que iniciei uma "discussão" sem querer)
  11.  # 158

    olá a todos, descobri hoje este fórum e tenho a dizer que já aprendi muito!
    no entanto gostava de pedir ajuda, para um problema que me atormenta há 1 semana, que é o seguinte:
    comprei um t3 em Junho de 2008 ao construtor e na semana passada o portão da minha garagem arrancou-se literalmente da parede! iniciou-se a brincadeira!
    contactei o construtor que me disse para falar com a empresa que montou o portão.
    a empresa que montou o portão disse que a garantia deles (2 anos) já tinha expirado, deu-me um orçamento para o arranjo e que teria que falar com o construtor, pois teria que activar a garantia do imóvel.
    o construtor por sua vez descartou responsabilidades porque o portão "não é com ele"!

    eis as minhas questões:
    a garantia do imóvel tem de cobrir o portão?
    a garantia do imóvel afinal começa quando?
    alguém me pode fornecer legislação para me poder defender perante o constructor?

    desde já o meu muito obrigado a todos e continuem o óptimo trabalho!
  12.  # 159

    Boa tarde,

    Antes de mais parabéns pelo Fórum, excelente.

    Gostava de ver esclarecido uma duvida.

    Comprei moradia em 2006, na altura de escolher o tipo de aquecimento, o construtor, apresentou-me ao vendedor do aquecimento que ele iria colocar, com o objectivo de o vendedor falar de um tipo de aquecimento diferente neste caso o radiante.

    Inicialmente não conhecia, informei-me e perante a escolha que me foi dada, aquecimento a gasoleo com radiadores ou o aquecimento radiante, uma vez que era o mesmo preço, depois constatei não era paguei mais 1.000 €, optei pelo ultimo.

    Inicialmente o construtor disse que não conhecia nem nunca tinha trabalhado com esse tipo como tal tb iria servir de experiência.

    Logo de inicio o aquecimento do W.C. de serviço não funcionada, falamos nisso mas como era pequena não ia partir o chão para a o arranjar, e ficou assim.

    Ao fim de 2 ano em 2008 o aquecimento da sala, está dividida em 2, uma das metades deixou de funcionar e ai começaram os problemas, ele falou com a empresa esteve lá e não se consegui chegar ao problema, logo ai o construtor disse que não pagava nada que era da minha responsabilidade, e que eu me tinha responsabilizado pelo aquecimento, inclusive tinha uma carta assinada por mim e pela minha esposa em como me responsabilizava por tudo, como é obvio essa carta não existe, ninguém no seu juízo normal o faria, quanto mais sobre algo tão caro e novo.

    Acontece que isto se arrasta até hoje, e inclusive a empresa que estalou o aquecimento fechou.

    A minha questão é esta, afinal de quem é a responsabilidade do aquecimento e o que devo fazer ou a quem me devo dirigir para ver o caso resolvido.

    Obrigado.

    Sérgio
  13.  # 160

    Colocado por: besteiroBoa tarde,

    Antes de mais parabéns pelo Fórum, excelente.

    Gostava de ver esclarecido uma duvida.

    Comprei moradia em 2006, na altura de escolher o tipo de aquecimento, o construtor, apresentou-me ao vendedor do aquecimento que ele iria colocar, com o objectivo de o vendedor falar de um tipo de aquecimento diferente neste caso o radiante.

    Inicialmente não conhecia, informei-me e perante a escolha que me foi dada, aquecimento a gasoleo com radiadores ou o aquecimento radiante, uma vez que era o mesmo preço, depois constatei não era paguei mais 1.000 €, optei pelo ultimo.

    Inicialmente o construtor disse que não conhecia nem nunca tinha trabalhado com esse tipo como tal tb iria servir de experiência.

    Logo de inicio o aquecimento do W.C. de serviço não funcionada, falamos nisso mas como era pequena não ia partir o chão para a o arranjar, e ficou assim.

    Ao fim de 2 ano em 2008 o aquecimento da sala, está dividida em 2, uma das metades deixou de funcionar e ai começaram os problemas, ele falou com a empresa esteve lá e não se consegui chegar ao problema, logo ai o construtor disse que não pagava nada que era da minha responsabilidade, e que eu me tinha responsabilizado pelo aquecimento, inclusive tinha uma carta assinada por mim e pela minha esposa em como me responsabilizava por tudo, como é obvio essa carta não existe, ninguém no seu juízo normal o faria, quanto mais sobre algo tão caro e novo.

    Acontece que isto se arrasta até hoje, e inclusive a empresa que estalou o aquecimento fechou.

    A minha questão é esta, afinal de quem é a responsabilidade do aquecimento e o que devo fazer ou a quem me devo dirigir para ver o caso resolvido.

    Obrigado.

    Sérgio


    Voce pagou o aquecimento a quem? Ao construtor ou à dita empresa? Como já percebeu deverá pedir contas ao tipo a quem pagou...
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">