Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 141

    Excelente tópico um bem haja a quem aqui vem partilhar boas práticas de construção.
    Pena não ter acesso esta informação à vinte anos atrás quando foi construída a minha casa.
    Vejo por aqui (zona onde moro) cada exemplo, que só donos de obra com pouca informação deixam fazer tão más práticas.
  2.  # 142

    Colocado por: riscosE nisso que me previno prefiro uma Tensão admissível de 0.25Mpa, é mais seguro..


    Riscos, pode explicar porque é que é mais seguro uma tensão admissível de 0.25Mpa em vez de 0.30Mpa? Serão assim tão grandes essas diferenças?
  3.  # 143

    Colocado por: agosto07

    Riscos, pode explicar porque é que é mais seguro uma tensão admissível de 0.25Mpa em vez de 0.30Mpa? Serão assim tão grandes essas diferenças?

    Na prática significa que para os mesmos esforços axiais e momentos flectores ao nível das sapatas, considerar uma tensão admissível do solo de 250Kpa em vez de 300Kpa resulta numa sapata com uma área sobre o terreno de mais cerca de 20%.
    Concordam com este comentário: riscos, Skinkx, Keepper
    Estas pessoas agradeceram este comentário: agosto07
  4.  # 144

    É mais seguro 0.25 dimensionas o tamanho das sapatas para um solo ligeiramente pior que o normal. Nao sao muito grandes cerca de 20%, por exemplo para 0.30mpa deva uma sapata de 1.0m por 1.0m. A mesma sapata para 0.25 seria de 1.20m por 1.20m
  5.  # 145

    Colocado por: riscosÉ mais seguro

    Em linguagem mais técnica.
    Aumenta-se o fator de ca ga ço.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, two-rok
  6.  # 146

    Colocado por: zedasilva
    Em linguagem mais técnica.
    Aumenta-se o fator de ca ga ço.

    Previne-se algumas situacoes..sempre a pensar na segurança :)
    Concordam com este comentário: zedasilva
  7.  # 147

    Colocado por: riscosÉ mais seguro 0.25 dimensionas o tamanho das sapatas para um solo ligeiramente pior que o normal. Nao sao muito grandes cerca de 20%, por exemplo para 0.30mpa deva uma sapata de 1.0m por 1.0m. A mesma sapata para 0.25 seria de 1.20m por 1.20m


    Mais 20% em área daria cerca de 1,10x1,10 (mais exactamente raiz quadrada de 1,20). Se fosse 1,20x1,20 seria 44% maior.
    Concordam com este comentário: Skinkx
  8.  # 148

    Tem toda a razao ghost um fantasma atento. Era so pra ver se estava atento ;)
    Concordam com este comentário: ghost12, Skinkx
  9.  # 149

    Colocado por: zedasilvaAo contrário daquilo que possa parecer, terrenos de areia são bons.
    Não são é para construir com sapatas isoladas de 50x50


    Em terrenos arenosos terão as sapatas que ser obrigatoriamente de maiores dimensões e terá que existir sempre e antes das mesmas betão de limpeza?, é isso que se verifica nas fotos dos post´s #115 e #119?
    Qual a forma correta de proceder nestes caos?
    Concordam com este comentário: Nuno varanda
  10.  # 150

    Ou será mais caso para falar em ensoleiramento geral?
  11.  # 151

    Colocado por: agosto07Em terrenos arenosos terão as sapatas que ser obrigatoriamente de maiores dimensões e terá que existir sempre e antes das mesmas betão de limpeza?, é isso que se verifica nas fotos dos post´s #115 e #119?
    Qual a forma correta de proceder nestes caos?

    O betão de limpeza não tem nenhuma função de estabilidade, é um expediente construtivo que muitas vezes é substituído por umas pedras de rachão que se colocam entre o terreno e a "cesta" de armadura para garantir entre 5 a 10 cms de distância entre esta e o terreno.

    O tamanho das sapatas (e eventuais lintéis de fundação) é aquele que resultar do cálculo do engenheiro projetista, tendo em conta a capacidade resistente do terreno; a partir de certa dimensão das sapatas, a opção de ensoleiramento geral poderá revelar-se a melhor opção.
    Concordam com este comentário: antonylemos
  12.  # 152

    Colocado por: zedasilvaGeodreno perimetral.
      103.jpg
      115.jpg


    uma cama de brita a envolver o tubo, ou tubo (como na imagem) pousado no fundo, com brita por cima?
  13.  # 153

    Colocado por: nmex2uma cama de brita a envolver o tubo, ou tubo (como na imagem) pousado no fundo, com brita por cima

    Sim!
    Não esquecer, por cima da brita um geotêxtil para que esta com o tempo não fique cheia de "finos"
    Concordam com este comentário: Skinkx
  14.  # 154

    Colocado por: zedasilva
    Sim!
    Não esquecer, por cima da brita um geotêxtil para que esta com o tempo não fique cheia de "finos"


    obrigado

    faltou o "?" ;) era uma questão : tubo no fundo e brita por cima OU cama de brita e o tubo no meio

    só mais um detalhe.
  15.  # 155

    O tubo sempre no fundo. O objetivo é que ele recolha a água antes que ela atinga a base das sapatas.
    É por isso que defendo a técnica do desaterro integral pois permite isto com maior facilidade e com custos equiparados aos tradicionais caboucos.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, two-rok
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Dr Mina, nmex2
  16.  # 156

    Colocado por: zedasilva
    Sim!
    Não esquecer, por cima da brita um geotêxtil para que esta com o tempo não fique cheia de "finos"
    Concordam com este comentário:Skinkx


    A brita deve ser envolvida do mesmo modo que o geodreno, com geotêxtil em toda a volta: eu diria que em cima é óbvio (apesar de muitos nem isso fazerem), mas até lateralmente a brita deve ser confinada.
    Concordam com este comentário: zedasilva, two-rok
  17.  # 157

    Colocado por: Skinkxaté lateralmente a brita deve ser confinada.

    Sem dúvida!
    Mas isso já é muito à frente
    :))
  18.  # 158

    Colocado por: Skinkx

    A brita deve ser envolvida do mesmo modo que o geodreno, com geotêxtil em toda a volta: eu diria que em cima é óbvio (apesar de muitos nem isso fazerem), mas até lateralmente a brita deve ser confinada.
    Concordam com este comentário:zedasilva


    como um crepe? ;)

    uma manta geotextil no talude ao longo da vala, a proteger o que possa cair do talude

    uma no fundo, ao longo da vala, e aberta para colocar o tubo e cobrir com brita, e depois fechar, como um crepe

    depois uma camada (ou até ao cimo, dependendo da altura) de pedra um pouco maior que a brita e que depois é recoberta com o manta que estava a fazer proteção do talude.

    acabamento do pavimento final por cima
    Concordam com este comentário: zedasilva
  19.  # 159

    Sim, como um crepe.

    Geotêxtil no fundo da vala, cortado com folga. Tubo/geodreno no fundo da vala, por cima do geotêxtil. Em cima disso, brita, rachão, gravilha, o que for mais barato, e depois envolver com o geotêxtil que estava a mais, em todo o perímetro dessa vala. Só assim tem uma verdadeira vala drenante.

    Esta vala deve nascer à cota das sapatas e vir morrer até à cota desejada. Havendo dinheiro, pode vir imediatamente abaixo dos arranjos exteriores... se for calçada, é até à cota do tout-venant onde é assente a calçada, por exemplo.

    Assim é impossível ter água estagnada encostada nas paredes enterradas. E isto bate qualquer impermeabilização que lhe possam colocar, podendo perfeitamente levar ainda assim impermeabilização e isolamento térmico.
    Concordam com este comentário: zedasilva, two-rok
    Estas pessoas agradeceram este comentário: agosto07, nmex2, Capuchinha
  20.  # 160

    Colocado por: SkinkxAssim é impossível ter água estagnada encostada nas paredes enterradas.

    Na realidade, é um trabalho acessível a qualquer empreiteiro.
    O seu custo é facilmente comportável pelos orçamentos mais parcos da grande maioria dos DO
    Basta querer.
    Concordam com este comentário: two-rok
    Estas pessoas agradeceram este comentário: agosto07
 
0.1325 seg. NEW