Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite,

    Gostaria de saber se alguém já consegui aprovar um empréstimo á construção apenas com a comunicação prévia. Estou a preparar todo o processo para submeter uma comunicação prévia á Câmara, no entanto falei com 3 entidades bancárias, neste caso Millennium BCP; BPI e Novo Banco para saber se eles emprestavam para a construção não tendo a licença de construção, mas sim os comprovativos de submissão da comunicação prévia + a auto liquidação das taxas e a certidão de Não Rejeição da Câmara. Acontece que só o novo banco diz ser possível, os outros 2 dizem que preciso da licença de construção (que não existe no caso das comunicações prévias). Ora não posso acreditar que em tantas comunicações prévias que neste momento estão nas câmaras são todas construções sem recurso a empréstimos bancários. Estou com receio de submeter a comunicação prévia e depois o banco não emprestar. Alguém que tenha conseguido pode explicar como fez. Obrigada
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Isso não pode ser possível, eu já o fiz com o Santander sem qualquer problema, solicito à Câmara uma certidão onde conste a identificação da operação urbanística objecto de comunicação prévia, bem como a data da sua apresentação.

    Isso é incompetência dos funcionários dos bancos que a atenderam.
    Concordam com este comentário: cmmoreira
  4.  # 3

    Bom dia,

    Obrigada pela sua resposta. Pode por favor indicar-me o nome da Certidão que tenho que pedir á Câmara. Quanto á baixada da Luz na EDP, já li em outros tópicos que o sr. Picareta também teve dificuladaes em pedir com a comunicação prévia, pode por favor indicar-me como ultrapassou esta situação.

    Obrigada

  5.  # 4

    Colocado por: Maria CarvalhoObrigada pela sua resposta. Pode por favor indicar-me o nome da Certidão que tenho que pedir á Câmara.

    É o banco que tem que responder a isso.
    O Santander pediu-me uma certidão onde conste a identificação da operação urbanística objecto de comunicação prévia, bem como a data da sua apresentação.

    Colocado por: Maria CarvalhoQuanto á baixada da Luz na EDP, já li em outros tópicos que o sr. Picareta também teve dificuladaes em pedir com a comunicação prévia, pode por favor indicar-me como ultrapassou esta situação.

    Esqueça o Sr.
    A dificuldade é solicitar o ramal logo após a entrega da comunicação prévia e do pagamento das taxas, temos que esperar pelo ofício da Câmara Municipal, depois é só apresenta-lo na EDP e o assunto fica resolvido.
  6.  # 5

    Muito obrigada. Pelo que percebo esse oficio é a tal Certidão de Não rejeição, correcto?
  7.  # 6

    Colocado por: Maria CarvalhoMuito obrigada. Pelo que percebo esse oficio é a tal Certidão de Não rejeição, correcto?

    Não, é apenas um oficio com a análise do projecto, a dizer o que é que foi entregue e se está tudo correcto, diz o prazo de execução, as taxas a pagar, e mais umas coisas, nada de especial. Este ofício não serve para o banco, mas serve para pedir a luz para a obra.
  8.  # 7

    Obrigada pela sua ajuda.
  9.  # 8

    Colocado por: PicaretaIsso não pode ser possível, eu já o fiz com o Santander sem qualquer problema, solicito à Câmara uma certidão onde conste a identificação da operação urbanística objecto de comunicação prévia, bem como a data da sua apresentação.

    Isso é incompetência dos funcionários dos bancos que a atenderam.

    Gostava de ver qual o banco que faz a escritura sem uma licença de construção e taxas pagas.
  10.  # 9

    Colocado por: Sirruper
    Gostava de ver qual o banco que faz a escritura sem uma licença de construção e taxas pagas.


    Boa tarde Millenium Bcp

    Faz escritura com comunicação prévia e comprovativo de pagamento das taxas.

    Sem qualquer problema.
  11.  # 10

    Colocado por: PicaretaIsso não pode ser possível, eu já o fiz com o Santander sem qualquer problema, solicito à Câmara uma certidão onde conste a identificação da operação urbanística objecto de comunicação prévia, bem como a data da sua apresentação.

    Isso é incompetência dos funcionários dos bancos que a atenderam.


    Concordo, eu nem necessitei de nenhuma certidão, basta informação da câmara da não rejeição da comunicação prévia, e comprovativo da liquidação das taxas.

    Na luz e água não tive problema nenhum 1000 maravilhas.
  12.  # 11

    Colocado por: SirruperGostava de ver qual o banco que faz a escritura sem uma licença de construção e taxas pagas.


    Colocado por: Picaretaeu já o fiz com o Santander sem qualquer problema
  13.  # 12

    Boa tarde Sr. Carlos Alves, eu estou a tentar o emprestimo com o Millenium BCP e obtive ontem uma resposta deles a dizer que não faziam o empréstimo com a comunicaçãorévia, conforme abaixo;

    “A comunicação prévia não garante a aprovação do projeto, e o Banco tem que garantir que o projeto que está a financiar está “legal”.

    Cump.”

    Dai a minha dúvida. Eu fiz um PIP, porque o terreno não é em loteamneto e estou a aguardar o parcer da Câmara Municipal de Cascais, para depois do PIP aprovado seguir com a comunicação prévia, mas como me deparei com todas estas dificuldades no banco, estou muito apreensiva que depois deste tempo todo ainda vou ter que fazer o licenciamento porque o banco não empresta sem licença de construção.

    Pode por favor indicar-me como fez para o Millenium para escriturar o empréstimo sem licença de construção?.

    Obrigada
  14.  # 13

    Colocado por: Maria CarvalhoPode por favor indicar-me como fez para o Millenium para escriturar o empréstimo sem licença de construção?.

    Há tanto banco no mercado, que não percebo porque é que insiste nesses, que são uns ignorantes, senão não afirmavam isto:

    Colocado por: Maria CarvalhoA comunicação prévia não garante a aprovação do projeto


    O projecto é analisado, da mesma forma que os projectos sujeitos a licenciamento, simplesmente não existe alvará, mas existe um oficio da câmara a dizer que está tudo correcto.
  15.  # 14

    Colocado por: Maria CarvalhoBoa tarde Sr. Carlos Alves, eu estou a tentar o emprestimo com o Millenium BCP e obtive ontem uma resposta deles a dizer que não faziam o empréstimo com a comunicaçãorévia, conforme abaixo;

    “A comunicação prévia não garante a aprovação do projeto, e o Banco tem que garantir que o projeto que está a financiar está “legal”.

    Cump.”

    Dai a minha dúvida. Eu fiz um PIP, porque o terreno não é em loteamneto e estou a aguardar o parcer da Câmara Municipal de Cascais, para depois do PIP aprovado seguir com a comunicação prévia, mas como me deparei com todas estas dificuldades no banco, estou muito apreensiva que depois deste tempo todo ainda vou ter que fazer o licenciamento porque o banco não empresta sem licença de construção.

    Pode por favor indicar-me como fez para o Millenium para escriturar o empréstimo sem licença de construção?.

    Obrigada


    No tarde Maria Carvalho,

    Caso necessite poderei indicar agência bancária “MILLENIUM BCP” onde fiz escritura nos moldes que lhe referi.
    Não vou discutir. Profissionalismos e dualidade de critérios dentro do mesmo banco.

    Por último poderei referenciar também “gestor de conta”

    Mais não posso fazer.
  16.  # 15

    Eu fiz um PIP, porque o terreno não é em loteamneto e estou a aguardar o parcer da Câmara Municipal de Cascais, para depois do PIP aprovado seguir com a comunicação prévia,

    Boa tarde Maria,

    Depois de ler melhor o seu comentário, existe algo que carece de melhor esclarecimento.
    O parágrafo do seu texto que deixei a cima faz referência a PIP, parecer da câmara, e terreno fora de loteamento.

    Sim, existe alguma verdade no parecer que o banco emitiu dizendo da não garantia de aprovação, que em alguns casos poderá ser verdade!

    Explico / exemplo.

    A aprovação de uma comunicação prévia em terreno dentro de loteamento não tem muito por onde correr mal pois os condicionalismo ja estão pre definidos por exemplo a implantação, afastamentos, direcionamento de aguas e esgotos são só um exemplo.

    Ja um terreno fora de loteamento, a implantação de uma casa poderá ser alvo de várias interpretações, cabendo a câmara a sua aprovação e ou rejeição.

    Creio que seja aqui que o banco está a pegar, tendo em consideração que uma comunicação prévia só poderá ser alvo de um aperfeiçoamento.

    Faz também referência ao PIP, um plano de informação prévia não é garantia de nada, pois já não é o primeiro que vejo dar para o torto.

    No seu caso, eu não correria riscos e colocaria o projeto como licenciamento.

    Boa sorte
  17. Ícone informação Anunciar aqui?

  18.  # 16

    Colocado por: CarlosalvesJa um terreno fora de loteamento, a implantação de uma casa poderá ser alvo de várias interpretações, cabendo a câmara a sua aprovação e ou rejeição.

    Creio que seja aqui que o banco está a pegar, tendo em consideração que uma comunicação prévia só poderá ser alvo de um aperfeiçoamento.

    Que grande confusão, numa comunicação prévia, a câmara aprova ou não a implantação, exactamente da mesma forma que o faria caso fosse licenciamento.


    Colocado por: CarlosalvesNo seu caso, eu não correria riscos e colocaria o projeto como licenciamento.

    Não conhece o processo para poder afirmar isso, o projectista é que deve saber se deve ou não ir para a comunicação prévia.
    Para mim o problema da comunicação prévia, é ter que entregar os documentos do empreiteiro com a entrega dos projectos, tem que adjudicar a obra antes dos projectos aprovados, ou tem que arranjar alguém que lhe empreste esses documentos.
  19.  # 17

    Boa noite e agradeço os comentários. Eu estou a seguir este caminho PIP e depois CP após reunião com o Arquitecto da Câmara e do meu Arquitecto. Como o terreno não está inserido num alvará de loteamento, tenho que primeiro entregar um PIP, que no fundo é um ante projecto e só depois do parecer favorável da câmara é que posso submeter a comunicação prévia.O PIP é vinculativo por 1 ano e desde que o projecto entregue com a comunicação prévia seja exactamente igual ao PIP aprovado não existe qualquer problema. Para efeitos camarários a entrega da CP com PIP ou em terreno de loteamento é igual, dai não me parece que seja esse o problema do banco. Mas tal como disse o Picareta existem outros bancos.
    Obrigada
    Concordam com este comentário: ADROatelier
  20.  # 18

    Colocado por: Maria CarvalhoBoa noite e agradeço os comentários. Eu estou a seguir este caminho PIP e depois CP após reunião com o Arquitecto da Câmara e do meu Arquitecto. Como o terreno não está inserido num alvará de loteamento, tenho que primeiro entregar um PIP, que no fundo é um ante projecto e só depois do parecer favorável da câmara é que posso submeter a comunicação prévia.O PIP é vinculativo por 1 ano e desde que o projecto entregue com a comunicação prévia seja exactamente igual ao PIP aprovado não existe qualquer problema. Para efeitos camarários a entrega da CP com PIP ou em terreno de loteamento é igual, dai não me parece que seja esse o problema do banco. Mas tal como disse o Picareta existem outros bancos.
    Obrigada


    Compreendo,

    Como-lhe disse acabei de aprovar no Millennium sem qualquer problema.

    Tudo a correr bem
  21.  # 19

    É assim mesmo. Está correcto.

    O PIP nesta situação é quase o projecto finalizado.
    Posso falar um pouco da minha experiência.
    Por desconhecimento, ainda existe alguma resistencia em certas entidadades, como em alguns bancos e na EDP, por exemplo.
    É preciso insisitir, com uma breve explicação e remetendo para o Regime Juridico da Urbanização e Edificação.

    http://www.pgdlisboa.pt/leis/lei_mostra_articulado.php?nid=625&tabela=leis

    Colocado por: Maria CarvalhoBoa noite e agradeço os comentários. Eu estou a seguir este caminho PIP e depois CP após reunião com o Arquitecto da Câmara e do meu Arquitecto. Como o terreno não está inserido num alvará de loteamento, tenho que primeiro entregar um PIP, que no fundo é um ante projecto e só depois do parecer favorável da câmara é que posso submeter a comunicação prévia.O PIP é vinculativo por 1 ano e desde que o projecto entregue com a comunicação prévia seja exactamente igual ao PIP aprovado não existe qualquer problema. Para efeitos camarários a entrega da CP com PIP ou em terreno de loteamento é igual, dai não me parece que seja esse o problema do banco. Mas tal como disse o Picareta existem outros bancos.
    Obrigada
    Concordam com este comentário:ADROatelier
  22.  # 20

    Exactamente. Em autarquias em que se supoe que só o Projecto de Arquitectura poderá levar um ano a ser analisado e aprovado, existe uma clara vantagem em seguir pela tramitação em Comunicação Prévia.

    Porém, é necessário ter adjudicado a obra ao construtor.
    Não usem documentos emprestados, não é legal.

    Colocado por: Picareta
    Que grande confusão, numa comunicação prévia, a câmara aprova ou não a implantação, exactamente da mesma forma que o faria caso fosse licenciamento.



    Não conhece o processo para poder afirmar isso, o projectista é que deve saber se deve ou não ir para a comunicação prévia.
    Para mim o problema da comunicação prévia, é ter que entregar os documentos do empreiteiro com a entrega dos projectos, tem que adjudicar a obra antes dos projectos aprovados, ou tem que arranjar alguém que lhe empreste esses documentos.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">