Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 121

    Colocado por: KduvidasPois. Mas não estamos a falar de concentração mas sim de proporção.
    É como eu interpreto a forma como foi explicado.

    Se o Poolgarden quiser fazer o favor de esclarecer...

    Já esclareceu, é lixívia, portanto é uma diluição de uma solução com +/-0,4% de hipoclorito de sódio
  2.  # 122

    Como já disse pessoalmente ao "poolgarden", continuo a achar que o "Blissus" é o causador do problema.
    No entanto....toda e qualquer tipo de alternativas e experiências é sempre bem vinda!! E se neste caso até está a resultar, ótimo!!

    Não há nada como tentar, mas cuidado com as doses, a lixívia até pode matar bactérias, fungos, ?percevejos?, Mas também mata a relva. Nunca fiz aplicações de lixívia, não sei as doses adequadas para o volume da calda.

    Sei que o "poolgarden" tem experiência e com um pulverizador de dorso com uma calda de 10L consegue aproximadamente tratar 100m2.

    Só quero aqui alertar os restantes que podem não ter a mesma experiência para esses valores!
    Não fosse alguém gastar os 10L de calda em 20/30/40m2..aí talvez a relva ficasse bem desinfectada e amarelinha!!

    O volume da calda recomendada para a maior parte dos tratamentos é de 1000L/ha..cada produto tem a sua dose recomendada para cada cultura.

    Boa sorte👍
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Gaspia
  3.  # 123

    As melhores condições para propagação de fungos são condições de humidade relativa concentrada e efeito de estufa. O escalrracho tem no desenvolvimento a capacidade de criar uma abaixo da folha propícia a essa situação, após a rega da manhã e com a exposição solar esse fenómeno ocorre naturalmente, mas agora com a agravante da existência de um fungo.

    Mas adiante cada um com a sua opinião.

    Testem, o que custa... se comigo deu resultado.

    E em resposta à outra dúvida, sim é proporção. Em 10 litros de água adicionei 200 ml de lixívia.
    Concordam com este comentário: Kduvidas, Gaspia
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Kduvidas
  4.  # 124

    E tal como o Sérgio aqui refere e muito bem, cuidado na aplicação. A dose dá para aproximadamente 100 m2 e só se poderá dar nova aplicação 2 semanas depois como já o fiz no passado sem ter efeitos secundários.
  5.  # 125

    Colocado por: PoolgardenAs melhores condições para propagação de fungos são condições de humidade relativa concentrada e efeito de estufa. O escalrracho tem no desenvolvimento a capacidade de criar uma abaixo da folha propícia a essa situação, após a rega da manhã e com a exposição solar esse fenómeno ocorre naturalmente, mas agora com a agravante da existência de um fungo.

    Mas adiante cada um com a sua opinião.

    Testem, o que custa... se comigo deu resultado.

    E em resposta à outra dúvida, sim é proporção. Em 10 litros de água adicionei 200 ml de lixívia.
    Concordam com este comentário:Kduvidas
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Kduvidas
    Ou seja 2 litros de lixívia para cada 100 litros de água = 2% de lixívia por +- 98% de água.
    Obrigado,
    • sbcnv
    • 2 outubro 2020 editado

     # 126

    O problema e que lixívia há de todos os feitios. Daí ser importante saber a concentração da solução. Lixívia tanto pode ser 4% de SH como 8% SH que e o dobro, ou algumas até 10%

    Dado que produtos diferentes tem concentrações diferentes, quando se fala em misturas destas, fala-se sempre na concentração.
    • ecbbc
    • 2 outubro 2020 editado

     # 127

    Boa tarde,

    eu estou completamente frustrada com o meu relvado. Mudei há 3 meses para uma moradia que tinha relvado mas que não estava em condições perfeitas. Chamámos um jardineiro que sugeriu colocar terra/substracto e esperar que a relva reagisse a essa adição de substracto e ir regando com frequência (todos os dias).
    A relva estava com bom aspecto, verde e apesar de não termos notado nenhuma diferença substancial com a adição do substracto, estávamos à espera que com o passar do tempo isso se notasse mais.
    Passadas umas quantas semanas começámos a notar uns bichinhos ao pé dos muros. Muitos bichinhos. Que são os tais Blissus que se falou aqui. Mas não tínhamos nem ideia que poderia ser prejudicial para a relva. Entretanto a relva começou a ficar seca, seca... e o relvado a ficar com um aspecto desolador.

    Andámos à procura de qual poderia ser a causa. Pensámos que tínhamos colocado demasiada água (e ainda não tenho a certeza se não foi isso também). Mas depois encontrei este fórum.

    Falei com o meu jardineiro que diz que vai colocar insecticida e fertilizante e ver o que acontece. Mas o relvado parece que já não tem salvação.

    O que sugerem que faça? Será que é de experimentar a tal mezinha Poolgarden? Pela imagem acha que o relvado ainda tem alguma possibilidade de voltar à vida?

    Também li que está a acabar a época do Blissus, mas pelo que percebi fica latente, certo? Mais vale acabar com ele agora, pois caso contrário voltará a aparecer na próxima primavera.

    Agradeço a vossa atenção

    Nota: na imagem as partes em que só se vê o substracto nunca tiveram relva
      WhatsApp Image 2020-09-29 at 12.22.38.jpeg
  6.  # 128

    No estado em que está... só um novo
    Pessoalmente sou anti-quimicos em ambiente domésticos. Matam tudo, o bom e o mau e cada vez há menos insectos bons
    Eu aproveitaria para arrancar tudo, revolver um pouco a terra para os deixar sem abrigo, expô-los à passarada e para que a chuva dê o seu contributo.
    Lá para Fevereiro voltaria a revolver bem a terra e tirava alguma por causa dos ovos
    Março/Abril, terra nova e sementeira

    Pergunte ao seu vizinho se também tem...
    Concordam com este comentário: Mnel
    Estas pessoas agradeceram este comentário: ecbbc
  7.  # 129

    Colocado por: leonorbPergunte ao seu vizinho se também tem...
    Estas pessoas agradeceram este comentário:ecbbc


    Bom dia,

    Agradeço a sua resposta Leonor.

    Infelizmente também me parece que já não há muita hipótese para este relvado! :-(
    Neste momentos os bichinhos desapareceram. Não se vê nenhum. Não sei se terá sido por causa das recentes chuvas.

    Estivemos a falar com o vizinho e a explicar a nossa suspeita e ele diz que também nota o início de alguma coisa no relvado dele, se bem que ele não tem exactamente a mesma qualidade de relva que a nossa. Tem várias partes de relva semeada.

    Vou esperar mais um tempo a ver o que acontece... e daqui a mais uns tempos decido o que fazer.
    Concordam com este comentário: leonorb
  8.  # 130

    No dia 19 de Setembro apliquei Ercole - insecticida de solo em grânulos.

    Infelizmente os resultados não foram os esperados e a relva continua a ser consumida e transformada em palha.

    Alguém tem resultados positivos com alguma estratégia que queira partilhar?

    Cumprimentos
  9.  # 131

    https://youtu.be/NzDgB4faLcM

    Encontrei este vídeo entre muitos no YouTube.

    Chinch bug=Blissus Leucopterus

    Este problema existe há muito lá fora.

    Pesquise! Pode ser que identifique o problema do vosso jardim.

    👍
  10.  # 132

    Eu ja referi já uns tempos atrás. Bifentrina deverá resultar dado que e o quê usam na Flórida para o tal chinch bugs
  11.  # 133

    Os insecticidas formulados com a substância bifentrina foram retirados do mercado nacional em 2013.
  12.  # 134

    Colocado por: RBP71No dia 19 de Setembro apliquei Ercole - insecticida de solo em grânulos.

    Infelizmente os resultados não foram os esperados e a relva continua a ser consumida e transformada em palha.

    Alguém tem resultados positivos com alguma estratégia que queira partilhar?

    Cumprimentos


    O Ercole é um insecticida de contacto, significa que para matar os insectos tem de chegar a eles. Na preparação do solo antes da sementeira/plantação da cultura, deve ser incorporado na terra a 5cm-10cm de profundidade. Nestes casos, em relvados já crescidos, é mais difícil só com regas conseguir fazer chegar o produto às raízes e aos insectos. Pode sempre optar pelo insecticida em liquido para pulverização.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: RBP71
  13.  # 135

    Obrigado Sérgio e Poolgarden pelo enorme contributo para a resolução deste problema
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Poolgarden
  14.  # 136

    O meu relvado é do tipo KIkyuo. Em 3 4 dias ficou no estado que podem ver pelas fotografias. Inicialmente pensava que era falta de água. Depois pensei ser um ataque de Lagarta. Administrei Pyrinex. Pelos vossos posts vejo agora que a propagação parou, mas isso deveu-se a uma temperatura mais baixa. Já não sei o que fazer. Espero que descubram alguma coisa que pare esta praga. Cavei uma zona do relvado e não encontrei insectos do tipo Blissus. Para terem uma ideia do estrago, andei com o corta-relva na posição mais baixa e, em pouco mais de 25 a 30m2, tirei 4 sacos dos grandes de restolho, palha seca.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: eu
      KIKUYU-768x768.jpg
      Grama 4.jpg
      Grama 3.jpg
  15.  # 137

    O meu também é kikuyo e está na maioroa morto.

    Já fiz todas as buscas possíveis com o copo invertido etc e não encontro um único insecto...
  16.  # 138

    Parece que não gostou do Pyrinex

    Cá para mim, os vossos relvados andam a morrer das curas
  17.  # 139

    Há cerca de 3 anos que não colocava nada de Insecticidas nem fungicidas no relvado, tenho cerca de 200m2. Tenho relvado há cerca de 10 anos. Nos primeiros 5 anos tinha relva e depois, a pouco e pouco fui introduzindo o Kikyuo (Alguns pessoas continuam-lhe a chamar escarlacho. Penso que poderá pertencer à mesma família, mas apresenta algumas diferenças do escarlacho clássico e que estamos habituados a ver em Portugal). O Kikyuo, pelo menos na minha situação, no Inverno mesmo com temperaturas baixas não ficava castanho nem amarelo. Praticamente no Inverno não rego, nos meses de Primavera e Outono faço regas dia sim dia não e no pico do Verão rego uma vez por dia, (Entre 15 a 20m3 de água mês). Quando tinha relva inglesa gastava cerca de 50m3/mês nos meses de Julho e Agosto.
    Concordam com este comentário: leonorb
  18.  # 140

    A kikyuo não é escalracho, digo eu
    Também fiz o mesmo, comecei com relva "clássica" e mudei. Regas é idêntico e também nunca ficou amarela no inverno. Só houve um inverno que não cresceu, mas o frio foi terrível
    Às vezes passa mal por falta de cuidado mas recupera bem
    Se calhar ainda não tive azar com pragas
 
0.0413 seg. NEW