Iniciar sessão ou registar-se
  1. Colocado por: JoelM

    Já lhe disse, não sei nem me interessa se tem muito ou pouco a fazer, se faz ou deixa por fazer! Estar a receber do SNS e ir para o privado ganhar mais uns trocos, recebendo dos 2 lados ao mesmo tempo é apenas e somente ser mais uma sanguessuga sem ética que se aproveita do sistema e que anda a chular todos os contribuintes! Fico-me por aqui!


    Isso não se aplicará aos FP que não fazem nada todo e tempo e só não vão pra privada porque não tem actividade nenhuma lá?!.... Uhmmm..
  2. Colocado por: Gambino

    Seniores quer dizer especialistas.

    Já expliquei que é o colega da escala de urgência que faz a visita com os internos.

    No período da manhã o interno passa visita com apoio do SU ? Desculpe mas nunca vi tal ....
  3. Colocado por: enf.magalhaes
    No período da manhã o interno passa visita com apoio do SU ? Desculpe mas nunca vi tal ....


    Sempre assim foi em todos hospitais da minha especialidade. Mas isso é algumas celeuma?! Que interessa isso em concreto?!..

    Se um doente começar a patinar no internamento quem é chamado é o colega da urgência.
  4. Colocado por: CarvaiEste tópico é um fartote. TODOS sabemos que na Função Pública sempre houve e há milhares de funcionários que não fazem nenhum no local de trabalho - lembram-se de um sindicato ter dito que era melhor os funcionários ficarem em casa a receber pois poupava-se na agua e luz - e agora está tudo histérico porque alguém admitiu que o fazia. E milhares deles recebem nos 2 ou 3 carrinhos e muitos deles com meios do Estado - carros, computadores, material de consumo. Alguém consegue explicar onde vão parar milhões em consumíveis dos hospitais, escolas, repartições, quarteis, ministérios, etc.
    Nunca vi tanta hipocrisia junta. Tal como quando alguém por aqui explica uma forma de fugir aos impostos na construção como se fosse algo inédito.

    Todos sabemos que existem alguns empregados com perspectivas " artísticas " do emprego.. como em todo o lado ... mas em toda a minha carreira , lidando com centenas de pessoas , só conheci 2 pessoas com estes esquemas
  5. Colocado por: Gambino

    Sempre assim foi em todos hospitais da minha especialidade. Mas isso é algumas celeuma?! Que interessa isso em concreto?!..

    Nunca vi tal na minha vida .
  6. Colocado por: enf.magalhaes
    Nunca vi tal na minha vida .

    Sobretudo pelo que parece não faltam especialistas no seu serviço sem nada para fazer
  7. Nunca trabalhei num CS .
  8. Colocado por: enf.magalhaes
    Sobretudo pelo que parece não faltam especialistas no seu serviço sem nada para fazer


    Isso estranho eu!

    Então quem está de urgência é que leva sopa e não vai lá assegurar-se?!...

    Tá bem tá!

    Olhe ponha os especialistas a trabalhar do meu serviço.

    Pode começar pelos das comissões de serviço e pelo das escalas e o da codificação.
  9. Colocado por: Gambino

    Isso estranho eu!

    Então quem está de urgência é que leva sopa e não vai lá assegurar-se?!...

    Tá bem tá!

    Olhe ponha os especialistas a trabalhar do meu serviço.

    Pode começar pelos das comissões de serviço e pelo das escalas e o da codificação.

    Para a visita médica ?
  10. Chama-se o SU depois dos especialistas do serviço irem embora
  11. Pouco percebo de categorias médicas, mas há 2 anos fui operado num hospital publico por causa de um acidente. Estive 5 dias a aguardar a operação por razões técnicas e só conheci a médica que me operou na sala de operações. Depois disso só uns 2 meses depois viu-me novamente numa consulta de 10 min. para ver que estava tudo bem.
    Entretanto fui acompanhado por um médico que também ajudou na operação (eu estava com anestesia local) que foi 5*. Tive o azar de apanhar com a greve dos enfermeiros e se não fosse ele tinha-me lixado. Não faço ideia do estatuto do mesmo mas tanto antes como depois da operação não me largou.

    PS. Fui operado no publico mas pago pela seguradora. E ainda paguei a ambulância do local do acidente ao hospital do meu bolso, por um erro de preenchimento de papeis.
  12. Colocado por: CarvaiPouco percebo de categorias médicas, mas há 2 anos fui operado num hospital publico por causa de um acidente. Estive 5 dias a aguardar a operação por razões técnicas e só conheci a médica que me operou na sala de operações. Depois disso só uns 2 meses depois viu-me novamente numa consulta de 10 min. para ver que estava tudo bem.
    Entretanto fui acompanhado por um médico que também ajudou na operação (eu estava com anestesia local) que foi 5*. Tive o azar de apanhar com a greve dos enfermeiros e se não fosse ele tinha-me lixado. Não faço ideia do estatuto do mesmo mas tanto antes como depois da operação não me largou.

    PS. Fui operado no publico mas pago pela seguradora. E ainda paguei a ambulância do local do acidente ao hospital do meu bolso, por um erro de preenchimento de papeis.

    Pois ... mas não é suposto conhecer o médico na sala ... mas pelos visto como não tem nada para fazer podiam ao menos acompanhar o interno um ou outra vez , para o doente o conhecer ... mas é melhor como não tem função ir para o privado em horário de trabalho ...
  13. Colocado por: enf.magalhaesChama-se o SU depois dos especialistas do serviço irem embora


    Os especialistas do serviço estão no bloco e na consulta.

    Isso que diz é nos serviços que são mais que as mães e os internamentos enormes, tipos med interna, cir. Geral, pediatria, etc.
  14. Colocado por: CarvaiPouco percebo de categorias médicas, mas há 2 anos fui operado num hospital publico por causa de um acidente. Estive 5 dias a aguardar a operação por razões técnicas e só conheci a médica que me operou na sala de operações. Depois disso só uns 2 meses depois viu-me novamente numa consulta de 10 min. para ver que estava tudo bem.
    Entretanto fui acompanhado por um médico que também ajudou na operação (eu estava com anestesia local) que foi 5*. Tive o azar de apanhar com a greve dos enfermeiros e se não fosse ele tinha-me lixado. Não faço ideia do estatuto do mesmo mas tanto antes como depois da operação não me largou.

    PS. Fui operado no publico mas pago pela seguradora. E ainda paguei a ambulância do local do acidente ao hospital do meu bolso, por um erro de preenchimento de papeis.


    Foi seguido pelo interno... Operado por interno e especialista. O normal...

    Este(a) tem interno! que faz as consultas enquanto está na privada. Eu faço as minhas, não tenho interno...
  15. Colocado por: Gambino

    Foi seguido pelo interno... Operado por interno e especialista. O normal...

    Este(a) tem interno! que faz as consultas enquanto está na privada. Eu faço as minhas, não tenho interno...

    Pois . Mas não são pagos para fazer supervisão do interno á distância !
  16. Colocado por: enf.magalhaes
    Pois . Mas não são pagos para fazer supervisão do interno á distância !


    Oh...isso é mato, nem se fala.

    Internos sozinhos em urgências e consultas é a dar com o pau por todo lado, em todas as especialidades!
  17. Colocado por: Gambino(que começo a achar que não sabe o que quer dizer)
    Sei sei. que terminam a especialidade, seja ela a operar corações ou a colocar maminhas.
  18. Colocado por: GambinoJá estive em "vários sitios" e todos funcionam assim e não me venha com moralismos baratos que não tenho idade nem pachorra para isso.
    Tem noção que basicamente está a gozar o prato com todos os que são obrigados a cumprir um horário de trabalho duríssimo para levar para casa metade desses 1700 que são miseráveis para si.

    Fora a exigência da profissão que me leva a reconhecer o valor enquanto profissional, eu já tinha muito pouco respeito pela sua classe profissional quando em contexto social. Perante a confirmação que regra geral os especialistas conseguem estar a trabalhar em dois sítios ao mesmo tempo, perco completamente o respeito por alguém que goza com o dinheiro dos contribuites. Se o Gambino, perdão, Doutor Gambino e os seus colegas não têm nada que fazer durante 3 dias, é porque o seu director hospitalar é um nabo do caral&o. Sendo também ele médico imagino que lhe interesse perpectuar este sistema.

    Ainda não acredito que acabei de perder a fé numa das poucas classes de FP que eu por acaso até pensava que que mereciam cada tostão ganho. Este relato é bom para o advogado de defesa da Função pública JoelM (desculpe Joel, mas não resisti).
  19. Colocado por: HAL_9000Sei sei. que terminam a especialidade, seja ela a operar corações ou a colocar maminhas.


    Não, podem, por exemplo, andar a cortar prepúcios, ou a fazer colonoscopias...depende da especialidade!

    Especialista fica qualquer médico após o seu internado de especialidade. E fica especialista duma especialidade.
  20. Colocado por: HAL_9000Tem noção que basicamente está a gozar o prato com todos os que são obrigados a cumprir um horário de trabalho duríssimo para levar para casa metade desses 1700 que são miseráveis para si.

    Fora a exigência da profissão que me leva a reconhecer o valor enquanto profissional, eu já tinha muito pouco respeito pela sua classe profissional quando em contexto social. Perante a confirmação que regra geral os especialistas conseguem estar a trabalhar em dois sítios ao mesmo tempo, perco completamente o respeito por alguém que goza com o dinheiro dos contribuites. Se o Gambino, perdão, Doutor Gambino e os seus colegas não têm nada que fazer durante 3 dias, é porque o seu director hospitalar é um nabo do caral&o. Sendo também ele médico imagino que lhe interesse perpectuar este sistema.

    Ainda não acredito que acabei de perder a fé numa das poucas classes de FP que eu por acaso até pensava que que mereciam cada tostão ganho. Este relato é bom para o advogado de defesa da Função pública JoelM (desculpe Joel, mas não resisti).


    Claro que é um nabo e ele também passa a vida na privada (porque enquanto parte do C.Adm. não exerce funções clínicas) e não é "director" é "administrador". Depois há os directores de serviço e sobre eles nem me pronuncio porque..obviamente são os maiores fomentadores de actividade extra SNS e quase todos têm clínicas, empresas de representação de material médico e funções de direção também nos privados.

    Mas ele não é o único culpado, porque ele não tem o que nos por a todos a fazer e já expliquei porquê (porque faltam meios e infra-estruturas que sei que ele e todo o Concelho de Adm. estão sempre a reivindicar sem sucesso).

    Que há gente que ganha mal, todos sabemos, agora é suposto querermos que todos ganhem melhor e não que por uns ganharem mal, também outros ganhem o mesmo.
 
0.6868 seg. NEW