Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 61

    Colocado por: pedroaze não, não se preocupem, pois percebo tanto de obras ou mais do que vocês


    Colocado por: Atlas EurobuildEste comentário tem várias "não verdades", e não é por estar a ser feito dessa forma na sua casa que passa a ser verdade.
    Convém não induzir ninguém em erro.

    Deixar e votos que lhe corra como deseja 😉
    • Pe10
    • 28 novembro 2022

     # 62

    Parabéns pela iniciativa.

    A malta agora quer é ver umas fotos.
  2.  # 63

    Este comentário tem várias "não verdades", e não é por estar a ser feito dessa forma na sua casa que passa a ser verdade.
    Convém não induzir ninguém em erro.


    R: É a sua/vossa opinião, o que não a torna mais ou menos válida!

    Quanto à colagem do EPS no suporte com argamassa, sendo um suporte em alvenaria, só existem duas formas de fazer bem:
    - Método Pontos e Cordão: cordão em todo o perímetro da placa e mais 6 a 8 pontos espalhados pelo centro da placa. Garantir que depois de pressionada a placa no suporte tenha 70% da placa com argamassa.
    - Método barramento integral: toda a placa é barrada na sua parte anterior e posteriormente pressionada contra o suporte. A ferramenta utilizada poderá ser uma talocha dentada de 6 ou 8mm. Este método usa-se quando o suporte está com uma excelente planimetria ou esteja rebocado.


    R: Só há 2 formas de fazer: Ou se faz bem, ou se faz mal!!! Não se faz meio bem!

    Dizer que:
    - O suporte deve ser sempre rebocado;
    - Deve ser aplicada argamassa tanto no suporte como na placa;
    É como deve ser feito é que é um erro.
    Convém não esquecer, por exemplo, que há limites quanto à espessura que a argamassa deverá apresentar depois do isolamento colado. Portanto cuidado com as "duplas colagens".


    R: Diga lá então quais poderão ser os inconvenientes de ter a tal de "dupla colagem", no seu bom entender?

    Quanto ao resto do tema da conversa, de referir conforme outros utilizadores já referiram:
    - Não se esqueça do primário de aderência
    - Não se esqueça do revestimento final
    - Não se esqueça dos perfis necessários para a sua obra (canto, pingadeira, remate, stop, etc)
    Entre outros.


    R: Não está a levar nenhum primário, uma vez que as paredes exteriores estão rebocada e areadas!!!

    Como está, pelos vistos, a ter sucesso com a sua formula, agora não a estrague e não diga que vai reforçar com mais uma demão de argamassa de barramento e depois pintar.


    R: A Ideia é mesmo levar 2 demãos de barramento com 2 camadas de rede de fibra de vidro. Quanto ao pintar ainda estou indecido entre colocar o acabamento final, ou revestir partes das paredes exteriores com algum tipo de Pedra. Mas isso é ouytro passo que virá a seu tempo.

    Deixo aqui o nosso "Manual - Escola do Isolamento" poderá ser interessante para tirarem algumas dúvidas.


    R: Li, não vi nada de "especial" nenhum segredo, nenhuma tecnica!!!
  3.  # 64

    Colocado por: LrLisboa

    Não é tanto o número de funcionários, mais a solidez da empresa.
    Se eu fosse construir uma casa, ou tivesse uma obra em que era importantíssimo uma garantia que perdurasse, confiava mais numa empresa que já existe há muitos anos e com boas reviews, do que num Zé que hoje tem uma empresa e amanhã tem outra provavelmente porque uma obra deu barraco.

    Não se pode pôr todos no mesmo saco. Isto é válido para qualquer profissão



    O que voce quer dizer é que provavelmente confia mais numa empresa com 50 funcionarios, com NIF a começar em 515 ou 520, do que numa pequena empresa, composta por 2 a 3 pessoas, com NIF a começar em 503, é isso???
    Ok, foi mesmo só para esclarecimento!!! ;)
  4.  # 65

    Colocado por: pedroazO que voce quer dizer é que provavelmente confia mais numa empresa com 50 funcionarios, com NIF a começar em 515 ou 520, do que numa pequena empresa, composta por 2 a 3 pessoas, com NIF a começar em 503, é isso???

    Como é que são essas regras de atribuição de NIF consoante a dimensão da empresa?
  5.  # 66

    Não sei a regra de atribuição de NIF às empresas. Se é por antiguidade ou dimensão.

    Acho que fui bem simples a explicar.
    Concordam com este comentário: pkasa
  6.  # 67

    Colocado por: LrLisboaNão sei a regra de atribuição de NIF às empresas. Se é por antiguidade ou dimensão.

    Acho que fui bem simples a explicar.

    Estava a dirigir-me ao user pedroaz, que sugeriu uma relação entre o NIF e a dimensão das empresas.
    Era isso que estava a querer saber mais.
  7.  # 68

    Trabalho com algumas que o NIF começa por 500XXXXXX.
  8.  # 69

    Colocado por: pedroaz

    R: Li, não vi nada de "especial" nenhum segredo, nenhuma tecnica!!!

    Você, no seu relato, tb não revelou nenhum truque e/ou técnica especial.
    É óbvio que se tem a parede rebocada que a colagem deve ser feita de forma integral. Portanto, nada de novo.
    Agora vir dizer que é uma técnica especial do seu aplicador...seja!

    Não se esqueça do acessórios necessário já que percebe imenso de obras, mais do que os outros 😉

    Colocado por: Pe10A malta agora quer é ver umas fotos.

    Precisamente.
  9.  # 70

    E já agora quer partilhar que marca escolheu?
    Apenas por curiosidade!
  10.  # 71

    Colocado por: pedroaz

    R: É a sua/vossa opinião, o que não a torna mais ou menos válida!



    R: Só há 2 formas de fazer: Ou se faz bem, ou se faz mal!!! Não se faz meio bem!



    R: Diga lá então quais poderão ser os inconvenientes de ter a tal de "dupla colagem", no seu bom entender?



    R: Não está a levar nenhum primário, uma vez que as paredes exteriores estão rebocada e areadas!!!



    R: A Ideia é mesmo levar 2 demãos de barramento com 2 camadas de rede de fibra de vidro. Quanto ao pintar ainda estou indecido entre colocar o acabamento final, ou revestir partes das paredes exteriores com algum tipo de Pedra. Mas isso é ouytro passo que virá a seu tempo.



    R: Li, não vi nada de "especial" nenhum segredo, nenhuma tecnica!!!


    Você não leu o meu comentário de certeza.
    Mas creio ter sido bem explicito naquilo que quis dizer.
    Os métodos de colagem em suportes de alvenaria, com argamassa, são dois.
    Não deve aplicar mais espessura de argamassa do que aquela que é recomendada pelo fabricante pois isso pode prejudicar a adesão, por isso a razão de cuidado com as duplas colagens.
    A parede não é necessária estar rebocada para se aplicar ETICS. Estando rebocada também não vem mal ao mundo. Agora dizer que só estando rebocada é que é certo, isso sim é uma não verdade.

    Quanto à pintura por cima dos barramentos armados conforme já equaciona, isso não faz parte de nenhum sistema ETICS de nenhuma marca. Todas as marcas referem a necessidade de uso do revestimento final, posteriormente pode pintar.
    Contudo pintar por cima do barramento armado, esse sim é um "erro crasso".

    Quanto ao manual, não é intuição de nenhuma marca haver segredos no que toca a aplicação do sistema ETICS.
    Quanto mais divulgado a forma de aplicação, menor será a probabilidade de haver erros. Portanto não há segredos mas sim o difundir de informação correta.
    Concordam com este comentário: powerPT
  11.  # 72

    Colocado por: SEEINGE já agora quer partilhar que marca escolheu?
    Apenas por curiosidade!


    Marca?
    Marca de quê?
    Da argamassa?

    Se sim, optei pela weber.
  12.  # 73

    Colocado por: LrLisboaNão sei a regra de atribuição de NIF às empresas. Se é por antiguidade ou dimensão.

    Acho que fui bem simples a explicar.


    Antiguidade.

    Ou seja, uma empresa com NIF abaixo de 505, tem por regra cerca de 20 a 30 anos.
    As empresas novas e recentes teem NIfs mais recentes.

    Um dos meus nifs é 506 (empresa criada em 2000), outro nif é 514 (empresa criada em 2014).
    Portanto, o NIF de uma empresa diz muito sobre a mesma, e revela o seu histórico de confiabilidade.
    Uma empresa com NIF 520, tem cerca de 1 ano ou menos de existencia, independentemente dos funcionarios.
    A duvida é se essa empresa com NIF 520 não teve já outras "irmãs" mais velhas com nif 519, 518, 517, 516, etc...

    Mas, cada um cada um...
  13.  # 74

    Eu só tenho a dizer que não é preciso inventar a roda!
    As marcas explicam bem como se deve fazer, até videos ha onde explicam tim tim por tim tim
  14.  # 75

    Colocado por: Atlas Eurobuild

    Você não leu o meu comentário de certeza.
    Mas creio ter sido bem explicito naquilo que quis dizer.
    Os métodos de colagem em suportes de alvenaria, com argamassa, são dois.
    Não deve aplicar mais espessura de argamassa do que aquela que é recomendada pelo fabricante pois isso pode prejudicar a adesão, por isso a razão de cuidado com as duplas colagens.
    A parede não é necessária estar rebocada para se aplicar ETICS. Estando rebocada também não vem mal ao mundo. Agora dizer que só estando rebocada é que é certo, isso sim é uma não verdade.

    Quanto à pintura por cima dos barramentos armados conforme já equaciona, isso não faz parte de nenhum sistema ETICS de nenhuma marca. Todas as marcas referem a necessidade de uso do revestimento final, posteriormente pode pintar.
    Contudo pintar por cima do barramento armado, esse sim é um "erro crasso".

    Quanto ao manual, não é intuição de nenhuma marca haver segredos no que toca a aplicação do sistema ETICS.
    Quanto mais divulgado a forma de aplicação, menor será a probabilidade de haver erros. Portanto não há segredos mas sim o difundir de informação correta.
    Concordam com este comentário:powerPT


    Ora bem...
    Esclarecendo:
    Se leu devidamente o que escrevi anteriormente e se for alguém da área, acredito que acabaria por entender (e eu escrevi acima) que a colagem integral no barramento da parede rebocada, é porque ainda estou indeciso (repare pois está bem escrito no meu post) com a "Pintura", pois ainda não sei se darei barramento/acabamento final ou se irei aplicar algum tipo de revestimento cerâmico ou algum tipo de pedra (está escrito, não estou a inventar nada)!
    Como é obvio, se tenho em mente aplicar algum revestimento pesado nas fachadas, por cima do EPS, será lógico que a melhor solução será dar uma maior consistência na colagem, de forma a não ter problemas quando aplicar o revestimento pesado no final (leia-se pedra ou qualquer tipo de cerâmica)...
    Julguei que você fosse da área e que entenderia, mas pelos vistos tenho que explicar detalhadamente o quê e porquê!
    Quanto à pintura que você afirma que eu equaciono (O que é completamente mentira, e tem que aprender a ler com mais atenção), quando eu falo em pintura digo que ainda estou indeciso entre aplicar o acabamento final ou colocar algum revestimento, portanto nunca disse que iria pintar por cima do barramento (você ém que está a insinuar que sim)!
    Por outro lado, e voltando à colagem integral em 2 camadas, ao fazê-lo estou a gastar mais argamassa, claro que sim, mas a intenção é num amanhã próximo, não ter um pequeno zoologico dentro das paredes (pois existem casos), em que poderá ter uma pequena fissura nas massas de acabamento e facilmente cria um ninho de formigas ou de outros insetos no espaço existente entre a parede e o EPS, e isso acontece (não raras vezes)!!!
    Assim sendo, a colagem integral (como estou a fazer), evita o barulho OCO, ou seja, não ha espaço/ar entre o EPS e a parede, pois está completamente preenchido por argamassa, ficando maciço e evitando esses pequenos dissabores!
    Portanto, não sei mais do que ninguém, não sou mais inteligente do que ninguém, apenas estou a fazer as coisas da forma que acredito ser a melhor para mim, e para evitar ter problemas e dissabores no futuro.

    E tudo isto, porque um qualquer aplicador da treta, me pediu 12k€ + IVA para fazer o capotto na minha casa, quando eu o consigo fazer por cerca de metade do valor, com mais material gasto, portanto e a meu ver, ficando mais eficaz e não tendo aquela sensação horrorosa de bater a oco (coisa que sempre me fez duvidar do capotto)!
  15.  # 76

    Colocado por: DR1982Eu só tenho a dizer que não é preciso inventar a roda!
    As marcas explicam bem como se deve fazer, até videos ha onde explicam tim tim por tim tim


    Claro que sim, e nada contra isso...
    Não significa que os videos sejam os mais indicados...
    Tudo isto para dizer que 2 senhores de uma pequena empresa com nif 503 aplicam o capotto de uma forma que eu considero correta, explicavel e bem fundamentada, por um valor que muitos consideram um escandalo, e como tal, para quererem tentar justificar o preço do injustificavel, apontam 1001 defeitos!!!
  16.  # 77

    Epa sim senhora... tragam o Óscar para este "Senhor"...só faltam aqui as fotos da obra de arte para ser serviço completo. enfim...

    PS - Das 08h00 às 09h00 colagem integral XPTO, das 09h01 às 18h00 colagem normal e 10 sacos na carrinha.
    PS1- Aproveite e ponha a segunda camada de rede na horizontal, foi um amigo meu que me aconselhou, ele andada sempre nas obras
    PS2- boas festas de um 504
    Estas pessoas agradeceram este comentário: ricardo.rodrigues
  17.  # 78

    Colocado por: pedroazMarca de quê?

    Marca do sistema ETICS.
    Para ter a garantia total do sistema deve (deveria) escolher todos os produtos nomeadamente as argamassas de colagem e barramento, primário e revestimento final da mesma marca.

    Colocado por: pedroazComo é obvio, se tenho em mente aplicar algum revestimento pesado nas fachadas, por cima do EPS, será lógico que a melhor solução será dar uma maior consistência na colagem

    E a maior consistência para si é o quê? Duplo barramento armado?

    Colocado por: pedroaze facilmente cria um ninho de formigas ou de outros insetos no espaço existente entre a parede e o EPS, e isso acontece (não raras vezes)!!!

    Portanto para si essas patologias devem-se a existir espaços de ar entre a placa de isolamento e a base. É isso?

    Colocado por: pedroazAssim sendo, a colagem integral (como estou a fazer), evita o barulho OCO, ou seja, não ha espaço/ar entre o EPS e a parede, pois está completamente preenchido por argamassa, ficando maciço e evitando esses pequenos dissabores!

    Concordo.

    Colocado por: pedroazPortanto, não sei mais do que ninguém, não sou mais inteligente do que ninguém, apenas estou a fazer as coisas da forma que acredito ser a melhor para mim, e para evitar ter problemas e dissabores no futuro.

    Ninguém diria 😅
    Colocado por: pedroaze não, não se preocupem, pois percebo tanto de obras ou mais do que vocês
  18.  # 79

    PEDROAZ,
    Gostei do seu tópico e da sua frontalidade.
    É uma pedrada no charco de água podre.

    Apesar de discussão entre vocês, também gostei da participação de SEEING e ATLAS.

    Claro que num fórum em que o normal é quererem fotos e criticar, em que se é caro é bom, os lobbys do betão, isso não lhe traz muitos amigos, mas em alguns casos o que vi era dor de cotovelo.

    Força!
  19.  # 80

    Respondendo só por partes, pois a nossa intuição é sempre o passar a informação correta.

    Você agora escreveu isto:
    Colocado por: pedroazSe leu devidamente o que escrevi anteriormente e se for alguém da área, acredito que acabaria por entender (e eu escrevi acima) que a colagem integral no barramento da parede rebocada, é porque ainda estou indeciso (repare pois está bem escrito no meu post) com a "Pintura", pois ainda não sei se darei barramento/acabamento final ou se irei aplicar algum tipo de revestimento cerâmico ou algum tipo de pedra (está escrito, não estou a inventar nada)!

    Mas tinha escrito isto:
    Colocado por: pedroazQuanto ao capoto, já está a começar a ser aplicado (iniciaram hoje) e para os verdadeiros entendidos em Capotto, deixo aqui uma dúvida para voces refletirem (não precisam de responder), que é a seguinte:
    Como devem imaginar, passo grande parte da minha vida entre obras, pelo que vejo de tudo e mais alguma coisa por aí, e hoje aprendi finalmente como deve ser aplicado o capotto!!!
    O normal é que as casas nem sequer são rebocadas, e o esferovite é colado diretamente no tijolo ou bloco!!! ERRO CRASSO!!!
    Em segundo, de todos os aplicadores de capotto que acompanhei até hoje, nunca vi nenhum a barrar a parede com a argamassa, e a barrar a placa toda com argamassa também, antes de ser aplicada!!!


    Em momento algum falou em revestimento cerâmico.
    Falou que a parede tinha de ser sempre rebocada e ponto final. Ora isso é induzir as pessoas em erro. No sistema ETICS pode-se aplicar o isolamento em paredes de tijolo, bloco ou betão em bruto, sem problema algum.
    Na sua obra, você rebocou as paredes, é também uma outra possibilidade, contudo não é a única possibilidade.

    Agora digo-lhe, se tem em mente aplicar um revestimento cerâmico pesado como diz, o ter rebocado a parede ou não seria indiferente, terá é de aplicar um duplo barramento armado com as fixações mecânicas, em quantidade condizente, aplicadas entre os dois barramentos.

    Isto:
    Colocado por: pedroazPor outro lado, e voltando à colagem integral em 2 camadas, ao fazê-lo estou a gastar mais argamassa, claro que sim, mas a intenção é num amanhã próximo, não ter um pequeno zoologico dentro das paredes (pois existem casos), em que poderá ter uma pequena fissura nas massas de acabamento e facilmente cria um ninho de formigas ou de outros insetos no espaço existente entre a parede e o EPS, e isso acontece (não raras vezes)!!!

    É um outro não assunto quando as aplicações são como devem de ser.
    Ouve-se muitos relatos, fotos na internet etc etc, contudo percebe-se que algo falhou na aplicação, e mais uma vez, não é pela parede estar rebocada, com aplicação de cola de forma integral que vai evitar isso. Se todos os remates não forem executados devidamente, seja com qualquer metodo de colagem utilizado, vai haver problemas.

    Por fim:
    Colocado por: pedroazPortanto, não sei mais do que ninguém, não sou mais inteligente do que ninguém, apenas estou a fazer as coisas da forma que acredito ser a melhor para mim, e para evitar ter problemas e dissabores no futuro.

    Foi uma opção sua, tão válida como todas as outras opções que explicamos anteriormente, no que diz respeito aos metodos de colagem.

    PS:
    Lendo novamente o primeiro comentário, onde refere as quantidades de materiais adquiridas, creio que já teve a noção que a argamassa será manifestante pouca face ao que pretende fazer, pois normalmente para uma aplicação corrente e normal de ETICS é referido um consumo entre 9 a 9,5kg/m2 de argamassa (neste consumo está englobado a colagem e o barramento), portanto nem para uma aplicação normal chegariam apenas 80 sacos (9kg x 260m2 = 2340kg / 25kg = 94 sacos, ou 9,5kg x 260m2 = 2470kg / 25kg = 99 sacos).
    A rede adquirida é da marca WEBER também?
    Diria que os materiais que adquiriu ao preço que os adquiriu encontram-se dentro do valor de mercado.
 
0.0398 seg. NEW