Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Tenho-me deparado com várias dúvidas em relação á escolha de vidros. Nesse sentido decidi fazer um pequeno guia mediante os meus conhecimentos.

    Os vidros utilizados em caixilharia podem ser divididos em 3 grupos, Vidro simples, Vidro Duplo e Vidro Triplo.

    Vidro Simples -
    O vidro é composto normalmente por um vidro apenas (2 em caso de ser laminado), actualmente raramente é utilizado em caixilharia devida a fraca performance. Este vidro no entanto é usado em gradeamentos e em cabines de duche onde as performances térmicas não são necessárias.

    Vidro Duplo - O vidro duplo basicamente é constituído por dois vidros separados por uma caixa de ar (ou gás nobre). Estes vidros mesmo os mais básicos tem uma performance bastante melhor que os vidros simples. Vocês vão-se deparar com tipologias do tipo 6mm+cx14+5mm. Isto significa que o vidro é composto por um vidro interior de 6 mm, uma caixa de ar de 14mm e um vidro exterior de 5mm.
    Um ponto importante nos vidros duplos os vidros deverão ter espessuras diferentes para aumentar a performance acústica.
    Nem todos os vidros duplos são iguais, existem vidros duplos bastante melhores e mais caros, portanto deixo algumas definições importantes.

    Laminado - Ex.: 44.1 ou 55.2,. Um vidro laminado são dois vidros unidos por um ou mais butirais.Estes vidros apresentam melhor performance acústica e aumentam a segurança de casa pois os butirais mantêm a estrutura do vidro e são dificeis de penetrar (quantos mais butirais, maior a resistência a intrusão e isolamento sonoro). De referir que aumentar os butirais fica mais caro que aumentar a espessura ao vidro.

    Vidro temperado - Um vidro temperado é um vidro que sofre um tratamento térmico. Este tratamento basicamente aumenta a resistência do vidro a impactos. No entanto o vidro esta em maior tensão portanto existem pontos onde um impacto poderá destruir o vidro (Este vidro desfaz-se em pedaços pequenos).

    Vidro Low-e Os vidros Low-e são vidros onde se aplicam capas de baixa emissividade ou baixa emissividade/fator solar.
    As capas baixo emissivas diminuem a transmissão energética, basicamente ajudam a manter a temperatura desejada dentro de casa.
    Capas baixo emissiva/fator solar, estás além do referido acima ajudam a refletir a radiação solar ou seja impedem que a sua casa aqueça por incidência da radiação solar. Estes vidros são vantajosos em janelas com elevada exposição solar. Dentro destes existem várias gamas conforme o grau de UV que "deixam passar".

    Vidros autolimpantes - Trata-se de um vidro incolor no qual é colocada uma camada mineral fotocatalítica e hidrófila, formando uma proteção de longa duração. É esta camada que impede o acúmulo de sujeira na superfície.

    Vidro fotovoltaico - O vidro fotovoltaico é constituído por lâminas de células fotovoltaicas fabricadas com silício, que é um elemento químico semicondutor. Esse material é instalado em vidros comuns, laminados ou duplos, que absorvem a radiação solar e a transformam em energia. Estes vidros aumentam os ganhos energéticos.

    Caixas - As caixas entre o vidro podem ter várias espessuras (ex: 10mm, 16mm, 20mm). A performance máxima destas caixas é nos 16mm até 20mm. A partir dos 20mm começa a haver perdas (aumento da transferência de energia). A caixa pode ser preenchida com ar ou gás nobre. O gás nobre diminui o valor de Ug (transferência energética do vidro). Estes gases podem ser o Árgon, Xenon e Krypton sendo o Krypton o melhor e o Árgon o pior.

    TGI ou Swissspacer - A separar os dois vidros na caixilharia existe uma barra que normalmente é em alumínio com basalto no interior. Esta barra pode ser substituída por um TGI que é um híbrido de alumínio com PVC que basicamente diminui as transferências de energia no perímetro do vidro.

    Vidro Triplo - Não me vou estender muito nestes vidros por duas razões o que falei acima aplica-se aos vidros triplos e porque é raro serem usados em Portugal devido ao nosso clima ser ameno (e serem caros pá catano). Os vidros triplos são constituídos por duas caixas de ar e três vidros (dahhh :p).
    Alguns pontos importantes de referir, se optar por este tipo de vidro o vidro do meio deverá ser temperado (este vidro está sujeito a maior temperatura e pressões). Para tirar o maior proveito possível deste vidro deverá usar-se capas Low-E no vidro interior e exterior e gases nobres em ambas as caixas + o TGI.
    Estes vidros conseguem atingir valores de Ug« 0.8.

    E pronto é tudo o que me lembro. Se tiverem sugestões, dúvidas ou se não concordarem comigo comentem abaixo para podermos debater :)
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Trabalho metódico e paciente e como tal é de louvar, mas cuidado... esteja preparado para o debate.:)
  4.  # 3

    Colocado por: Mário PiedadeTrabalho metódico e paciente e como tal é de louvar, mas cuidado... esteja preparado para o debate.:)


    Já sei que vou levar na cabeça de cima abaixo. Faz parte do Fórum 🥳🥳🥳
    Concordam com este comentário: zinna, skypt
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 4

    Excelente trabalho Vasco Bento, mais uma vez.
    Aproveito o tópico para colocar uma questão: pedi propostas para a caixilharia da casa que vou construir e tenho 2 opções de .

    Opção 1: Vidro duplo laminado 44.1 + 16 + 6 guardian sun c/ gás

    Opção 2: Vidro Duplo Térmico 6mm Temperado SN 70/35 + 14 TGI +
    laminado 44.1 incolor

    Por um lado, a opção 1 tem caixa de ar de 16 e vidro com gás (argon penso eu); a opção 2 tem caixa de ar de 14 com TGI. Qual acham que será melhor?
  7.  # 5

    Colocado por: AntónioPSPereiraQual acham que será melhor?

    Melhor em quê?
  8.  # 6

    Colocado por: Picareta
    Melhor em quê?


    Em termos de comportamento térmico (a prestação acústica é secundária)
  9.  # 7

    Colocado por: AntónioPSPereiraEm termos de comportamento térmico

    Isso pergunta ao autor do projecto térmico.
    O que é que ele considerou no projecto?
  10.  # 8

    Colocado por: Vasco Bento


    Vou abrir as hostilidades,AHAHAHAH

    Vidro Duplo -
    Um ponto importante nos vidros duplos os vidros deverão ter espessuras diferentes para aumentar a performance acústica.

    É verdadem mas, a diferença de um 4/16/4 para um 4/16/6 traduz-se em 5dB de ganho com percepção real de 2,5dB. Será de toda a conveniência verificar se o diferencial de preço compensa ou se será mesmo necessário.

    Laminado -Ex.: 44.1 ou 55.2,. Um vidro laminado são dois vidros unidos por um ou mais butirais.Estes vidros apresentam melhor performance acústica e aumentam a segurança de casa pois os butirais mantêm a estrutura do vidro e são dificeis de penetrar (quantos mais butirais, maior a resistência a intrusão e isolamento sonoro). De referir que aumentar os butirais fica mais caro que aumentar a espessura ao vidro.


    Vamos lá dividir isto.
    Os laminados são dois ou mais vidros unidos e por um máximo de 6 butirais. Os butirais "normais" apenas mantêm a sua integridade e funcionam como medida preventiva de segurança, para melhoria acústica regra geral leva 2 butirais o acústico e o normal, para performance termo/acustica sem ser por capa pode levar 2 butirais um térmico e um acústico bem como manter o butiral normal e levar as respetivas capas consoante o caso e para o que se destina. Quanto ao aspecto de mais butirais para ter maior resistência é uma realidade para fins muito especificos e que não se aplicam na caixilharia (que eu saiba...) porque segundo ensaios realizados consegue-se mais resistência com uma configuração 222.1 do que com 33.3 sendo a espessura total do primeiro de 6,76mm contra 7,04mm do segundo.

    Vidro temperado -Um vidro temperado é um vidro que sofre um tratamento térmico.


    O endurecimento do vidro também pode ser químico se for efetuado na fase de produção.



    Vidros autolimpantes -Trata-se de um vidro incolor no qual é colocada uma camada mineral fotocatalítica e hidrófila, formando uma proteção de longa duração. É esta camada que impede o acúmulo de sujeira na superfície.


    Modernices...


    Vidro fotovoltaico -O vidro fotovoltaico é constituído por lâminas de células fotovoltaicas fabricadas com silício, que é um elemento químico semicondutor. Esse material é instalado em vidros comuns, laminados ou duplos, que absorvem a radiação solar e a transformam em energia. Estes vidros aumentam os ganhos energéticos.


    Atenção que estes vidros aplicados em janelas parece que estamos dentro de uma gaiola porque o vidro fica todo aos quadradinhos, já está em desenvolvimento mais uma modernice para aplicar em janelas mas de momento o que se conseguiu em termos de ganhos energéticos só dá para carregar dois telemóveis por dia.

    Caixas -As caixas entre o vidro podem ter várias espessuras (ex: 10mm, 16mm, 20mm). A performance máxima destas caixas é nos 16mm até 20mm. A partir dos 20mm começa a haver perdas (aumento da transferência de energia).


    Na minha opinião a performance ideal é os 16 mm, a ideal inferior 14mm e ideal superior 18mm e partir daqui já começa a ter perdas. Claro está que tudo pode ser compensado com o envidraçado mas a partir dos 18 mm começa a ficar proporcionalmente invertida principalmente se for com câmara de ar.

    A caixa pode ser preenchida com ar ou gás nobre. O gás nobre diminui o valor de Ug (transferência energética do vidro). Estes gases podem ser o Árgon, Xenon e Krypton sendo o Krypton o melhor e o Árgon o pior.


    Aqui permita-me a correcção mas sendo todos eles gazes nobres só se podem qualificar por melhores ou piores em função da condutibilidade térmica uma vez que todos ele tem diversas aplicações, sendo que o Argon apresenta valores de 0,018 W (m.K) contra o Xenon com 0,0058 W(m.K) ficando o Krypton no meio com 0,0096 W(m.K).
    No entanto o Xenon por ser mais raro tem pouca ou nenhuma aplicação em caixilharia, até pelo factor económico, sendo o mais usual o Argon.


    Vidro Triplo -Estes vidros conseguem atingir valores de Ug« 0.8.


    Em vidros triplo já se conseguem valores de Ug=0,4

    Et voilá já opinei :))
    Estas pessoas agradeceram este comentário: mandrongo, dryfus, skypt, Vasco Bento
  11.  # 9

    Colocado por: Picareta
    Isso pergunta ao autor do projecto térmico.
    O que é que ele considerou no projecto?


    Considerou: "vidro exterior é do tipo SGG Planiclear 6 mm, 14 mm, sendo o vidro exterior reforçado com capa Planitherm 4S, e o vidro interior é Planiclear 5mm"

    São todos diferentes, mas penso serem todos adequados. Será uma questão a colocar ao técnico do projeto térmico
  12.  # 10

    Colocado por: AntónioPSPereiraExcelente trabalho Vasco Bento, mais uma vez.
    Aproveito o tópico para colocar uma questão: pedi propostas para a caixilharia da casa que vou construir e tenho 2 opções de .

    Opção 1: Vidro duplo laminado 44.1 + 16 + 6 guardian sun c/ gás

    Opção 2: Vidro Duplo Térmico 6mm Temperado SN 70/35 + 14 TGI +
    laminado 44.1 incolor

    Por um lado, a opção 1 tem caixa de ar de 16 e vidro com gás (argon penso eu); a opção 2 tem caixa de ar de 14 com TGI. Qual acham que será melhor?


    A opção 2 é a mais cara pois o SN/ 70/35 filtra mais os raios UV. Tem é que ter em atenção a sua exposição solar. Se necessita de filtrar tanta ou se é do seu interesse aproveitar o aquecimento da luz no inverno.
    Concordam com este comentário: two-rok
    Estas pessoas agradeceram este comentário: DR1982, AntónioPSPereira, miguelcarvalho
  13.  # 11

    Boa tarde,
    Também queria aproveitar para fazer uma pergunta.
    No meu caso tenho um conjunto de janelas (daquelas que não abre) que serve apenas como iluminação ao vão das escadas para o 1º piso. Esta são caixilharia em alumínio com vidro simples.

    Ao querer aumentar a performance térmica dos mesmos tenho 2 opções viáveis:
    -substituir tudo por um conjunto mais eficiente
    - adicionar outra janela também de vidro simples à existente.

    Obviamente esta última opção até fica mais barata, mas a minha questão é: se vejo aí escrito que a distância entre vidros numa caixilharia de vidro duplo pode fazer a diferença( pouco não chega; distância maior não beneficia), neste caso há uma distância entre as duas janelas que seja recomendável?

    Obrigado pela ajuda, cumprimentos.
    • RCF
    • 28 Março 2019

     # 12

    Porque o fator preço tem muita importância, deixo a seguinte questão:
    Imaginando um vidro duplo incolor nas dimensões 5+14+6mm, que se pretende alterar para um 44.1+16+6 baixo emissivo, deveremos esperar um aumento de preço de que ordem? +20%? +50%? +100%?
  14.  # 13

    Colocado por: LrLisboa

    Ao querer aumentar a performance térmica dos mesmos tenho 2 opções viáveis:
    -substituir tudo por um conjunto mais eficiente
    - adicionar outra janela também de vidro simples à existente.

    Obviamente esta última opção até fica mais barata, mas a minha questão é: se vejo aí escrito que a distância entre vidros numa caixilharia de vidro duplo pode fazer a diferença( pouco não chega; distância maior não beneficia), neste caso há uma distância entre as duas janelas que seja recomendável?

    Obrigado pela ajuda, cumprimentos.


    Que eu saiba não existe por ai nenhum estudo ou calculo disponível para se analisar a eficiente/ineficiente colocação de dois caixilhos.

    Não sendo eu um defensor de caixilhos duplos por vão e por diferentes razões, penso que deverá considerar a instalação de um novo caixilho com prestações que vão ao encontro do que realmente necessita.

    Para a colocação de um novo caixilho veja o seguinte, a janela que tem com vidro simples deve apresentar um valor U=5,5/6 (suposição minha e sem mais elementos como tipo de vidro,espessura etc), ao colocar um segundo caixilho semelhante este vai receber radiação por transposição do primeiro e deverá ficar com muito otimismo com um U=3, isto se em função do espaço entre caixilhos não se criar um efeito de estufa fazendo os valores subir, ou seja muito superior a qualquer vidro duplo que com uma configuração simples do tipo 4-16-4+A facilmente obtem valores de U=1,0.

    Como até é uma questão com alguma pertinência vamos esperar que algum expert em térmica dê a sua colaboração.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: LrLisboa
  15.  # 14

    Colocado por: Mário PiedadeComo até é uma questão com alguma pertinência vamos esperar que algum expert em térmica dê a sua colaboração.

    é isto:
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Vasco Bento
      Screenshot-2019-03-28_22.16.20.png
  16.  # 15

    Colocado por: fernandoFerreiraé isto:


    Assim até dá gosto, da minha parte muito obrigado por partilhar a informação.

    Não querendo abusar da boa vontade se quiser e poder, esclareça por favor o seguinte.

    De um modo simplista, é facil obter os valores Uw,Ug,Uf tão difundidos por aqui e também através de simuladores de cristalarias ,de sites de caixilharia ou fabricantes de perfis, mas não querendo tudo em pormenor e sem ser com uma infinidade de formulas matemáticas, como se obtêm os valores de resistência térmica e numa linguagem de fácil leitura?

    Se a pergunta não fizer sentido para si, queira desculpar a minha ignorância e pelo que publicou já aprendi mais alguma coisa.
  17. Ícone informação Anunciar aqui?

  18.  # 16

    Colocado por: Mário PiedadeÉ verdadem mas, a diferença de um 4/16/4 para um 4/16/6 traduz-se em 5dB de ganho com percepção real de 2,5dB. Será de toda a conveniência verificar se o diferencial de preço compensa ou se será mesmo necessário.


    A diferença de preço penso que não seja muita.

    Colocado por: Mário PiedadeQuanto ao aspecto de mais butirais para ter maior resistência é uma realidade para fins muito especificos e que não se aplicam na caixilharia (que eu saiba...) porque


    Agora para França vende-se muito os 6 butirais, pois com 6 é considerado vidro de segurança (em testes de lab aguenta 20 minutos de pancadaria :P). E pelo que me explicaram ao colocar esse vidro desce o preço do seguro aos Franceses.


    Colocado por: Mário PiedadeClaro está que tudo pode ser compensado com o envidraçado mas a partir dos 18 mm começa a ficar proporcionalmente invertida principalmente se for com câmara de ar.


    Eu guiei-me por testes que o Lnec fez onde até 20mm de caixa os valores mantém-se muito próximos.



    Colocado por: Mário PiedadeAqui permita-me a correcção mas sendo todos eles gazes nobres só se podem qualificar por melhores ou piores em função da condutibilidade térmica uma vez que todos ele tem diversas aplicações, sendo que o Argon apresenta valores de 0,018 W (m.K) contra o Xenon com 0,0058 W(m.K) ficando o Krypton no meio com 0,0096 W(m.K).


    Tem razão aqui troquei-me. E sim quando digo melhor é por terem menor condutibilidade.

    Colocado por: Mário Piedade
    Em vidros triplo já se conseguem valores de Ug=0,4


    Eu queria colocar o símbolo menor ou igual mas não consegui meti aquele :DDD
  19.  # 17

    Colocado por: Mário PiedadeDe um modo simplista, é facil obter os valores Uw,Ug,Uf tão difundidos por aqui e também através de simuladores de cristalarias ,de sites de caixilharia ou fabricantes de perfis, mas não querendo tudo em pormenor e sem ser com uma infinidade de formulas matemáticas, como se obtêm os valores de resistência térmica e numa linguagem de fácil leitura?

    então:
    Ug é o coef. transm termic. do vidro
    Uw é da Janela
    Uf é do aro (perfil de aluminio)
    Uw calcula-se sabendo Uf e Ug e os Psi's do contorno dos vidros.... está tabelado na norma da imagem que meti. ou pede esses valores ao Fornecedor da caixilharia.

    Para calcular janela dupla:
    Rse: 0.04
    Rsi: 0.13
    Res. caixa de ar (valores entre 0.17 / 0.18) dependendo da largura
    Estes valores estão na ITE50
    Para janelas antigas em que não se sabe os valores, pode se consultar valores "normalizados" na ITE50
    Estas pessoas agradeceram este comentário: two-rok, skypt, Vasco Bento, Mário Piedade, LrLisboa
  20.  # 18

    Pena não haverem mais tópicos deste tipo em relação a outros assuntos.
    Aliás, eu até diria que este tipo de tópico deveria ser "sticky", em uma categoria à parte.
    Concordam com este comentário: skypt
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Vasco Bento
  21.  # 19

    Colocado por: TyrandePena não haverem mais tópicos deste tipo em relação a outros assuntos.
    Aliás, eu até diria que este tipo de tópico deveria ser "sticky", em uma categoria à parte.


    Eu acho que aqui no fórum não existe a opção de “pin” para os posts.
    • RCF
    • 29 Março 2019

     # 20

    Colocado por: Vasco Bento

    Eu acho que aqui no fórum não existe a opção de “pin” para os posts.

    no lado esquerdo do ecran existe o clik para "colocar um marcador nesta discussão".
    Concordam com este comentário: fernandoFerreira
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">