Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 141

    Eu não quero entrar aqui em guerras, mas quero definir bem -se é que há duvidas- que não tenho qq interesse em "defender" as casas de madeira, pois eu não sou vendedor. E já referi até, que gostando, não sou especial fã.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 142

    empatias disse:
    Os americanos.. povo tão inteligentes que constroem casas pré-fabricadas em madeira em zonas potencialmente perigosas (tufões e outros fenómenos) que volta e meia vemos imagens de casas completamente devastadas... e continuam a construir.... são mesmo inteligentes! sim... claro... por eles continuarem a construir e até porque somos povos menos inteligentes... devemos seguir-lhes o caminho... é isso mesmo!vamos deitar abaixo a floresta da amazónica e outras por esse mundo fora para podermos todos construir a nossa moradia de sonho super confortável em madeira brasileira e já agora passamos a falar finlandês e sueco para nos aproximarmos das culturas do norte!

    Lamento esse tipo de análise, só demonstra efectivamente o quanto desconhece de todo este assunto. O exemplo que descreve não são casas em madeira, são BARRACAS em madeira. A construção destas casas que enuncia são tó só construidas com pranchas de madeira de 35 mm de espessura sem nada mais, sem estrutura, sem bases. Além do mais construídas ou edificadas em zonas de risco muito elevado. Resumindo, o que viu ou vê em imagens na TV e jornais, são zonas pobres e de gente humilde sem capacidade de ter casas condignas. Também nos EUA, existe muita miséria.
    Quanto ao destruir florestas, não falo da questão da Amazónia porque a nossa empresa não comercializa casas em madeira tropical, por não considerarmos a melhor para a construção, por outro lado regra geral não é madeira certificada porque proveniente de zonas com abate clandestino. Reprovável e inaceitável. Nós comercializamos casas em madeira de pinho da Lapónia, e se tiver o cuidado de ler e aprofundar um pouco os seus interesses e conhecimentos, ficará a saber que não existe maior rigor e controle que nos Países escandinavos. Por cada árvore abatida devem ser plantadas 100, e as árvores abatidas não podem ter menos de 70 anos. Tenha atenção nas afirmações que faz, pois revela um total e absoluto desconhecimento da realidade. Por outro lado nunca escondemos aqui que somos uma empresa que comercializa casas em madeira, mas o nosso objectivo não é vender a qualquer custo mas sim aconselhar, mesmo que posteriormente a pessoa interessada compre casa noutra empresa qualquer. Somos intransigentes e totalmente defensores do meio ambiente. Para terminar, devo até dizer que ao contrário de 99% das empresas de construção (civil e de casas de madeira) as nossas casas incluem 90% de materiais naturais e amigos do ambiente, por ex. os isolamentos que utilizamos para tectos,chão,paredes etc são naturais. Já ouviu falar de fibras de madeira como isolante?ou de penas de pato? ou de lã de ovelha?ou ainda da cânfora? da cortiça sim deve ter ouvido falar.
    Tem obviamente todo o direito em não querer comprar uma casa em madeira, agora não tem é conhecimentos suficientes para discutir as cararcteristicas e as vantagens e ou desvantagens de uma casa de madeira. Sugiro que leia mais sobre madeiras e construção.
    Nunca escondemos que vendemos casas de madeira, e penso que tla não seja óbice para estar neste fórum.
    Atentamente
    • jo
    • 14 Fevereiro 2008

     # 143

    Anonimo disse: aliás... aproveito para quem estiver interessado em casas de madeira, de vêr neste site:
    http://casema.pt/index.php?page=20
    ! isso sim um belo exemplo de como se pode viver em harmonia com o tipo de habitação que se tem e o meio envolvente!(Aqui eu compraria uma casa! mas não pertenço á classe alta).
    Claro que em 3 ou 4 anos ainda não venderam nenhuma casa... porque será? são as melhores casas do mundo!!! mas dá-me a sensação que o preço as torna inacessível a maior parte dos portugueses!


    ahahah! são 3 ou 4 anos que não vendem? agora se explica porque os preços estão tão caros, o primeiro que lhes cai na mão vai ser espremido como um limão.
    Esta é de facto uma coisa curiosa, os preços das casas de madeira deveriam ser mais baixos do que o preço das casas tradicionais (menos mão de obra, e menos tempo de execução) e ao fim o preço é superior.
    Como se explica esta coisa?
  4.  # 144

    empatias disse:
    Esta é de facto uma coisa curiosa, os preços das casas de madeira deveriam ser mais baixos do que o preço das casas tradicionais (menos mão de obra, e menos tempo de execução) e ao fim o preço é superior.

    Não é bem assim, não se podem fazer esse tipo de afirmações apenas porque se consultaram 2 ou 3 empresas, que provavelmente serão as mais caras do mercado. Nem todas querem ganhar tudo ou muito.
    Atentamente
    •  
      FD
    • 15 Fevereiro 2008

     # 145

    Colocado por: AnónimoAnónimo disse:
    Seria bom que um forum destes podesse realmente trazer alguma experiência e viesse ajudar na escolha de algo que na maior parte dos casos é um projecto de vida!!! e que rapidamente se pode tornar no maior pesadelo!!!!

    Precisa de um convite? ;)

    Registe-se e partilhe connosco! Todos lhe ficaríamos gratos se pudesse realmente trazer a sua experiência. :)
    •  
      FD
    • 15 Fevereiro 2008

     # 146

    Colocado por: AnónimoAnónimo disse:
    sem dúvidas que as casa de madeira têm algumas vantagens... não digo que não principalmente ao nível do conforto... mas o preço... e a questão inestética que este tipo de construção vem trazer (não gostaria de viver numa casa de madeira rodeada por casas de betão... mas cada um tem os seus gostos!) aliás...

    As casas de madeira podem ser iguaizinhas às casas de alvenaria/betão...

    mas claro que existe aqui uma tendência clara de algumas pessoas em vender o seu produto!... é óbvio de mais... mas quem anda nestes fóruns e pelas questões que colocam que na maior parte delas é relacionadas com os custos!!!tá claro q o interesse é procurar a melhor relação preço/qualidade na sua habitação! e as casas de madeira não são solução!!!! (PREÇOOOOOOOO) EU ADMITO QUE CHEGUEI A PONDERAR ADQUIRIR UMA CASA DE MADEIRA MAS O PREÇO...
    (...)
    Mas mais uma vez... as pessoas aqui procuram opiniões... e não vendedores!

    As pessoas querem informação. Se vem de vendedores ou de pessoas normais não tem nada a ver. Desde que os vendedores se identifiquem como tal, o que tem acontecido quase sempre, depende de cada um aproveitar o que é escrito.

    Ou será que seria preferível ver pessoas desconhecedoras a perguntar e ninguém a responder? É que uma casa não é um par de botas e uma vez a experiência adquirida muitas vezes não é partilhada, porque não compramos outra tão cedo.

    Por isso digo que todos são bem vindos, profissionais, vendedores, curiosos, compradores, desde que se identifiquem como tal. Depende de cada um tirar as suas ilações. Só na posse de informação se podem tirar decisões informadas.
    •  
      FD
    • 15 Fevereiro 2008 editado

     # 147

    Empatias, teve algum problema com o registo? Tem estado só a escrever como anónimo... se puder ajudar diga.
  5.  # 148

    Anónimo disse:
    Bem... amigos... esqueçam o que eu disse.. nunca foi minha intenção "descascar" desta forma nas casas de madeira mas senti-me "roubado" quando soube dos preços... porque inicialmente era minha intenção adquirir uma dessas casas... e quando ficamos desiludidos com uma coisa...
    enfim... continuo a dizer que na minha opinião de quem pretende apenas uma habitação! e com alguns conhecimentos estas casas estão caras!
    espero apenas ter contribuido com a minha informação para as pessoas que procuram construir terem valores para poderem comparar!
    Um abraço a todos! e bons negócios... a vendedores e compradores!
    • jo
    • 16 Fevereiro 2008

     # 149

    Anonimo disse: enfim... continuo a dizer que na minha opinião de quem pretende apenas uma habitação! e com alguns conhecimentos estas casas estão caras!

    E tem toda a razão de ser indignado, ninguém gosta de levar um "barrete", quando os vendedores de casas de madeira aqui em Portugal dizem que as casas de madeira custam menos do que as casas tradicionais eles estão a mentir. Eu tenho recebido orçamentos seja de casas de madeira que de casas tradicionais e posso dizer que existe uma boa diferença.
    Esta histórieta até pode ser verdade na Espanha, na Italia, nos EUA, onde efectivamente os preços das casas de madeira são inferiores ao custo das casas tradicionais, mas aqui não é assim.
    Talvez fosse verdade uns 20-30 anos atrás quando as casas pre-fabricadas tinham um custo mais baixo porque consideradas de infima qualidade, hoje os vendedores deste tipo de casas usam argumentações do tipo: "em nome da ecologia" ou "se os americanos ou os Suécos as compram...eles não são estupidos", etc. etc.

    Os vendedores em Portugal querem fazer passar por artigo de luxo este tipo de produto quando na verdade deveria ser um produto relativamente barato em relação ao tradicional.
    Se trata de madeira natural, eles dizem que não ha desperdicio de material durante a obra, muitos dizem que a obra se pode realizar em cerca de 30 dias com grande economia de custo de mão de obra, eles dizem que a podem construir com um par de operarios.
    Então a quem vai o lucro de todos estes vantagens?
    Não certamente ao consumidor.
    Esta história me faz tanto lembrar a questão dos ginásios. O estado abaixou a taxa IVA para incentivar a frequentação dos ginásios à massa, mas os fornecedores do serviço em vez de abaixar os preços pensaram bem de embolsar a taxa eles mesmos.
    Como o grande dizia Totó: "acà nesciun è fesso" = tradução livre do napolitano: "nós cá não somos burros" e eu acrescento: os burros somos nós.

    ps:
    tenho um amigo carpinteiro nos EUA que constroi este tipo de casas, vou perguntar a ele o custo das casas de madeira nos EUA para ter uma ideia, depois escrevo.
  6.  # 150

    empatias disse:
    Empatias, teve algum problema com o registo? Tem estado só a escrever como anónimo... se puder ajudar diga.
    Bom dia. Agradeço a sua pergunta, com efeito estou sem conseguir acesso pois de cada vez que tento comentar algo recebo um aviso a dizer que não estou autorizado a fazê-lo. É por isso que tenho estado a comentar desta forma.
    Cumprimentos
  7.  # 151

    empatias disse:
    Bem... amigos... esqueçam o que eu disse.. nunca foi minha intenção "descascar" desta forma nas casas de madeira mas senti-me "roubado" quando soube dos preços... porque inicialmente era minha intenção adquirir uma dessas casas... e quando ficamos desiludidos com uma coisa...

    Sentiu-se "roubado" porquê? porque terá consultado empresas caras? porque os padrões e expectativas previstas foram muito altas?
    Desculpe, continuo a afirmar para o sr. em especial mas igualmente a todos os participantes deste fórum, que não se podem fazer determinadas afirmações sem as concretizar. Por outro lado, mesmo existindo algumas empresas com preços altos, regra geral haverá motivos para tal. Não falo por nenhuma empresa, basta falar sobre a minha, e tal como já afirmei anteriormente temos a noção que as nossas casas têm preços extremamente competitivos, e se comparadas com casas em betão e alvenaria, com muito mais vantagens(lá estou eu a "vender" o meu produto)mas a verdade é que tudo o que proporcionamos aos nossos clientes é muito mais que a casa em si, é uma forma de vida, uma maneira de estar na vida que não tem nada a ver com cimento e betão.
    Pensamos que muitas das dúvidas colocadas e levantadas pelas pessoas são normais, pelo que devem ser esclarecidas e devem sobretudo ler muito em revistas,livros e ler muitos estudos técnicos independentes de forma a aferir das reais vantagens de uma casa em madeira.
    A grande verdade é que o povo português culturalmente não está direccionado para mudar facilmente hábitos enraizados. Mas sinceramente, aconselho a quem tiver essa possibilidade; passar uns dias na Finlândia e Lapónia e habitar uma casa em madeira com -45º no exterior e apenas com uma lareira acesa permitindo andar em mangas de camisa dentro de casa. Tentem fazer esta experiência numa casa em betão, mesmo com 3 lareiras acesas.
    Atentamente
  8.  # 152

    Anónimo disse:
    Quando Portugal tiver essas temperaturas (-45º) mudo-me para Africa!!! até lá.. a minha lareira com recuperador de calor funciona muito bem... até bem demais... sim ando de t-shirt em casa!! e com aquecimento central a lenha e solar!!! e casa em betão... já agora... diga lá o site da sua empresa para eu vêr os seu portofolio
    • jo
    • 16 Fevereiro 2008

     # 153

    Empatias disse: A grande verdade é que o povo português culturalmente não está direccionado para mudar facilmente hábitos enraizados.

    Isso não tem nada a ver com o povo Português, os povos são todos iguais (portugueses, espanhois, italianos ou marroquinos), cada um tem a sua própria tradição e ninguém quer mudar de hábitos como quem muda de camisa.
    As mudanças acontecem mas é preciso tempo, paciência e sobretudo informação. A gente tem mêdo de ser enganada (não seria o primeiro).
    Como diz um provérbio italiano: Quem deixa a estrada velha pela nova, sabe aquilo que deixa, mas não sabe aquilo que encontra.
    Aqui estamos todos à disposição para ser convencidos, eu pessoalmente gostaria de comprar uma casa de madeira, e daquilo que se lê aqui, há muita gente que gostaria de se deixar convencer mas a argumentação até agora tem sido fraca e ineficaz.

    vamos a tentar de fazer uma lista dos prós e contra das casas de madeira.

    prós:

    * maior conforto térmico con conseguente economia energética
    * amiga da natureza
    * aspecto atraente
    * resistência aos eventos sismicos até ao 7° grau da escala Mercalli sem algum dano
    * rapidez de construção


    contra:

    * perigo de incendio (o nosso país é a risco, mais do que qualquer outro).
    a combustão da madeira acontece já a baixa temperatura (300 graus)
    * necessidade continua de manutenção. A madeira deve ser tratada contra os eventos atmosfericos de 3 em 3 anos.
    * maior fragilidade
    * valor patrimonial inferior respeito a uma casa tradicional
    * dificuldade para obter crédito
    * dificuldade para obter licença de construção
    * custo de seguro anti-incendio suplementar
    * pouca experiencia neste tipo de construção respeito à tradicional com conseguentes danos para quem compra.
    * preço ainda demasiado alto para o produto fornecido.
    * durabilidade no tempo inferior

    e por fim é preciso ter cuidado quando se compra uma casa de madeira porque se pode comprar uma barraca e descobri-lo quando é tarde demais. Eu tenho lido histórias deste tipo por aí.
    Se se trata de uma casa tradicional, bem ou mal se sabe como são feitas, mas as casas de madeira é preciso ter muito cuidado para não cair em desgraça.
  9.  # 154

    Parece-me que há aqui uma discussão, de surdos. Parece-me OBVIO, que para valores pelo menos, semelhantes, é claramente melhor opção a alvernaria. Parece-me também obvio, porque já me inteirei disso mesmo, que existem algumas empresas em Portugal, que importam as casas de paises, geralmente da america do sul, vendendo-as MUITO acima do preço pedido pelos fabricantes. Não me digam que é mentira, porque eu tenho contactos com fabricantes, e tenho uma noção dos preços.

    Parece-me também obvio, que os argumentos, na generalidade aqui colocados, são por vendedores que defendem o seu produto.

    Qual é a dificuldade de obter uma licença de habitação para uma casa em madeira? Temos que saber do que falamos. Se uma casa for feita com projecto e licenciamento, não há nenhuma. Se estamos a falar de uma casa, colocada de modo a poder-se construir em RAN por exemplo, é claro que a casa nunca vai ter licença, pois é amovivel. Também nunca terá uma caderneta urbana. E também MUITO dificilmente conseguirá um credito. Claro que se a casa "não está lá" não tem qq valor por isso.

    Sem ser o custo MENOR, não vejo qualquer vantagem em construir em madeira, a não ser o gosto pessoal.
    Nem vi aqui nem em lado nenhum, nenhum argumento plausivel. Alguem tem algum??
  10.  # 155

    Anónimo disse:
    Boa...
    Eu não tenho nenhum argumento!
  11. Ícone informação Anunciar aqui?

  12.  # 156

    Boa tarde, antes de mais gostaria de realçar dois aspectos importantes, a construção com madeira tropical proveniente essencialmente do Brasil, e a construção com pinho nórdico. Estamos a falar de construções e madeiras com caracteristicas absolutamente diferentes. Aquilo que regra geral aqui tenho lido, em maior percentagem de comentários, refere-se a madeiras tropicais. O que posso desde já adiantar, é que enquanto empresa, comercializamos primordialmente o pinho nórdico, sendo a madeira tropical uma alternativa que oferecemos aos clientes quando o que está em causa é o preço. As casas em madeira tropical são cerca de 25% mais baratas.
    Por outro lado e para complementar, a Empatias existe há cerca de 1 ano, comercializou até ao momento 3 casas, sendo uma delas possível de ver no nosso site na página de acolhimento das casas de madeira em www.marcoal.com/empatias, pois é a casa que serve de introdução aos textos. Está assente em alvenaria e tem uma parede de pedra na parte traseira, visível na fotografia. Para a Empatias, a venda de 3 casas num ano, acaba por ser um resultado excepcional, pois sempre pensamos que comercializando 2 casas por ano seria muito bom. A nossa filosofia mantém-se assim com esse objectivo, a venda de 2 casas por ano. Posto isto e prestados estes esclarecimentos, respondo a algumas questões levantadas e que niomeiam os contras de uma casa em madeira.

    contra:

    * perigo de incendio (o nosso país é a risco, mais do que qualquer outro).
    Um tronco de madeira arde cerca de 1,5mm por minuto. Uma casa em madeira com troncos de 140 mm leva cerca de 1:30 h até que a casa comece a arder. Até lá a madeira queimou por fora e é recuperável por um simples processo de decapagem e nova aplicação de verniz. Ou seja, uma casa nestas condições está pronta a habitar ao fim de 2 dias, sem necessidade de ser reconstruida. Em alvenaria já não, os danos são muito maiores e irreversiveis. As temperaturas num incêndio e no interior de uma casa podem atingir cerca de 1000º. Dada a forma como as casas em alvenaria são construídas, levando ferro no interior; sucede que devido às elevadas temperaturas o ferro dilata e provoca rachaduras e fissuras nas paredes, acabando as mesmas por colapsar. Resultado:a casa é irrecuperável, há que demolir e construir de novo. Resultado final comparativo, a madeira é muito mais resistente e sofre menos danos. Será interessante ler artigos sobre esta matéria, por ex.www.estv.ipv.pt/paginaspessoais/ralmeida

    a combustão da madeira acontece já a baixa temperatura (300 graus)
    Pelo que se escreveu antes não resulta daí que a madeira esteja danificada ou tenha ardido. Vja-se o e.das nossas florestas em que a madeira arde por fora e é depois recuperada, decapada e utilizada com múltiplos fins. Apenas exteriormente a madeira ardeu. Por outro lado, a madeira de pinho nórdico é uma madeira com baixo teor de combustão porque é pouco fibrosa e quase nada resinosa, é muito densa e portanto dificíl de arder. Não é o caso dos pinheiros das nossas florestyas que são resinosos, e mesmo assim como descrito acima não ardem completamente em 95% dos casos.

    * necessidade continua de manutenção. A madeira deve ser tratada contra os eventos atmosfericos de 3 em 3 anos.
    Não é uma necessidade, é um aconselhamento. No entanto o pinho nórdico tratado com um determinado produto preserva-se durante 5 anos sem manutenção. Essa manutenção custa cerca de 300€ se efectuada pelo próprio. No entanto haverá que não esquecer o seguinte, as Câmaras obrigam a que as casas sejam alvo de manutenção de 6 em 6 ou 8 em 8 anos, varia de Câm para Câm, isto está legislado e é obrigatório. Por outro lado, regra geral em mais de 80% dos casos, as pessoas pintam os interiores das suas casas de 2 em 2 anos. Ora numa casa em madeira, no interior tal é desnecessário. Mais uma vantagem.

    * maior fragilidade
    Tal facto não é verdadeiro. Umacasa em madeira resiste a sismos com intensidade de 8 na escala de Ritcher, é por isso considerada como uma construção anti sismica. Uma casa de alvenaria construida segundo as mais modernas técnicas também pode suportar esse nível, mas sofre danos muito maiores devido à utilização do ferro na construção. Por outro lado em caso de desmoronamento são maiores os riscos de morte ou ferimentos graves numa casa em alvenaria por serem materiais muito mais pesados.

    * valor patrimonial inferior respeito a uma casa tradicional
    Não sei se será assim, não conheço nenhum caso nessas condições. O que conheço é que a maioria das pessoas que compra uma casa em madeira é porque aposta fortemente numa forma de vida diferente: ambiental,saudável,ecológica e económica, e não pensa em vender a sua casa.
    * dificuldade para obter crédito
    Também aqui não é verdadeiro. Hoje em dia a maioria dos bancos empresta para a aquisição e construção de casas em madeira. A CGD é seguramente um banco que o faz. Por outro lado a maioria das empresas que comercializa casas em madeira até tem acordos com bancos para financiamento.
    * dificuldade para obter licença de construção
    É exactamente a mesma que para obter a licença de construção em alvenaria. Necessita ter projecto de arquitectura, infra estruturas etc. O que sucede é que há Câm. que tentam demorar mais os processos mas há muitas e variadas formas de ultrapassar isso.
    * custo de seguro anti-incendio suplementar
    É mais caro cerca de 20%. É no entanto um verdadeiro disparate por parte das seguradoras. Tal tema está a ser analizado e será provavelmente alterado em consonância com a legislação em vigor na UE

    * pouca experiencia neste tipo de construção respeito à tradicional com conseguentes danos para quem compra.
    Existem empresas com muita experiência nesta área(Rusticasa,Finlusa,Monjolo etc..) e as que têm pouca experiência, e falo pela Empatias; não chega a ser uma dificuldade. A Empatias manda vir da Finlândia uma equipa para construir uma casa, acrescendo assim a garantia. Estamos à vontade nesse aspecto.
    * preço ainda demasiado alto para o produto fornecido.
    Não sei em que empresas pediu preço, não é seguramente o nosso caso.

    * durabilidade no tempo inferior
    100 anos de garantia é pouco tempo? em média as empresas de casas em madeira em Portugal dão 30 anos de garantia, nenhum construtor civil dá uma garantia tão alta para uma construção em alvenaria. Existem casas em madeira com mais de 800 anos e funcionais ainda hoje. Em termos comparativos com o betão não se pode fazer, mas existem construções em pedra muito antigas, do tempo dos romanos; que hoje estão em ruinas.
    Espero ter podido contribuir de forma positiva para as questões levantadas
    Atentamente
  13.  # 157

    Caro empatias:

    Mas está a voltar a insistir em argumentação que ja foi dita atrás que nao é verdadeira???

    Fala aí de vários pontos que são FALSOS. Leia o que está atrás.

    A realidade, é a que eu disse. Fora gosto pessoal, e SE FOR MUITO MAIS BARATO, não há até agora nenhum argumento VALIDO.
  14.  # 158

    "Existem casas em madeira com mais de 800 anos e funcionais ainda hoje. Em termos comparativos com o betão não se pode fazer, mas existem construções em pedra muito antigas, do tempo dos romanos; que hoje estão em ruínas."
    lol é cada um que me aparece aqui... comparar uma casa de 800 anos com ruínas romanas com o dobro de anos e tecnologias de construção diferentes? Mas o que é isso? Já é desespero na argumentação? Então não existem templos ou outras estruturas em pedra em perfeito estado de conservação com milhares de anos?? Mas em que mundo vivemos?

    Ainda não percebeu que a gente quer é preços honestos?? Como é possível no estrangeiro ser muito mais barato do que aqui? Eu sei perfeitamente porquê, porque os Srs Vendedores querem ganhar tudo e mais alguma coisa. Não me venham com argumentações sobre conforto e ecologia, o que querem é espetar-nos uma casa dessas e depois contar as notas porque para se viver e manter uma empresa com duas casas construídas por ano deve-se ganhar uma boa margem de lucro. E para calar os sépticos sobre as minhas palavras e outros que só querem enriquecer rapidamente posso afirmar que eu mais 2 amigos "habilidosos" construímos uma casa em madeira de qualidade por menos de 13000 euros de 97m2 comprando materiais na drogaria da zona e outras lojas de bricolage, por isso até podia ter ficado ainda mais barato!

    Agora sim, quando os Srs. Vendedores e outros chupistas pensarem como esses Srs dos países nórdicos e apresentar-nos preços já poderemos considerar que houve evolução em Portugal.

    cumprimentos aos restantes.
    • jo
    • 19 Fevereiro 2008

     # 159

    Empatias: ...A nossa filosofia mantém-se assim com esse objectivo, a venda de 2 casas por ano...

    Vagueador: ...uma empresa com duas casas construídas por ano deve-se ganhar uma boa margem de lucro...
    ... eu mais 2 amigos "habilidosos" construímos uma casa em madeira de qualidade por menos de 13000 euros de 97m2 ...


    Esta é questão, Empatias vende 2 casas por ano e está satisfeito, isso quer dizer muita coisa sobre os preços das casas e sobre os margens de lucro de quem vende.
    Quanto podem custar 2 casas preço final? de 100.000 a 200.000 euros ?

    Considerando que as casas são de importação e uma parte do lucro vai para ao produtor no estrangeiro,
    considerando que uma empresa de construção deve ter um mínimo de pessoal, pelo menos 1 carpinteiro, 1 electricista, 1 canalizador, 1 vendedor, 1 segretaria. Quanto pode custar ao ano um empregado?

    Considerando o custo dos empregados, o custo do material importado, as taxas e outros custos da empresa e por fim o lucro da empresa.

    Podem já imaginar quanto podem estar "carregados" os preços finais destas casas.
    Se Vagueador consegui construir 97m2 por 13.000 euros, geralmente uma casa destas dimensões vendida por uma empresa pode custar de 90.000 a 100.000.
    Façam a diferença e vejam que a margem de lucro pode até chegar a 87% e nisto tem razão Vagueador
    quando diz que há gente que quer enriquecer rápidamente.

    Aqui vai um conselho para os vendedores de casas de madeira....

    Em vez de acontentar-vos de vender pouco e ganhar muito.
    Pensem a vender a preços imbatíveis que o numero de casa ao ano sobe vertiginosamente e o vosso lucro aumenta com o mesmo ritmo.

    Vender 2 casas ao ano sr. Empatias, desculpe que lhe diga mas não é um grande objectivo (se uma casa leva a construir de 60 a 90 dias) isto quer dizer que os vosso empregados estão ociosos pelo menos a metade do ano.


    Vejam o que aconteceu no mundo da informática.
    Um computador 20 anos atrás custava mil e até milhões de vezes mais do custo actual.
    O material é sempre o mesmo e a potência dos computers de hoje em incomparavelmente superior.
    O que fez este "miracolo" ? A venda massiva.
  15.  # 160

    Vender 2 casas ao ano sr. Empatias, desculpe que lhe diga mas não é um grande objectivo (se uma casa leva a construir de 60 a 90 dias) isto quer dizer que os vosso empregados estão ociosos pelo menos a metade do ano.

    A questão não é ser um grande objectivo para o sr., é para nós e. Se tiver a curiosidade de ir ao nosso site verificará que a nossa empresa não se dedica apenas à comercialização de casas em madeira, temos uma diversidade de produtos, complementares para casas de madeira, mas também e em especial para o mercado da construção em geral e para o particular. Logo, o estarmos satisfeitos com a venda de 2 casas por ano. Os empregados ao contrário do que afirma e escreve, não estão ociosos grande parte do ano, já esclareci anteriormente, que em relação à construção de casas em madeira, não temos pessoal, as nossas casas são construídas e montadas pelas equipas de montagem da nossa parceira de negócios. Logo não estão ociosos grande parte do ano sr.JO

    Se Vagueador consegui construir 97m2 por 13.000 euros, geralmente uma casa destas dimensões vendida por uma empresa pode custar de 90.000 a 100.000.

    Com que madeira o sr.Vagueador construiu a casa? que tipo de construção fez? que garantias tem da estabilidade e durabilidade da casa? construir por construir é fácil de dizer, mas e o resto? se pretender também adquiro "casas" na Leroy Merlin com 50 m2 por 2500€, são é abrigos de jardim. E provavelmente o preço referido é só memo da madeira, não tem contemplado isolamentos, louças de casa de banho, cozinha, electricidade,canalização de água, esgotos etc...
    Quanto a uma casa com essas dimensões, dentro dos modelos standard posso afirmar que a comercializamos por 70.000€ com tronco de 140mm de espessura, isolamento natural de tecto e paredes em painéis de fibras de madeira, completamente equipada e pronta a habitar.
    Atentamente
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">