Iniciar sessão ou registar-se
    •  
      luisDS
    • 5 Setembro 2019 editado
    Colocado por: Pedro.90Não é bem sobre CH mas para nao estar a criar um novo topico alguém me pode tirar uma pequena duvida?
    Tenho uma escritura para dia 4 de Outubro, a senhora do banco perguntou-me quando é que eu queria que fosse descontada a prestação. Eu disse dia 1 ou 2 de todos os meses. A duvida é, no dia da escritura é logo descontada uma prestação ou só no mês seguinte?


    No mês seguinte, sem dúvida, e a prestação será menor pois será somente de 28/29 dias e não 30/31!
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pedro.90
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

  2. Colocado por: rmarinho84Devia dizer que queria mudar porque incialmente por boca garantiram me que iam fazer 1% de spread visto ja ter outro credito com 1.5, eles disseram que se fizesse la depois baixavam o que tinha para 1% e que o novo era tb 1%, entretanto ja paguei 500 de avalizado e processo , tb ja fiz exames, mas agora quando fui la disseram que vai ser 1.1 no novo e so depois vao tentar mudar o outro de 1.5 .. acho que brincaram um pouco comigo. Sendo eu um bom cliente sera que vale pena me chatear com eles , ou tentar noutro lado?
    Credito para construção.


    Bom dia,

    1% no crédito que já tem dificilmente lhe fariam/farão, mas baixar para 1,10% ou 1,20%, claro que sim. Infelizmente agora perdeu poder negocial, uma vez que deveria ter insistido antes!
    Relativamente ao novo crédito, acho que depois das despesas que teve dificilmente valerá a pena, mas não custa tentar! Terá de ser duro com eles e convém ter uma alternativa para os encostar à parede. Atenção que pode e deve trocar os seguros do Santander a qualquer momento, uma vez que nada o obriga a permanecer com a ageon!
    Posso ajuda-lo na questão dos seguros para ambos os créditos e talvez lhe consiga arranjar uma proposta de 1% de outro banco, seja para avançar por outro lado, seja simplesmente para pressionar! Se tiver interesse, esteja à vontade para me contactar pelo email luisvela@decisoesesolucoes.com
  3. Colocado por: jnsoares

    Boa tarde, consegui 1,15 no activobank em Abril, e apenas tive de garantir que fazia seguro multirisco e receber o ordenado na conta(fiz seguro de vida fora).

    Tanto eu como a minha namorada já tinhamos conta e alguns produtos de poupança no ACTIVOBANK.

    Obrigado,
    Estas pessoas agradeceram este comentário:JCoimbra


    O senhor conseguiu 1.15 num CH de que valor?
    Foi numa transferência ou num novo crédito?
    Cumprimentos
  4. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

    • aasr
    • 7 Setembro 2019
    Bom dia!

    Tenho CH no BPI desde 2016, ontem dirigi-me ao banco e o funcionário informou-me que analisou o meu credito e a prestação poderia baixar mas que para tal tinha de adquirir um produto prestigio...
    Falou me numa poupança de +/- 220000€ ao baixar a prestação.

    Isto deixou me com algumas duvidas..

    Tenho de gastar dinheiro a comprar algo que não pretendo para baixar a prestação?

    Será "bluff" para ganhar comissão usando a descida do valor da prestação?!

    Esta situação já aconteceu a alguém?!


    Desde ja obrgada pela ajuda
    Cumprimentos
  5. Colocado por: aasrBom dia!

    Tenho CH no BPI desde 2016, ontem dirigi-me ao banco e o funcionário informou-me que analisou o meu credito e a prestação poderia baixar mas que para tal tinha de adquirir um produto prestigio...
    Falou me numa poupança de +/- 220000€ ao baixar a prestação.

    Isto deixou me com algumas duvidas..

    Tenho de gastar dinheiro a comprar algo que não pretendo para baixar a prestação?

    Será "bluff" para ganhar comissão usando a descida do valor da prestação?!

    Esta situação já aconteceu a alguém?!


    Desde ja obrgada pela ajuda
    Cumprimentos


    Bom dia,

    Poupança de 220.000€?? Isso parece-me muito!
    De qualquer maneira não há forma de saber se é bluff ou não, mas no meu entender esse tipo de "pedido" não é aceitável!
    O que você tem de fazer é procurar alternativas para transferir o seu crédito. Depois, caso tenha propostas melhores tem 2 opções. Ou efectivamente transfere o crédito ou o BPI, sem qualquer venda de coisa nenhuma, lhe fará uma proposta para melhorar as suas condições.
    Se pretender auxilio na procura de alternativas para a transferência do seu crédito eu posso ajudar. Contacte-me pelo email luisvela@decisoesesolucoes.com

    Cumprimentos
  6. Boa tarde
    Não sei se já existe no fórum explicação sobre o DSTI...particularmente na questão que refere a exceção de até 60 por cento de taxa de esforço?
  7. Boa tarde.
    Tenho um crédito automóvel no valor de 15000€ em 120 vezes, fiz pedido de um pessoal no bpi de mais 15000€ nao tendo ainda rubricado o crédito e outro na caixa financiado no máximo em 58600 para compra de um imóvel avaliado em 72000. Aqui a questão é simples. Devo arriscar a compra do imovel mesmo sabendo que ficarei com cerca de 100€ para alimentação? Fui vitima de violência domestica com caso ainda por julgar, onde foi feita fraude fiscal contra mim e onde fiquei com cerca de 6000 € em dividas. Ja tentei pedir ajuda na camara para ajuda em arrendamento mas devido ao facto de ter um ordenado base de 1000€ certamente não obterei qualquer tipo de ajuda. Agradeço desde já as possíveis respostas.
  8. Na minha opinião, acho que a reposta é não!

    Razões:
    1ª - Se ficar doente, vai para a baixa, só recebe parte do salário. Acho que já nem com 100€ fica.

    2ª - Se vai para tribunal e tem esse salário, não tenho a certeza mas acho que vai ter de pagar advogado.
    Dos 100€ que sobra, tirar de comer para pagar advogados...

    3ª - Para mim, o crédito do automóvel percebo que seja necessário. Mas o segundo crédito pessoal ainda não rubricado é mesmo necessário? Para quê? Parece-me pelo valor, que vai utilizar como entrada na compra do imóvel?

    Não tem que dar justificações, mas nessa situação que explicou, acredito que isso vai dar para o torto mais tarde ou mais cedo. Julgo que não pode querer dar 4 passos quando só pode dar um de cada vez.
    Primeiro, tente resolver a situação no tribunal antes de realizar mais créditos. Porque não sabe a despesa que vai ter com isso. E logo depois tentar o resto!
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  9. 100e alimentação? só se roubar muita galinha😂😂
  10. Colocado por: BM_18100e alimentação? só se roubar muita galinha😂😂

    eu consigo cumprir esse orçamento fazendo comida/ refeições em casa.. para 2 pessoas. não podes é comer galinha todos os dias...
  11. Tem que ter horta e gado concerteza. 3€por dia para duas pessoas? Isso é que é dieta
    Concordam com este comentário: mica
  12. Colocado por: FernandogrosaBoa tarde.
    Tenho um crédito automóvel no valor de 15000€ em 120 vezes, fiz pedido de um pessoal no bpi de mais 15000€ nao tendo ainda rubricado o crédito e outro na caixa financiado no máximo em 58600 para compra de um imóvel avaliado em 72000. Aqui a questão é simples. Devo arriscar a compra do imovel mesmo sabendo que ficarei com cerca de 100€ para alimentação? Fui vitima de violência domestica com caso ainda por julgar, onde foi feita fraude fiscal contra mim e onde fiquei com cerca de 6000 € em dividas. Ja tentei pedir ajuda na camara para ajuda em arrendamento mas devido ao facto de ter um ordenado base de 1000€ certamente não obterei qualquer tipo de ajuda. Agradeço desde já as possíveis respostas.


    faz-me lembrar aquela frase do joão pinto, antigo defesa e capitão do porto, "Quando estávamos à beira do abismo, tomámos a decisão certa: demos um passo em frente"

    é um pouco como está neste momento o fernando, à beira do abismo e a querer dar um passo em frente.

    É verdade que temos que viver em algum lado, se não for numa casa própria terá que ser numa casa alugada e é tb verdade que infelizmente ainda compensa mais comprar casa do que alugar. os preços são muito proximos.

    Sem querer julgar ninguem, mas essa do crédito automóvel de 15.000€ em 120 meses (10 anos) foi um grande tiro no pé.

    Olhando friamente para a situação eu vendia o carro e abatia o crédito. comprava um carro mais barato, muito mais barato. e procurava uma casa alugada. Se a vida se proprocionar a voltar a casar/juntar com alguem poderia pensar em outras coisas.
    Concordam com este comentário: Oliveirafabio, jjooll, Pedro Barradas
  13. Será que alguém tem uma situação destas e se de facto é mesmo assim:

    Em 2011 obtive na caixa geral de depósitos um multi-opções para compra de terreno para construir. Como o país entrou em recessão, eu tive que adiar o crédito para a construção até porque passaram os spreads para valores incomportáveis. Agora em 2019 pretendo obter financiamento para a construção. E para levar a história aqui muito longa, resumidamente a CGD informa-me que para me concederem o financiamento para a construção tenho que ter DSTI sem ultrapassar os 50% e ter 10% do valor da avaliação da construção para avançar - (até aqui tudo bem)...No entanto, informaram-me que o tal multi-opções que me foi concedido em 2011 para a compra do terreno teria de ser liquidado em 50% - E é aqui que está o meu espanto! Então...concederam-me um crédito- multi-opções para compra do terreno em 2011 e eu ao longo destes anos tenho cumprido rigorosamente com as minhas obrigações e agora impõe esta condição para avançar com o financiamento? Isto é mesmo assim? Alguém tem algum conhecimento sobre uma situação destas?
    Desde já agradeço qualquer informação útil.
    •  
      luisDS
    • 10 Setembro 2019 editado
    Se você tem mesmo de liquidar deve-se à taxa de esforço e não a qualquer outra regra. Na óptica deles, para a sua taxa de esforço ser comportável necessitam que liquide metade. Outros bancos poderão ter uma opinião diferente, mas o facto de o terreno onde quer construir já estar hipotecado à CGD vai condicionar e muito os outros bancos, pelo que é possivel que nenhum esteja interessado!
  14. Colocado por: Pedro Barradas
    eu consigo cumprir esse orçamento fazendo comida/ refeições em casa.. para 2 pessoas. não podes é comer galinha todos os dias...


    Fazes fotossíntese?acho fácil se tiveres algo da horta ou oferecido,agora comprar não sei..
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

  16. Colocado por: luisDSSe você tem mesmo de liquidar deve-se à taxa de esforço e não a qualquer outra regra. Na óptica deles, para a sua taxa de esforço ser comportável necessitam que liquide metade. Outros bancos poderão ter uma opinião diferente, mas o facto de o terreno onde quer construir já estar hipotecado à CGD vai condicionar e muito os outros bancos, pelo que é possivel que nenhum esteja interessado!


    Mas o que me disseram é que mesmo tendo o DSTI a 50% ou menos...terei sempre de ter os 10% e liquidar 50% do terreno.
    E sim...outros bancos apenas lhes interessa a operação se no terreno já tiver alguma coisa construido.
    Estou sem saber o que fazer, tenho 25 mil em caixa que seria para despesas e os tais 10%...Tenho um apartmento e provavelmente terei de vender...O problema é que não se vende de um dia para outro...Ó vida!
    Obrigado pelo seu tempo e conhecimento.
  17. Colocado por: FernandogrosaBoa tarde.
    Tenho um crédito automóvel no valor de 15000€ em 120 vezes, fiz pedido de um pessoal no bpi de mais 15000€ nao tendo ainda rubricado o crédito e outro na caixa financiado no máximo em 58600 para compra de um imóvel avaliado em 72000. Aqui a questão é simples. Devo arriscar a compra do imovel mesmo sabendo que ficarei com cerca de 100€ para alimentação? Fui vitima de violência domestica com caso ainda por julgar, onde foi feita fraude fiscal contra mim e onde fiquei com cerca de 6000 € em dividas. Ja tentei pedir ajuda na camara para ajuda em arrendamento mas devido ao facto de ter um ordenado base de 1000€ certamente não obterei qualquer tipo de ajuda. Agradeço desde já as possíveis respostas.


    Ordenado - 1000 euros.
    Dividas de 6k
    15000 - CA - 150\200 a 120
    15000 - 150 mínimo

    Não deve avançar para o credito habitação, até porque ninguém lhe vai conceder o mesmo.
  18. Colocado por: jokersmile

    Mas o que me disseram é que mesmo tendo o DSTI a 50% ou menos...terei sempre de ter os 10% e liquidar 50% do terreno.
    E sim...outros bancos apenas lhes interessa a operação se no terreno já tiver alguma coisa construido.
    Estou sem saber o que fazer, tenho 25 mil em caixa que seria para despesas e os tais 10%...Tenho um apartmento e provavelmente terei de vender...O problema é que não se vende de um dia para outro...Ó vida!
    Obrigado pelo seu tempo e conhecimento.


    Bem, a CGD tem o produto terreno+construção em que só financiam 50% do terreno. Talvez você tenha que se "enquadrar" nesses números. Esse terreno, foi comprado por quanto, ainda deve quanto e quanto acha que vale hoje?
    Aos outros bancos o negócio interessa se o terreno não tiver nenhum ónus, ou seja livre da hipoteca da CGD. Agora financiarem construção em cima de um terreno com hipoteca de outro banco não!
  19. Outra coisa, esse apartamento que você tem, tem algum empréstimo associado/hipoteca?
  20. Colocado por: luisDS

    Bem, a CGD tem o produto terreno+construção em que só financiam 50% do terreno. Talvez você tenha que se "enquadrar" nesses números. Esse terreno, foi comprado por quanto, ainda deve quanto e quanto acha que vale hoje?
    Aos outros bancos o negócio interessa se o terreno não tiver nenhum ónus, ou seja livre da hipoteca da CGD. Agora financiarem construção em cima de um terreno com hipoteca de outro banco não!


    O terreno foi financiado em 2011 - 75.000...agora a avaliação ficou por 64000... exatamente o valor em dívida!O apartamento está hipotecado...59000 em dívida...comprado em 2003 e está alugado... Não percebo porque não financiam apenas a construção sem pensar no terreno porque já é um produto adquirido e com garantia...
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">