Iniciar sessão ou registar-se
  1. Colocado por: ruimesquitaA permuta é sempre mais vantajosa pois poupa-se muito nos impostos e não fica dependente de vender a sua
    Estas pessoas agradeceram este comentário:spereira


    por mim era já amanhã não sei é se o investidor está interessado nisso mas vou propor porque o "não" está garantido o "sim" pode vir por acréscimo. No seu caso aceitaram logo? quem "vende" a casa de valor maior também poupa nos impostos?
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3. Sim pois não paga nada e o dinheiro que recebe pode fazer o que quiser abater no credito se tiver ou o que quiser e não paga mais valias nem nada
    Estas pessoas agradeceram este comentário: spereira
  4. Colocado por: ruimesquitaSim pois não paga nada e o dinheiro que recebe pode fazer o que quiser abater no credito se tiver ou o que quiser e não paga mais valias nem nada
    Estas pessoas agradeceram este comentário:spereira


    ok, muito obrigada pela sua ajuda. Agora quando souber da questão do credito informe por favor. No meu caso o proprietário é investidor e o negocio dele é comprar/remodelar/vender; por isso se lhe propuser não fica a perder pelo o que vejo.
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6. Colocado por: ruimesquitaSim pois não paga nada e o dinheiro que recebe pode fazer o que quiser abater no credito se tiver ou o que quiser e não paga mais valias nem nada
    Estas pessoas agradeceram este comentário:spereira


    desculpe insistir mas tem a certeza que não se paga mais valias? mesmo que não seja para habitação própria? é que no meu caso é claro que vou "reinvestir" tudo na nova casa e não há lugar a mais valias porque é para habitação própria permanente mas e no caso do investido que me vai vender a casa? Não é para morar logo deve haver pagamento de mais valias, não? ou poupa porque é só sobre a diferença e não sobre o total? è que tenho de saber porque quando fizer a proposta tenho de saber argumentar.
  7. Colocado por: AO81o Bankinter informou-nos que para a libertação de cada tranche é necessário a apresentação da factura, bem como o comprovativo de pagamento ao empreiteiro. Só após essa evidência é possível libertar cada tranche. Pela vossa experiência é assim que acontece?


    Sem ninguém do Banco ir ao local confirmar a percentagem da obra concluída ( materiais aplicados , não em obra), só com faturas?
    Desconhecia isso.

    Colocado por: manelvcO Santander penso que empresta ao começar porque avalia o terreno também...


    Têm de possuir o terreno ou então o dinheiro inicial é libertado na escritura de aquisição do mesmo.
    Sem vistoria, penso que não.
    Se a vistoria conclui 10% pronto, liberta 10%.
    Cada vistoria é paga.
  8. Colocado por: AO81o Bankinter informou-nos que para a libertação de cada tranche é necessário a apresentação da factura, bem como o comprovativo de pagamento ao empreiteiro. Só após essa evidência é possível libertar cada tranche. Pela vossa experiência é assim que acontece?


    penso que é um dos poucos a faze-lo, ainda, mas cheira-me que mais bancos irão atrás.

    e quiça o proximo passo sera o banco pagar directamente ao empreiteiro.

    afinal que garantias tem o banco de que o dinheiro da tranche que liberta será para pagar o empreiteito e não para fazer outras coisas qualquer?

    por outro lado "mata" o inflacionamente dos orçamentos que são entregues. Como o banco só empresta 90%, toca a inflacionar o orçamento para se ter financimento a 100%
    • Nelhas
    • 21 Fevereiro 2020 editado
    O Banco sem vistoria , somente com factura?

    Não pode ser.
    Então o Banco dá o dinheiro , sem confirmar que o seu futuro imóvel, que suporta o risco da hipoteca se encontra em construção?
    • Nelhas
    • 21 Fevereiro 2020 editado
    Colocado por: pauloagsantosPela vossa experiência é assim que acontece?


    Só liberta, após chamar o perito, voçe largar 200\250 por cada vistoria, e o mesmo fornecer ao Banco a percentagem de obra concluída, que dá origem a libertação da verba correspondente.
    E tudo aplicado.
    Não é estarem em paletes em obra.
  9. Spereira no caso de não ser habitação propria já não sei tem de ver no banco
  10. Colocado por: Nelhas
    Só liberta, após chamar o perito, voçe largar 200\250 por cada vistoria, e o mesmo fornecer ao Banco a percentagem de obra concluída, que dá origem a libertação da verba correspondente.
    E tudo aplicado.
    Não é estarem em paletes em obra.


    pois essa parte deduzo que continue a ser igual, não é logico que o banco liberte o capital apenas mediante facturas do construtor
    Concordam com este comentário: Nelhas
  11. Colocado por: pauloagsantosbanco liberte o capital apenas mediante facturas do construtor


    Havia de ser bonito.
    Era só moradias virtuais =)
    • Hoid
    • 26 Fevereiro 2020
    Boa tarde a tod@s
    Estou a tentar obter crédito (habitação ou outro) para a aquisição judicial de um imóvel que está numa situação peculiar, e precisava da vossa ajuda.

    Primeiro o contexto:
    * o imóvel encontra-se numa massa de herança que está insolvente, e da qual eu sou herdeiro. Eu o meu irmão vivemos nesse imóvel, mas devido a problemas complexos familiares (e más decisões da parte dos meus pais) a herança caiu em insolvência.

    *o banco responsável pela hipoteca original exerceu a opcção de compra da casa, e quer nos despejar o quanto antes. No entanto a Administradora de insolvência deu-nos o direito de preferência para procurar uma solução financeira para o caso.

    *Mas é aqui que começam as complicações. Já fui a três bancos (um dos quais o responsável da hipoteca original) e dizem-me que não podem fazer uma hipoteca ao imóvel devido ao facto de que o mesmo não tem licença de habitabilidade.

    *Ora, o imóvel tem construção a partir de 1990 só que, pelo que eu descobri, ainda não está acabado conforme projecto, e os meus pais nunca chegaram a pedir a licença à câmara.

    *Estou por isso numa situação desesperada. Por um lado, preciso de financiamento para (re)comprar a casa onde vivo, mas não podem sequer fazer uma proposta porque a casa não tem licença. Por outro, não posso licenciar a casa porque não é minha (mesmo que conseguisse, o dinheiro que seria preciso investir, e o tempo que demoraria, não me garantiria sucesso da mesma).

    *Um dos bancos estava a estudar uma opcção de crédito de Aquisição e construção, de modo a acabar a casa, mas mesmo isso esbarrou no problema da licença!

    *Sempre pensei que o banco original da hipoteca estivesse mais receptivo para estudar uma hipoteca para o imóvel (porque não me parece que um banco queria casas, per se), mas mesmo ao balcão dizem-me a mesma coisa, e que não podem sequer estudar uma proposta, por causa da licença, o que é absurdo.

    Será que existe algum tipo de solução? Não poderia o banco original estudar uma proposta ainda assim, visto que são eles os interessados? O que acham que devo fazer?

    Desde já obrigado pelas vossas respostas, opiniões e informações úteis.
  12. Colocado por: HoidBoa tarde a tod@s
    Estou a tentar obter crédito (habitação ou outro) para a aquisição judicial de um imóvel que está numa situação peculiar, e precisava da vossa ajuda.


    é realmente uma situação estranha, porque como é que o banco vai vender a casa, se não tem uma licença de utilização? o caso aplica-se a voces, mas tb a outros potencias compradores.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">