Iniciar sessão ou registar-se
    • RuiMM
    • 24 Outubro 2011 editado

     # 141

    Apesar de não ser o tópico apropriado, já que falaram nisso deixo o link que é regularmente actualizado com as taxas dos depósitos a prazo:

    http://economiafinancas.com/taxas-de-juro-depositos-a-prazo/

    Sinceramente relativamente o fundo de garantia neste tipo de depósitos, duvido da sua veracidade,isto é, se o banco entrar em falência e sendo que o estado está falido quem é que vai afinal pagar-nos o dinheiro. Apesar do risco ainda prefiro o mercado de acções e obrigações de empresas sólidas.
    Ainda voltaremos ao tempo em que dinheiro seguro é debaixo do colchão ou enterrado no quintal :)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: naar, bmxer
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

    • bmxer
    • 24 Outubro 2011 editado

     # 142

    RuiMM

    Alguns conselhos:

    - Veja se a sua entidade patronal tem protocolos com algum banco podem existir condições vantajosas como por exemplo isenção das comissões mensais

    - Esclareça bem as coberturas dos seguros pois à vista desarmada os do barclays são fantásticos.... mas são apenas Invalidez absoluta permanente e provavelmente se forem dois titulares apenas cobre 50% para cada um. Eu preferencialmente teria ido para a caixa galicia(fiquei com o Barclays) se tivessem um balcão no Algarve, o spread era mais baixo mas ficava a pagar o mesmo (c/custos) só que ficava com Invalidez total permanente para 100% do valor para cada um dos titulares(2) o que considero uma grande mais valia

    - confira também as coberturas e o valor de reconstrução (geralmente se for igual ao valor do empréstimo ou avaliação já está a pagar a mais ) podendo também distorcer as comparações

    - Quanto a taxa fixa a 2 anos neste momento é uma treta que não vai compensar (neste mundo não há certezas, esta é apenas tão certa como a crise não passar tão cedo) mas nessa campanha o barclays também tinha qualquer coisa do estilo remunerarem os depósitos a taxa igual ao crédito habitação pode ser que lhe interesse.

    - o barclays por enquanto não muda o spread unilateralmente, a caixa galicia e restantes não sei mas esta clausula é imprescindível confirmar

    - E por fim daqui a uns anos pode sempre renegociar ou mudar de banco...isto se nessa altura a coisa estiver melhor
    Concordam com este comentário: antonio almeida, RuiMM
    Estas pessoas agradeceram este comentário: RuiMM
  2.  # 143

    Colocado por: bmxerQuanto a taxa fixa a 2 anos neste momento é uma treta que não vai compensar


    também concordo... pelo menos durante os próximos 2 anos o mundo vai andar muito confuso!!!

  3.  # 144

    Mas pelo menos nestes 2 anos em que o mundo anda confuso é sempre melhor saber que vamos pagar sempre o mesmo ....
  4.  # 145

    O meu raciocínio pode estar errado mas as taxas de referência são usadas como mecanismos de controlo e movem-se ao sabor do crescimento económico, tendo em conta que esse ainda não se vislumbra no horizonte Europeu o mesmo acontece às taxas de juro... subir as mesmas seria puxar a cadeira à já estrangulada União Europeia.
    2º Os bancos não andam assim tão a dormir nem no mundo da fantasia, os riscos que correm são calculados e a busca pelo lucro é sempre prioritária... A Euribor a 3meses anda nos 1,536% qualquer taxa fixa vai lhe ficar a mais de 2% e neste caso em concreto apenas nos primeiros 2 anos definitivamente não estou a ver as taxas a subir quanto mais 0,5%.
    Concordam com este comentário: RuiMM
  5.  # 146

    qual o diferencial entre a taxa a 2 anos e a variável?
    • bmxer
    • 24 Outubro 2011 editado

     # 147

    Não percebi muito bem mas aqui tem o exemplo do barclays
  6.  # 148

    Colocado por: sergyioqual o diferencial entre a taxa a 2 anos e a variável?


    quanto pagará por mês com a taxa de 2 anos e com a taxa de 3 meses, por exemplo
    • bmxer
    • 24 Outubro 2011 editado

     # 149

    Isso só mesmo dirigir-se a um balcão e fazer a simulação para as duas hipóteses.
    Ou peça ao membro Cfinanceiro que certamente lhe faz uma simulação de boa vontade.
  7.  # 150

    Colocado por: bmxer
    - Esclareça bem as coberturas dos seguros pois à vista desarmada os do barclays são fantásticos.... mas são apenas Invalidez absoluta permanente e provavelmente se forem dois titulares apenas cobre 50% para cada um. Eu preferencialmente teria ido para a caixa galicia(fiquei com o Barclays) se tivessem um balcão no Algarve, o spread era mais baixo mas ficava a pagar o mesmo (c/custos) só que ficava com Invalidez total permanente para 100% do valor para cada um dos titulares(2) o que considero uma grande mais valia

    Quanto aos Seguros de vida:
    .Barklays
    Barklays Protecção Individual: Morte e Invalidez Absoluta e definitiva, 50% do capital em divida a cada momento para cada um dos proponentes.
    Valor global do seguro ( base anual ) 47.59 + 45.06 = 92.65€ ( 2 proponentes )

    .Caja Duero
    Liberty Seguros - Seguro de vida hipotecário : Vida, Invalidez absoluta e definitiva, Invalidez total Permanente. Cobertura Mínima de 100% do capital do empréstimo.
    Base anual (1ºano ): 219,50€

    Colocado por: bmxer- confira também as coberturas e o valor de reconstrução (geralmente se for igual ao valor do empréstimo ou avaliação já está a pagar a mais ) podendo também distorcer as comparações

    Quanto aos Seguros do Imóvel:
    . Barklays - Seguro Multiriscos Habitação ( Axa ) : Capital seguro correspondente ao valor de reconstrução do imovél ( 70.000€ )
    Valor global ( base anual ) : 73,50 + 1,44 de Custo inicial da apólice

    .Caja Duero - Seguro Multiriscos Lar : Cobertura 100% do valor determinado para efeitos de Seguro no relatório de avaliação.
    Valor global Base anual: 93,38€


    Em qualquer dos casos tem razão, o barklays só cobre 50% para cada proponente e o seguro do imovél cobre 70000€ ( o valor de aquisição )
    A Duero cobre os 100% mas os valores do seguro disparam, para o imovél se for para o valor de avaliação ainda será mais elevado que os 70000.
    De salientar que na Caja Duero disseram me que não existe possibilidade de contratar os seguros fora da Caja.
    Outra clausula que não entendo na Caja Duero relativamente a ambos os seguros " Clausula obrigatória em que os tomadores do seguro constituem a Caja como beneficiaria irrevogável " Isto quer dizer o quê precisamente?


    Quanto à taxa fixa do barklays também não me atrai muito, mas quem me atendeu no banco não foi capaz de me dizer se era possível fazer o crédito com as mesmas condições sem esta promoção !?!?! Quase tão mau como a Caixa, que vende os imóveis que tem em carteira e durante 2 dias não se entendiam quem deveria apresentar as condições, se a própria CaixaImobiliario ou num qualquer balcão :)

    Quanto ao produto que renumera depósitos à mesma taxa que o empréstimo, só para empréstimos superiores a 100.000€ e outras condições que agora não recordo.

    A Caixa Galicia foi reestruturada e agora apresenta, pelo menos online, spreads na ordem dos 6,50% !!! parece que deixou de ser atractivo.
    http://portugal.novacaixagalicia.com/portal/site/WVIO001/menuitem.2115a60b8356fa700efb462451d001ca/?vgnextoid=3837e021d1387110VgnVCM1000000b0d10acRCRD&vgnextfmt=formato1&Id=52
    Desculpem lá o testamento :)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: bmxer
  8.  # 151

    Colocado por: Cozinhas CarvalhoMas pelo menos nestes 2 anos em que o mundo anda confuso é sempre melhor saber que vamos pagar sempre o mesmo ....

    Sim, o mundo anda confuso e assim irá continuar nos próximos tempos ( anos ), mas as últimas que li pondera-se uma descida das taxas de juro pelo BCE em Novembro.
  9.  # 152

    É possível fazer sem a taxa fixa, tenho uma escritura esta semana sem essa promoção! Também não recomendo a Euribor vai manter ou até mesmo baixar!
    Estas pessoas agradeceram este comentário: RuiMM
  10.  # 153

    Boas,

    Colocado por: bmxerO meu raciocínio pode estar errado mas as taxas de referência são usadas como mecanismos de controlo e movem-se ao sabor do crescimento económico, tendo em conta que esse ainda não se vislumbra no horizonte Europeu o mesmo acontece às taxas de juro... subir as mesmas seria puxar a cadeira à já estrangulada União Europeia.


    Será mesmo assim?
    Será que podemos afirmar isso?
    Só lembrar que há menos de 2 meses estava tudo "preparado" para a subida da Euribor e previa-se que começasse a subir gradualmente.
    Neste aspecto as coisas têm-se alterado a uma velocidade tal que o que é previsível hoje no dia seguinte é tido como impossível.
    Mas têm razão, neste momento presume-se que a euribor vá ter um decréscimo.

    Divirtam-se,
    João Dias e seu gato psicanalista
    Concordam com este comentário: SofiaPaula
  11.  # 154

    yup....confirmo, preve-se uma descida na taxa de juro do BCE agora em Novembro..

    MAS ATENÇÃO: é uma previsao..... nao é nenhuma garantia!
  12.  # 155

    Colocado por: loverscoutyup....confirmo, preve-se uma descida na taxa de juro do BCE agora em Novembro..

    MAS ATENÇÃO: é uma previsao..... nao é nenhuma garantia!


    Haja algo que nos alegre!!!! (a prestação da minha casa subiu no mês passado...)
  13. Ícone informação Anunciar aqui?

  14.  # 156

    Boas,

    Acabei de ver esta noticia sobre o BCP ter sido obrigado a devolver os juros cobrados indevidamente.

    Desta vez, já transitou em julgado e sem hipótese de recurso. Há algum tempo atrás quando foi a primeira decisão, falava-se em que tinha que ser o cliente a fazer prova do valor cobrado indevidamente,
    e para isso teria que pedir extractos e outra documentação, e que o banco iria cobrar comissões, de tal modo que se o valor a reembolsar poderia não compensar a chatisse.

    Isto poderá ser mesmo assim? Devo-me preparar de alguma forma antes de ir ao banco. Eu até tenho o histórico de pagamentos do 1º ou 2º ano num programa que usava para fazer a gestão financeira pessoal, o MS Money na altura. Mas tal não tem valor legal, obviamente, e para conveniencia do banco não e possível via net pedir movimentos anteriores a 1 ou 2 anos.
  15.  # 157

    Colocado por: Jaime LopesPena é que as instituições bancárias não deêm estas informações no decorrer dos pedidos de CH.
    Em junho por exemplo a CGD deixou de considerar o valor da avaliação dos imóveis como garantia sobre os mesmos para passar a considerar apenas o menor dos 2 valores : Valor de compra / Valor de avaliação, independentemente dos processos que tinha a decorrer, tendo como resultado final o cancelamento da maioria dos processos que dependia do valor da avaliação, isto depois dos proponentes já terem pago as avaliações...
    É tal como diz, enfim...
    Discordam deste comentário:antonio almeida

    boas
    é mentira a cgd depois de um balcão dar a proposta ao cliente não mexe nas condições
    um abraço
  16.  # 158

    Boa noite, solicitei um empréstimo para obras onde pedi 65000€ apresentado o respectivo orçamento o resultado da avaliação do Banco foi ;
    o valor actual é de 195190€ com a valorização das obras irá ser de 240080€. A valorização que o imóvel irá obter com o decorrer das obras é de 44.890€ sendo inferior ao valor de financiamento solicitado (65.000€).
    Portanto só me emprestam os 44.890€, esta correcto ou posso reclamar pois nem 60000 me chegam para as obras em causa.
    Obrigado.
  17.  # 159

    Colocado por: paulonunoPortanto só me emprestam os 44.890€, esta correcto ou posso reclamar pois nem 60000 me chegam para as obras em causa.

    Você esta a pedir emprestado, e eles só emprestam o que quiserem, e se quiserem. Pensa reclamar o quê?
  18.  # 160

    Você esta a pedir emprestado, e eles só emprestam o que quiserem, e se quiserem. Pensa reclamar o quê?

    Pois até ai eu já cheguei, só queria confirmar se a prática usul é esta ou podem disponibilizar uma percentagem do resultado da avaliação.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">