Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Com o boom do mercado imobiliário assistiu-se a uma proliferação de imobiliárias, que nasceram como cogumelos em cada esquina com nomes exóticos, de preferência em Inglês, que fica bem...
    Simultâneamente aumentou em exponencial o numero de pseudo "consultores" imobiliários, que de imobiliário pouco ou nada percebem, mas também isso não interessa para nada, pois na mente deles basta ter é muita lábia para enganar os pacóvios...
    Não respeitam nada nem ninguém, colocar num anuncio que não quer ser contactado por imobiliárias, para eles significa: " ligue-me se faz favor", pois assim que coloca o anuncio é logo bombardeado com telefonemas e mails de pdeudo "consultores" imobiliários a prometerem-lhe que têm já um cliente em "carteira" para o seu imóvel, mas para isso vai ter de fazer um contrato de mediação imobiliária, de preferência com exclusividade. Esta é a chamada técnica da cenoura, você vai atrás da cenoura, assina o contrato e já está, fica nas mãos deles, pelo menos durante 6 meses vão fazer o que quiserem da sua casa, quanto ao cliente que lhe prometeram, esqueça, pois entretanto já comprou outra casa, ou outra coisa qualquer, pois eles têm um enorme reportório de tretas para lhe enfiarem, se não der esta já têm outra em "carteira".
    Muitos deles fazem-me lembrar as Testemunhas de Jeová, sem ofensa às mesmas, pois também andam a bater de porta em porta, de preferência à hora de jantar, que é quando você está em casa, a perguntar se você sabe se há algum apartamento para venda no prédio... Situação deprimente a que são obrigados pelas imobiliárias.
    Esta é uma área para a qual não é preciso ter qualquer formação nem aptidão e funciona como um escape para qualquer pessoa que fique desempregado ou não tenha emprego, é só ir a uma entrevista da treta e são logo contratados, o que dá azo a que a generalidade destes "consultores" nem sequer saber o que anda a fazer, pois não têm qualquer aptidão para o que estão a fazer. Aliás basta ver a rotatividade que existe no meio para perceber que a grande maioria deles desiste ao fim de algum tempo.
    Quanto às Imobiliárias, essas apenas se preocupam com os seus lucros e estão pouco ou nada interessadas nos clientes, querem é ter muitos imóveis angariados, fazer as vendas dos que lhes interessam e os clientes que se lixem, pois vão-se uns mas vêm outros que entretanto caíram no engodo da conversa que têm um cliente para o seu apartamento...
    Resumindo: com as ferramentas que existem hoje em dia ninguém precisa desta gente para nada e pode vender o seu imóvel com muito mais facilidade sem recurso a imobiliárias, pois muitas vezes a diferença entre vender ou não vender está precisamente no valor estapafúrdio da comissão das imobiliárias.
    Concordam com este comentário: Vera3107, Sr.io, Pedrobbed, Azulnauta
    Estas pessoas agradeceram este comentário: 21papaleguas, Pedrobbed
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Há consultores bons e há consultores maus.
    Há imobiliárias boas e há imobiliárias más.
    Há compradores bons e há compradores maus.
    Há vendedores bons e há vendedores maus.

    Tal como em tudo.

    Sim, há muita plataforma para vender casas. E tempo, disponibilidade? Para andar a atender telefones, responder a e-mails/mensagens, fazer visitas?
    Não somos todos iguais.
    Há sempre prós e há sempre contras.

    Não percebi o intuito da sua publicação.
  4.  # 3

    Colocado por: Nasa1989Sim, há muita plataforma para vender casas.

    OLX, Custo justo e sapo
    Onde mais recomendam que se publicite?

  5.  # 4

    Imovirtual, idealista, etc, etc...
    Concordam com este comentário: Vítor Magalhães, Sr.io
    Estas pessoas agradeceram este comentário: zedasilva
  6.  # 5

    Colocado por: zedasilva
    OLX, Custo justo e sapo
    Onde mais recomendam que se publicite?


    Facebook Market.
    E carradas de grupos de vendas no facebook.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: zedasilva
  7.  # 6

    É um facto de que existem muitas imobiliárias e apercebo-me cada vez mais que não existe um cuidado ou rigor com a forma como os imóveis são "mostrados" ao publico, ora com fotos desfocadas, marcas de água sobrepostas de outras imobiliárias, fotos repetidas de mobiliário em vários ângulos quando o objecto nem sequer está incluído no negócio, etc... Parece-me que também estas imobiliárias deixaram de ter tempo para promover os imóveis em condições.
    Concordam com este comentário: N Miguel Oliveira, Sr.io
  8.  # 7

    Aqui vai um testemunho positivo para a imobiliária (uma das 3 grandes).
    Eu tinha um imóvel a venda por 85.000.
    Uma pessoa queria comprar mas não conseguia obter o crédito.
    Entretanto eu já tinha aumentado o valor pedido para 90.000, e dado a outra imobiliária sem exclusividade por 90.000 mais a comissão.
    A pessoa que queria comprar contactou uma agente imobiliária das 3 grandes e expôs a situação.
    Passados 15 dias de ter dado o imóvel à outra imobiliária, aparece-me essa agente a dizer que tinha comprador para o meu imóvel.
    Nos encontramos pessoalmente, falamos e ficou acordado que se a proposta fosse aceite aí sim fariamos o contrato de mediação.

    Resultado:
    Vendi o imóvel por 95.000 sem me chatear.
    E essa agente imobiliária conseguiu que o comprador obtivesse credito para os 95.000 quando nao conseguia para os 85.000.

    Opinião pessoal:
    Esta é das poucas situações em que o agente justifica o seu pagamento.
  9.  # 8

    Colocado por: Paulo98Aliás basta ver a rotatividade que existe no meio para perceber que a grande maioria deles desiste ao fim de algum tempo.

    O que é óptimo para as imobiliárias, o pessoal está lá 3 ou 4 meses, a bater de porta em porta e consegue umas angariações, mas como não vende nada e não recebe nada, vai embora e deixa a comissão de angariação para a imobiliária.
    Concordam com este comentário: N Miguel Oliveira, Sr.io
    • KLM
    • 26 Outubro 2019 editado

     # 9

    Meu caro não poderia ter dito melhor.

    Eu vendi o meu apartamento como particular, coloquei 3 VEZES no anúncio que não queria imobiliárias (no título, no princípio e no fim), resultado: ligaram às CENTENAS, dezenas de vezes ao dia, a prometer maravilhas e que tinham chineses e brasileiros em carteira. Tudo aldrabice para quererem angariar, nunca fui na conversa. Chegou mesmo a acontecer publicarem anúncios sem a minha autorização!!

    Com as devidas excepções, são uma praga e muitos não têm escrúpulos. A grande maioria são meros particulares, oc chamados "fura-vidas" que querem ganhar uma comissão. Isto não dá trabalho nem risco nenhum, basta ter uma viatura, fazer um símbolo no powerpoint tipo "sweet home" e tá a andar, pode ser que um gajo ganhe umas coroas a vender o que é dos outros.

    Acabei por vender o apartamento bem vendido e sozinho, apenas um mês depois!

    Nunca hei-de perceber por que motivo as pessoas colocam os imóveis numa imobiliária, hoje em dia com tanto site de anúncios vender uma casa como particular é a coisa mais fácil do mundo, evita chatices e acima de tudo poupa 10.000 euros ou mais.
    Concordam com este comentário: 21papaleguas, rcgomes
  10.  # 10

    Se a imobiliária funcionar bem, faz uma triagem dos potenciais clientes e isso poupa-lhe muito tempo e potenciais chatisses.
    • KLM
    • 27 Outubro 2019

     # 11

    Colocado por: ASSimoesSe a imobiliária funcionar bem, faz uma triagem dos potenciais clientes e isso poupa-lhe muito tempo e potenciais chatisses.


    No meu caso não notei esse problema. Mostrei a casa meia dúzia de vezes, todos queriam e podiam comprar, o problema é que os primeiros negociaram demasiado.

    Mas ainda que existisse esse problema, vale mesmo a pena gastar uns milhares valentes, só por mostrar a casa mais vezes?
  11.  # 12

    Colocado por: KLMMas ainda que existisse esse problema, vale mesmo a pena gastar uns milhares valentes, só por mostrar a casa mais vezes?

    Porque é que os clubes de futebol pagam 10% para vender um jogador?
  12.  # 13

    Colocado por: nielskyAqui vai um testemunho positivo...

    Resultado:
    Vendi o imóvel por 95.000 sem me chatear.
    E essa agente imobiliária conseguiu que o comprador obtivesse credito para os 95.000 quando nao conseguia para os 85.000.

    Opinião pessoal:
    Esta é das poucas situações em que o agente justifica o seu pagamento.

    Nao conseguiam um financiamento para 85k e depois a imobiliaria conseguiu por 95k.
    Você conseguiu resolver o seu problema, mas os compradores ficaram enxarcados em credito só para conseguirem o sonho de comprar uma casa.
    A imobiliaria aconselhou-os a fazerem um credito pessoal na cetelem e depois arranjaram-lhe um credito habitacao com um amigo num banco que lhes diz como aprovar o impossivel.
    Tenho pena de quem cai nesta rede.
    Concordam com este comentário: salvador99, Mk Pt, Sr.io, Ana_Dado
  13.  # 14

    "Com as devidas excepções, são uma praga..."
    Caro KLM são a 11ª praga Biblica...
    Concordam com este comentário: Sr.io
  14.  # 15

    Tive o meu apartamento á venda por conta própria durante uns 5 meses, não tive uma visita sequer(preço era elevado, não tinha pressa, se não vendesse fazia obras, tava bem), nesse entretanto contactaram-me dezenas de imobiliárias sempre recusei ajuda na promoção, conhecia os canais.

    A verdade é que com tanta insistência por parte de uma imobiliária pequena cá da cidade coloquei á venda mas com as minha regras.:

    - O preço é fixo, não baixo um €.

    - A vossa margem é 2,5% já com iva.(o praticado por cá era 5%...7%..)

    - Quer quer, não quer, não promove, (feitas as contas recebiam muita massa mesmo sendo só 2,5%)

    Conclusão tive duas visitas, e vendi o apartamento ao fim e 1 mês.

    Agora percebo que seja fácil ter problemas com imobiliárias...
    No primeiro momento que "amoleci" com a imobiliária tive problemas.

    No dia anterior á escritura deixei a imobiliária ceder uma entrada ao futuro comprador (eu sei erro grave), comprador esse que iria colocar as suas coisas no apartamento pois no dia seguinte tinha escritura e arrancava no mesmo dia para a Suiça.
    Recorri ao meu bom senso, e coloquei-me no lugar do comprador, e cedi...(mas porque? car*** eu estava a vender não a comprar).

    Qual é o meu espanto quanto me ligam da imobiliária que o apartamento estava todo esburacado...e que o comprador queria que comparticipasse nas obras a fazer para tapar os buracos de móveis suspensos, espelhos, quadros, candeeiros de teto etc...
    Só disse à imobiliária, o acordo é o apartamento ser vendido vazio só fica a cozinha leia o CPCV...como deve calcular tive de tirar tudo.
    Chegaram a ameaçar no mesmo telefonema que a escritura poderia não se realizar...mas eu já tinha 25% da massa aquando do CPCV...o problema não era meu, "se quiser rasgar o contrato rasgue".
    Mas lá se realizou a escritura no dia seguinte, todos meios de trombas.

    O que é certo é que me arranjaram o comprador que eu em 6 meses não consegui, mas tive de me chatear um bocado.
    Concordam com este comentário: Sr.io
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

  16.  # 16

    Colocado por: danielbargeTive o meu apartamento á venda por conta própria durante uns 5 meses, não tive uma visita sequer(preço era elevado, não tinha pressa, se não vendesse fazia obras, tava bem), nesse entretanto contactaram-me dezenas de imobiliárias sempre recusei ajuda na promoção, conhecia os canais.

    A verdade é que com tanta insistência por parte de uma imobiliária pequena cá da cidade coloquei á venda mas com as minha regras.:

    - O preço é fixo, não baixo um €.

    - A vossa margem é 2,5% já com iva.(o praticado por cá era 5%...7%..)

    - Quer quer, não quer, não promove, (feitas as contas recebiam muita massa mesmo sendo só 2,5%)

    Conclusão tive duas visitas, e vendi o apartamento ao fim e 1 mês.

    Agora percebo que seja fácil ter problemas com imobiliárias...
    No primeiro momento que "amoleci" com a imobiliária tive problemas.

    No dia anterior á escritura deixei a imobiliária ceder uma entrada ao futuro comprador (eu sei erro grave), comprador esse que iria colocar as suas coisas no apartamento pois no dia seguinte tinha escritura e arrancava no mesmo dia para a Suiça.
    Recorri ao meu bom senso, e coloquei-me no lugar do comprador, e cedi...(mas porque? car*** eu estava a vender não a comprar).

    Qual é o meu espanto quanto me ligam da imobiliária que o apartamento estava todo esburacado...e que o comprador queria que comparticipasse nas obras a fazer para tapar os buracos de móveis suspensos, espelhos, quadros, candeeiros de teto etc...
    Só disse à imobiliária, o acordo é o apartamento ser vendido vazio só fica a cozinha leia o CPCV...como deve calcular tive de tirar tudo.
    Chegaram a ameaçar no mesmo telefonema que a escritura poderia não se realizar...mas eu já tinha 25% da massa aquando do CPCV...o problema não era meu, "se quiser rasgar o contrato rasgue".
    Mas lá se realizou a escritura no dia seguinte, todos meios de trombas.

    O que é certo é que me arranjaram o comprador que eu em 6 meses não consegui, mas tive de me chatear um bocado.


    A questão é: será que sem imobiliária esse mesmo comprador não teria visto a casa e comprado na mesma? Se sim, simplesmente perdeu o valor da comissão.

    E, na verdade, é inteiramente provável que isso ocorresse, especialmente no caso de o comprador ter visto o anúncio na internet, porque nesse caso tanto via o da imobiliária como o seu.
    Concordam com este comentário: Sr.io
  17.  # 17

    Colocado por: Diogo Caladosem imobiliária esse mesmo comprador não teria visto a casa e comprado na mesma


    Eu acho que há muitos compradores que são "burros".
    Vão directamente às imobiliárias pedir casas em certas zonas mesmo antes de fazerem o "trabalho de casa"...
    E confiam no trabalho dos agentes imobiliários.
    Crêem que só assim a transação correrá bem e dentro da legalidade sem problemas de nenhuma ordem.
    Concordam com este comentário: Sr.io
  18.  # 18

    Colocado por: Palhavahá muitos compradores que são "burros"


    Até grandes investidores põem "cães pisteiros" no terreno.
  19.  # 19

    Colocado por: Diogo Calado

    A questão é: será que sem imobiliária esse mesmo comprador não teria visto a casa e comprado na mesma? Se sim, simplesmente perdeu o valor da comissão.

    E, na verdade, é inteiramente provável que isso ocorresse, especialmente no caso de o comprador ter visto o anúncio na internet, porque nesse caso tanto via o da imobiliária como o seu.


    Tive de dar algum a ganhar á imobiliária.

    A questão aqui é que não foram eles a impor as regras, o imóvel é meu e eu só dou a ganhar o que acho justo.

    Só vendem se aceitarem, e como os imóveis são escassos que remédio tem se não baixar a margem.

    Outra forma é acordar um montante para promover e vender, tipo 1000 ou 2000, não ser por percentagem. Conheço casos a trabalhar assim.
    Concordam com este comentário: Sr.io
  20.  # 20

    A verdade é q eles trazem possiveis compradores.

    Já pensaram que a culpa é dos compradores que nem se dão ao trabalho de andar a ver OLX, CustoJusto, SAPO Casa, etc? E preferem ir diretamente à imobiliária?

    Outra coisa que reparei: quem vende a imobiliária é menos sensivel ao preço de venda, para eles mais 10 ou menos 10 pouca diferença faz ... quem vende em OLX, CustoJusto, SAPO Casa, etc, até para negociar 1€ se fazem dificeis
    Concordam com este comentário: Sr.io
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">