Iniciar sessão ou registar-se
    • lxna
    • 4 março 2023 editado

     # 1

    Boas a todos,

    Eu pretendo vender a minha casa, já tinha referido isso noutro tópico e, entretanto, tenho estado a pesquisar imenso antes de tomar uma decisão, porque são imensas as empresas que oferecem casas em modulo, seja de madeira ou outros materiais (aço/betão) a preços bem baratos comparativamente a casas em betão feitas de raiz ou mesmo casas já construídas que estao caríssimas e que me obrigariam a contrair outro empréstimo.

    Estou neste momento a preparar o meu apartamento para vender.
    Relativamente à venda da casa queria saber se alguém tem experiencia em VENDER a casa sem ter de passar pela IMOBILIARIA que cobram comissões elevadas e eu não queria estar a entregar cerca de 20.000 euros de mão beijada a essas empresas pois irei precisar desse dinheiro para investir noutra.

    Daquilo que pesquisei até entao, não existe um valor fixo de comissão estipulado pela Lei pelo que as Imobiliárias basicamente podem pedir o valor que entenderem.
    Sei que muitas já cobram 5 % (um roubo) mas ao contrário do que me disseram em conversa, já percebi que essa comissão varia bastante e até descobri uma imobiliária que cobra apenas 2% ! Outras ainda cobram valores fixos que no meu caso seria ainda inferior a 2% !

    https://eco.sapo.pt/2020/08/18/quanto-cobra-uma-imobiliaria-para-vender-uma-casa-e-para-arrendar/
    https://2porcento.pt/conceito-2porcento

    Agora a ERA por exemplo não cobra apenas 5%, mas 5% + IVA, ou seja, dá 6,15% . Um absurdo!

    Falaram-me tambem em EXCLUSIVIDADE, com a promessa de que destacando a casa, com fotos profissionais, anuncio em revistas, filtragem de clientes interessados, blablabla existe maior garantia de vender a casa.
    Mas o que eu ganho efetivamente com isso? Absolutamente nada, apenas uma falsa promessa de algo que eu jamais poderei comprovar porque mesmo que seja vendida passado 2 meses, na verdade eu nunca chegarei a saber se foi realmente graças a esse tal “destaque”.

    A questao para mim é a seguinte: as imobiliárias, seja a ERA ou qualquer outra, não são donas do “google” nem da internet. E obviamente que quem pesquisa por casas vai se deparar com vários sites, não apenas a imobiliária que promete esse tal destaque no seu site. Portanto aplicando a velha logica da batata é fácil perceber que existe sempre mais probabilidade de vender a casa se esta estiver publicitada no maior numero de sites e imobiliárias do que apenas numa que irá oferecer um destaque no SEU SITE apenas (ou que seja, tambem em sites parceiros).

    Se dessem alguma contrapartida, como por exemplo reduzir essa comissão absurda talvez eu pensasse nisso, aliás as Imobiliárias se fossem mais inteligentes poderiam aplicar esta minha sugestão e aí sim talvez conseguissem clientes dispostos a dar exclusividade.

    Pior ainda, descobri que ao se dar a tal “exclusividade”, eles obrigam a pessoa a assinar um Contrato e a pessoa nem sequer pode vender a casa a um particular! (julgava que era apenas a impossibilidade de anunciar com outras imobiliárias)

    Sendo assim para mim essa opção é completamente ridícula já que não dão qualquer mais valia a quem vende a casa (ou seja, a mim) mas apenas a quem compra - oferecendo um tal de seguro de casa gratuito durante um ano. Para a pessoa que compra até pode ser um atrativo, mas continuo a dizer que eu não ganho nada com isso e arrisco-me a ter a casa durante mais tempo na fila de espera para venda quando podia estar disponível noutros sites.
    Surpreende-me até que existam pessoas que aceitem essas condições e caiam no conto do vigário, mas cada um é que sabe.

    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    Resumindo, entao a opção que eu tenho pensado é vender a casa a nível PARTICULAR e eu próprio tratar de todas as burocracias envolvidas com a venda da casa. Poupava uns 15.000 euros pelas minhas contas (ou talvez menos dependendo da comissao da Imobiliaria) ainda que neste caso tenha tambem alguns gastos a nivel particular.
    Confesso que ainda não pesquisei muito pois gostaria de ouvir antes uma opinião de alguém aqui que já o tenha feito e me possa dizer concretamente se:

    - Quais seriam os passos necessários
    - Se é demasiado complicado ou não
    - Se é seguro em termos de “não ser €nganado” pelo comprador
    - Outras informações relevantes que considerem importantes destacar


    Agradeço desde já a todos pelas informações que possam prestar
    Concordam com este comentário: peasm
  1.  # 2

    Fuja das imobiliarias.
    Concordam com este comentário: amcsilva
  2.  # 3

    Sempre tenho vendido a título particular sem intervenção de imobiliárias.
    O que faço:
    Ao preço que pretendo receber acrescento cinco mil euros pelo menos;
    Coloco explicitamente no anúncio que não pretendo ser contactado por imobiliárias, senão são telefonemas uns atrás dos outros a dizerem que já têm interessados no apartamento.
    Compro um cartão de telemóvel só para esse fim .
    Antes de marcar uma visita tento fazer alguma filtragem para evitar de andar a perder tempo.
    Para fechar o negócio aconselho a pagar a um advogado ou solicitador para elaborar o CPCV.
    Há por aqui mais discussões sobre este assunto é uma questão de pesquisar.
  3.  # 4

    Eu há uns anos vendi um T1 barato, €50k (devia ter ficado com ele mais uns anos e devia valer bem mais agora), contactei imobiliárias e para valores abaixo dos €100k não cobravam os 5% standard, cobravam €5k +IVA fixos, ou seja, mais de 10% do valor. Mostrei-lhes a porta e vendi pouco tempo depois pelos €50k que pretendia sem chatice nenhuma e sem pagar nada a ninguém.

    É uma profissão como muitas, mas que são um bando de sanguessugas, isso são.
    Concordam com este comentário: macinblack, amcsilva, Suri37
  4.  # 5

    Colocado por: lxnaImobiliárias basicamente podem pedir o valor que entenderem.

    Colocado por: lxnaSei que muitas já cobram 5 % (um roubo)

    A ver se eu percebo, primeiro diz que podem pedir o valor que entenderem, depois diz que é um roubo!!!

    Colocado por: lxnaAgora a ERA por exemplo não cobra apenas 5%, mas 5% + IVA, ou seja, dá 6,15% .

    LOL

    Isto é muito simples, não quer trabalhar com imobiliárias, não fale com eles.
    Concordam com este comentário: AiOGajo
    • lxna
    • 4 março 2023

     # 6

    Colocado por: Pickaxe

    A ver se eu percebo, primeiro diz que podem pedir o valor que entenderem, depois diz que é um roubo!!!


    LOL

    Isto é muito simples, não quer trabalhar com imobiliárias, não fale com eles.


    O senhor (ou senhora) deve ter um defice de capacidade de interpretaçao ou entao é agente de alguma e sentiu-se picado/a. Neste ultimo caso o topico que abri nao seria direcionado para si.

    Explicando de novo sem fazer desenho

    LEGALMENTE as imobiliárias podem pedir o valor que quiserem, foi o que eu disse, mas EU tenho todo o direito moral de achar que é um roubo.

    Exemplo
    O Joao por exemplo pode ter um carro com o valor comercial de 5.000 euros.
    O Joao tem todo o direito legal de pedir 10.000 euros se ele quiser vender.
    Mas eu jamais irei dar esse valor porque considero um roubo e tenho todo o direito de achar que é um roubo porque o bom senso assim me faz crer que é um roubo tendo em conta as circunstancias .
    Simples de entender
    Concordam com este comentário: BrunoAmaral54, jorgemlflorencio
  5.  # 7

    Então mas qual o tema? Se não precisa dos sanguessugas venda por si mesmo e pronto. Sabemos o negócio deles, escolhe-os quem quiser
    Concordam com este comentário: desofiapedro, Joao Dias
    • lxna
    • 4 março 2023

     # 8

    Aos restantes a opçao "agradecer" nao está mais disponivel aparentemente como estava no topico anterior que abri acerca das casas de madeira, de qualquer modo agradeço.
    • lxna
    • 4 março 2023

     # 9

    Colocado por: sognimSempre tenho vendido a título particular sem intervenção de imobiliárias.
    O que faço:
    Ao preço que pretendo receber acrescento cinco mil euros pelo menos;
    Coloco explicitamente no anúncio que não pretendo ser contactado por imobiliárias, senão são telefonemas uns atrás dos outros a dizerem que já têm interessados no apartamento.
    Compro um cartão de telemóvel só para esse fim .
    Antes de marcar uma visita tento fazer alguma filtragem para evitar de andar a perder tempo.
    Para fechar o negócio aconselho a pagar a um advogado ou solicitador para elaborar o CPCV.
    Há por aqui mais discussões sobre este assunto é uma questão de pesquisar.


    Obrigado
    Boa sugestao do telemovel, tambem já tinha pensado nisso.
    Para fazer essa tal filtragem de potenciais compradores tem alguma sugestao?
    Ainda nao pesquisei quanto custa paagar a um advogado/solicitador para o tal CPCV , tem ideia? E essa seria a unica despesa caso decida vender sem apoio de imobiliaria?
    Na escritura a despesa já será apenas da responsabilidade do comprador?
    • lxna
    • 4 março 2023 editado

     # 10

    Colocado por: powerPTEntão mas qual o tema? Se não precisa dos sanguessugas venda por si mesmo e pronto. Sabemos o negócio deles, escolhe-os quem quiser


    O senhor ou senhora por acaso leu ate ao final?
    Das duas uma , ou tambem trabalha para alguma dessas agencias ou entao nao leu até ao FINAL. Se foi o caso por favor nao se deem ao trabalho de comentar que nao adianta.

    Vou colocar de novo a parte final que destaquei com tracejado:
    --------------------------------------------------------------------------
    Resumindo, entao a opção que eu tenho pensado é vender a casa a nível PARTICULAR e eu próprio tratar de todas as burocracias envolvidas com a venda da casa. Poupava uns 15.000 euros pelas minhas contas (ou talvez menos dependendo da comissao da Imobiliaria) ainda que neste caso tenha tambem alguns gastos a nivel particular.
    Confesso que ainda não pesquisei muito pois gostaria de ouvir antes uma opinião de alguém aqui que já o tenha feito e me possa dizer concretamente se:

    - Quais seriam os passos necessários
    - Se é demasiado complicado ou não
    - Se é seguro em termos de “não ser €nganado” pelo comprador
    - Outras informações relevantes que considerem importantes destacar


    Agradeço desde já a todos pelas informações que possam prestar"
  6.  # 11

    Se as pessoas fizessem as contas dificilmente iriam colocar a sua casa numa imobiliária.
    Tempo é dinheiro, mas perder 1h ou 2h por dia a tirar umas fotos e responder a contatos e ao fim do mês poupar numa comissão de 10.000€ ou 15.000€ ou o que for.. é o que muita gente ganha num ano.

    Em relação às questões, recomendo que contacte um solicitador. Este pode preparar toda a documentação do imóvel, tratar do contrato e salvarguadar a sua parte. Depois também trata da escritura. É exatamente o que fazem as imobiliárias
    Concordam com este comentário: DR1982
  7.  # 12

    Colocado por: peasmSe as pessoas fizessem as contas dificilmente iriam colocar a sua casa numa imobiliária.
    Tempo é dinheiro, mas perder 1h ou 2h por dia a tirar umas fotos e responder a contatos e ao fim do mês poupar numa comissão de 10.000€ ou 15.000€ ou o que for.. é o que muita gente ganha num ano.

    Em relação às questões, recomendo que contacte um solicitador. Este pode preparar toda a documentação do imóvel, tratar do contrato e salvarguadar a sua parte. Depois também trata da escritura. É exatamente o que fazem as imobiliárias
    Concordam com este comentário:DR1982
    a maioria das imobiliárias que conheço não acescentam vantagem nenhuma ao negócio, eu só tenho pena é de praticamente nao se conseguir comprar nada sem ser por imobiliária porque adere tudo a imobiliárias praticamente
    • lxna
    • 4 março 2023

     # 13

    Colocado por: peasmSe as pessoas fizessem as contas dificilmente iriam colocar a sua casa numa imobiliária.
    Tempo é dinheiro, mas perder 1h ou 2h por dia a tirar umas fotos e responder a contatos e ao fim do mês poupar numa comissão de 10.000€ ou 15.000€ ou o que for.. é o que muita gente ganha num ano.

    Em relação às questões, recomendo que contacte um solicitador. Este pode preparar toda a documentação do imóvel, tratar do contrato e salvarguadar a sua parte. Depois também trata da escritura. É exatamente o que fazem as imobiliárias
    Concordam com este comentário:DR1982


    Obrigado.
    Mas esse solicitador trata mesmo de tudo o que envolve as burocracias, papeladas, etc referentes à venda da casa?, (e nesse caso eu apenas terei de me preocupar com a parte comercial, publicidade, seleçao clientes, etc)
    Se for assim parece-me uma boa opçao, mas tem uma ideia do custo envolvido ao contratar um solicitador que trate disso tudo?
    • NLuz
    • 4 março 2023

     # 14

    As minhas comissões de venda tem sido sempre 2/3 % mais não pago.
    Mas não trabalho com as grandes 😁
  8.  # 15

    Colocado por: peasmSe as pessoas fizessem as contas dificilmente iriam colocar a sua casa numa imobiliária.
    As pessoas fazem. É mais ou menos assim: "eu quero receber x pela casa. Há uma comissão a pagar? pois bem A imobiliária que aumente o valor da sua comissão ao preço de venda. O comprador que a pague".

    Isto justifica não só o valor de comissões praticado, mas também parte da alavancagem no valor da habitação.
    Concordam com este comentário: peasm, Susi, casinhaDaAvo
    • lxna
    • 4 março 2023

     # 16

    Colocado por: HAL_9000As pessoas fazem. É mais ou menos assim: "eu quero receber x pela casa. Há uma comissão a pagar? pois bem A imobiliária que aumente o valor da sua comissão ao preço de venda. O comprador que a pague".

    Isto justifica não só o valor de comissões praticado, mas também parte da alavancagem no valor da habitação.



    Isso que diz faz sentido de facto.
    Mas partindo do principio que as pessoas pedem um valor justo para si pela casa, se a colocarem numa imobiliaria nesses termos eu acredito que ao fim dum tempo, devido ao facto de terem acrescido esse valor para poder pagar a tal comissao à Imobiliaria, essas pessoas sejam pressionadas a baixar o preço porque nao a conseguem vender mais cara. E acaba por ir dar ao mesmo, vendem ao preço que queriam inicialmente para si, mas terao de pagar a comissao à imobiliaria e acabam por ter menos lucro do que desejavam.
    Mas isto sou eu a pensar.
    Concordam com este comentário: sognim
    • lxna
    • 4 março 2023

     # 17

    Por acaso encontrei um anuncio bem "interessante" num desses sites de vendas de casas, provavelmente de alguem já saturado de tentativas de vendas por parte de imobiliarias.

    E sinceramente, estou inclinado a fazer o mesmo, mediante a informaçao que eu conseguir obter acerca do que terei de fazer para vender a particular.
      Capturar.JPG
  9.  # 18

    Também sou da opinião que as imobiliárias não valem o preço da comissão. E ás vezes causam mais entropia do que ajudam. Vender não é dificil, basta ter os documentos necessários.
    Concordam com este comentário: amcsilva
  10.  # 19

    Boa noite.

    No ano passado vendi a minha casa a título particular mas também passei pela indecisão, ainda que breve, de recorrer uma imobiliária para o efeito.

    Vários fatores levaram a que tomasse a decisão de vender a casa sem recurso a imobiliárias:

    - Money, money, money. A comissão tem um valor muito avultado a meu ver, ou pelo menos muito avultado para o serviço que a imobiliária tinha a fazer. E era dinheiro que me dava jeito para investir na habitação que estava simultaneamente a comprar.

    - Por mais que uma vez e com mais que um agente imobiliário, isto na procura de casa, tive péssimas experiências enquanto cliente compradora. Se era tão má atendida enquanto cliente compradora, haveria de ser melhor atendida enquanto cliente vendedora?

    - A parte mais trabalhosa para mim na venda da casa, foi o processo de mantê-la imaculada durante as visitas e esse trabalho nenhum agente poderia ter por mim.

    - Tinha algumas disponibilidade para atender chamadas e fazer visitas.

    De resto, e tomada a decisão de vender a casa por mim:

    - Assegurar-me que toda a documentação da casa estava em ordem. Nao faltam listas por essa internet a listar os documentos necessários para a venda.
    - Destralhar a casa e deixá-la o mais cuidada possível.
    - Fazer uma sessão fotográfica cuidada. Eu contratei um fotógrafo e por 100 euros não me chateei com o assunto. Estas imagens vão ser o primeiro contacto do potencial comprador com a casa!
    - Fazer um anúncio escrito cuidado e estruturado.
    - Anunciar nos vários portais imobiliários. Alguns são pagos, mas não é nenhuma fortuna.
    - Comprar um cartão de telemóvel para o efeito.
    - Quanto à seleção cuidada dos candidatos… nas chamadas telefónicas/mensagens trocadas tira-se quase sempre a “pinta” à pessoa. Não há muito a fazer aqui, a meu ver. Não é antes de se fazer uma visita que se vai aplicar um extenso questionário de idoneidade. O que deve ser feito é, por exemplo, não fazer as visitas sozinho. No meu caso, estava sempre com o meu marido aquando das visitas.
    - Estar preparado para responder a todas as questões que os potenciais compradores possam fazer. Afinal se a casa é nossa, devemos conhecê-la como ninguém.

    Confesso que, no processo de decisão se usava ou não uma imobiliária, acabei por me “aproveitar” dos estudos de mercado por eles providenciados para estabelecer o preço de venda da casa. Mas não dispensou uma consulta ao mercado, o que, estando um própria à procura de outra casa para comprar, não foi difícil.

    Eu tive uma experiência francamente positiva e rápida na venda da casa, anunciei numa quinta-feira, fiz meia dúzia de visitas no fim de semana seguinte e de três ofertas, aceitei uma e o negócio concretizou-se.

    Acabei por ser eu a redigir o CPCV mas se puder ser feito por um advogado, certamente, tanto melhor.

    Depois, no desenrolar do processo, nós, enquanto vendedores, não temos muito que fazer. Acaba por ser o banco dos compradores (se houver recurso a crédito) a ir tratando de tudo.

    Se tivesse que voltar a vender novamente, não teria dúvidas de que o faria por minha conta, novamente.
  11.  # 20

    Colocado por: lxnaPor acaso encontrei um anuncio bem "interessante" num desses sites de vendas de casas, provavelmente de alguem já saturado de tentativas de vendas por parte de imobiliarias.

    E sinceramente, estou inclinado a fazer o mesmo, mediante a informaçao que eu conseguir obter acerca do que terei de fazer para vender a particular.

    Esse anuncio explica o sucesso das imobiliárias, o preço da casa já tem o acréscimo da comissão imobiliária, é por isso que eu vendo sempre com imobiliárias.
    Quando compro é que fujo delas.
 
0.0289 seg. NEW